O QUE FOI O FÓRUM PANROTAS 2016

O Fórum Panrotas transformou-se num conceito, uma marca, já é parte do trade e, justamente por isso, imagino a responsabilidade da Panrotas com cada edição, em especial com a natural expectativa que todos temos, de que cada edição superará a anterior, num processo evolutivo sem fim.

Por isso, costumo postar as impressões que colho de alguns participantes, amigos e conhecidos, logo após o término do evento, buscando uma média entre as opiniões, um senso comum, mas sem o compromisso com a precisão, afinal, raramente as opiniões sobre um evento deste porte convergem para um mesmo ponto.

O QUE FOI SHOW !

Networking
Sem dúvida, um dos pontos fortes do fórum desde sua primeira edição, voltou a ser o grande destaque em 2016, com os amplos espaços reservados para o relacionamento, sempre cheios, antes, durante e após as palestras. O maior show continua sendo o das pessoas e seu intercâmbio de ideias, oportunidades e negócios.

Fabiana D’Atri
Unanimidade, entre as opiniões que ouvi, como a melhor apresentação do FP 2016, a economista do Bradesco “conversou” com a plateia, tal sua facilidade em discorrer sobre o tema e seu pouco (ou nenhum) envolvimento com o trade, que a levou a proferir frases que reproduzem seu verdadeiro sentimento como consumidora de viagens. Nosso mercado ainda resiste e sofre ao ouvir verdades, mas é preciso ouvi-las.

O QUE NÃO FUNCIONOU

Palco arena
Já tentado em outros eventos, essa aparente inovação não agrada ao público (metade da plateia assiste ao evento olhando as costas do palestrante), não é legal para o palestrante (que não sabe para onde se dirigir e se sente desconfortável e inseguro) e nem estimula o patrocinador (que vê diluída a exposição de sua marca).
Trata-se de um modelo que requer ensaios para funcionar e demanda uma dinâmica para palestrantes profissionais, o que, além de fugir da proposta do evento, retiraria sua espontaneidade.

Climatização do Golden Hall
Todos somos fãs do Golden Hall, espaço espetacular para eventos deste porte, mas a recorrente insuficiência da climatização prejudica o Golden Hall e seus eventos, em especial quando as justificativas técnicas variam, de evento para evento, mas o problema permanece.
Climatização não é questão técnica, é questão de investimento e o WTC deveria repensar este ponto.

O QUE FUNCIONOU

Izabella Camargo
A cada ano a jornalista da TV Globo surge mais elegante, bonita e articulada e segurou com profissionalismo e simpatia o improvisado bate-papo com os patrocinadores de algumas palestras e todas as apresentações de painéis.

Sala PAP
O novo nome (não oficial) da antiga Sala VIP expressou mais claramente seu objetivo e agradou, com conforto e privacidade, os palestrantes, autoridades e patrocinadores.

Diversidade de conteúdo
A variedade de temas e a agenda das palestras favoreceu a participação de todos aqueles que não podem dedicar 2 dias inteiros ao evento (provável maioria dos inscritos). Ponto para a organização, mas a solução definitiva parece ser outra.

O QUE SEMPRE FUNCIONA

Família Alcorta
É impressionante como a família de Guillermo (Marianna, Guilherme e Ricardo) mantém o que chamo de “brilho da sucessão”, que nada mais é do que o equilíbrio entre o peso de uma história de sucesso e o desafio de manter uma trajetória vencedora. Quem conhece de perto nosso mercado, sabe que isso é conquista para poucos.

Equipe Panrotas
Parcialmente renovada, mas atuando sob a batuta de profissionais experientes, a equipe Panrotas é garantia de sucesso para o Fórum, mesclando o frescor de novas cabeças com a experiência dessa gente que sempre fez.

O QUE O FP FICOU DEVENDO

Cias. aéreas nacionais
As ausências da Gol e da TAM (e suas cadeiras vazias) transformaram o tradicional painel das cias. aéreas no mais morno debate do evento.

Empreendedorismo
A escolha deste tema como alvo central desta edição do FP foi um baita acerto, mas o modelo utilizado não valorizou o quanto o empreendedorismo tem crescido e aparecido na economia brasileira.
Foi colocado o alvo certo na parede, mas faltou acertar na mosca.

Novos blogueiros
O relançamento da Blogosfera Panrotas, na véspera do Fórum Panrotas, tornou o evento uma oportunidade incrível para divulgação dos novos blogueiros, aqueles que estão chegando agora. Um painel com esses jovens profissionais atrairia a curiosidade da plateia em conhecer os perfis, projetos e opiniões de quem poderá ajudar a criar um novo “mindset” para a nossa indústria.

Ecommerce
Ao lado de empreendedorismo, o ecommerce talvez seja o assunto mais pujante na economia brasileira e mundial atualmente e, por isso, faltou uma abordagem mais profunda desta nova indústria, gigante, em que viagens e turismo tem participação importante. Alguns painéis do FP 2016 tangenciaram o tema, mas a próxima edição seguramente não deixará essa realidade escapar…

EM ALTA NO FP 2016
– Startups
– Inovação
– Disruptivo

EM BAIXA NO FP 2016
– Evento em 2 dias
– Painéis tradicionais
– O tal do “rapidinho”

O resumo da ópera é que, apesar do ano difícil (não se pode falar em crise), o Fórum Panrotas 2016 manteve a sua coroa como o melhor e mais importante evento para lideranças da indústria de viagens e turismo da América Latina.

A edição de 2017 promete, nos vemos lá !

.

Postagens relacionadas

Published by

Luís Vabo

Fundador e presidente do sistema Reserve, da Solid Corporate Travel e da Solid Consultoria e Tecnologia, diretor de tecnologia e integração da ABAV, fundador e conselheiro da Abracorp e IATA Strategic Partner, Luís Vabo também é corredor de rua, tenista amador e nadador eventual.

2 thoughts on “O QUE FOI O FÓRUM PANROTAS 2016

    1. É isso, Sol,

      Participamos juntos e tivemos as mesmas impressões, similares a de outros amigos do trade com quem conversamos.

      Um Fórum Panrotas que não se curvou ao ambiente econômico desfavorável, nem à crise política (o ministro do Turismo esteve presente e saiu-se muito bem), nem ao cenário de questionamento ético que a sociedade brasileira está vivendo.

      Um Fórum Panrotas profissional, para profissionais.

      []’s

      Luís Vabo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *