Paris ganha patinete elétrica self-service

A empresa californiana Lime acaba de lançar em Paris uma nova frota de patinetes elétricas em livre serviço ou como gosto de chamar self-service. A empresa já opera em Berlim, Frankfurt, Zurique e tem a intenção de se instalar em 26 outras cidades europeias até o final de 2018.

Assim como nas bicicletas em livre-serviço, basta fazer o download do programa e após criação de conta, “scannear” o código barra para desbloquear o aparelho. Sua velocidade máxima é de 24 Km/h. Provavelmente por essa razão é exclusivo para maiores de 18 anos e o uso de capacete é aconselhado.

Eu não sugiro o uso aos turistas, pois acho que não há nada mais chato que uma eventual queda e um ferimento ou torção durante uma viagem ao exterior. Só em pensar na possibilidade de perder um dia no hospital me faria perder a vontade. Mas com certeza o simpático meio de locomoção encontrará adeptos. 

A primeira corrida custa 1 euro e depois o custo é 15 centavos o minuto.

 

Postagens relacionadas

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *