Rio Sena Paris

Ducasse sur Seine e Jules Vernes, as novidades da semana

Envolto de vidros permitindo uma excelente vista panorâmica e dotado de 130 lugares, o novo cruzeiro Ducasse sur Seine partirá do privilegiado porto de embarque Debilly em frente à Torre Eiffel, na margem direita do Rio Sena. Tendo o famoso e estrelado chefe Alain Ducasse à frente do projeto, “Ducasse sur Seine” inova o mercado de cruzeiros no Rio Sena com uma proposta ecológica e gastronômica. O barco elétrico promete menos poluição e mais silêncio, enquanto Alain Ducasse garante a qualidade superior dos produtos à mesa.

A mudança no cenário fluvial parisiense não é a única novidade. Para se dedicar ao projeto, o cozinheiro deixou o restaurante do piso superior da Torre Eiffel, o Jules Vernes, que será gerenciado a partir de agora pela empresa Sodexo. A Sodexo já detinha os direitos de gestão do restaurante 58 Torre Eiffel e do cruzeiro no Rio Sena chamado Bateaux Parisiens, duas grandes atrações da cidade, porém  a empresa acaba de encontrar um concorrente de peso. 

Com preços entre 100 e 500 euros, Ducasse-sur-Seine deve preencher seus 700 cruzeiros anuais sem dificuldade. As tarifas profissionais não foram anunciadas. Lembrando que o restaurante Jules Verne, sob a gestão de Ducasse, não dispunha de tarifas para profissionais, nos basta rezar para terem um estratégia diferenciada neste novo empreendimento. Esperemos igualmente que sob gestão da Sodexo, o Jules Verne passe a ter tarifas para nosso mercado. Vamos aguardar! Por enquanto o restaurante do segundo piso da Torre Eiffel ficará fechado até 2019 para reformas. 

As vendas ao público direto do  novo cruzeiro estão abertas no site da empresa.

Para ver a foto do barco clique aqui   Ducasse sur Seine foto barco _ Site Associação de Barcos Elétricos Francesa

Ducasse sur Seine

 

Postagens relacionadas

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *