Ela voltou: rota Salvador-Miami será operada a partir de 2018

Um ano depois do cancelamento dos voos operados pela American Airlines, Salvador voltará a ter uma conexão direta com os Estados Unidos, com a retomada da rota com destino a Miami, a partir de maio de 2018. Esse foi o resultado do acordo assinado entre o Governador da Bahia, Rui Costa, e o diretor da LATAM, Bruno Alessio, nesta terça-feira (10).

O Estado irá garantir a redução do ICMS sobre o querosene de aviação – medida que o Governo de Pernambuco já adota há algum tempo e que ajudou Recife a aumentar consideravelmente a sua malha aérea – e em contrapartida, a LATAM irá operar duas novas rotas internacionais (além de Miami, um novo voo Salvador-Buenos Aires será operado a partir de janeiro, somando-se à rota já existente da Aerolíneas Argentinas e da GOL), além de assegurar a divulgação da Bahia nas revistas de bordo e aumentar as frequências domésticas para os aeroportos de Salvador, Porto Seguro e Ilhéus. O novo voo para a Buenos Aires inclusive já havia sido anunciado pelo PANROTAS aqui.

A notícia havia saído poucas horas antes e as redes sociais já estavam fervendo com os mais diversos comentários. Os detratores, como de praxe, já antecipam que os voos serão um fiasco, alegando que Salvador não teria público ou demanda que sustentasse mais uma rota internacional. O caso mais lembrado foi o do voo para Santiago do Chile, festejado pela Air Europa em 2014 e cancelado seis meses depois, além da rota para Frankfurt (Condor), cancelada em março desse ano. E isso para não falar da constante boataria nos bastidores do trade turístico, que ainda apontam que outros voos internacionais com destino a Salvador deverão sair de cena nos próximos meses.

Por outro lado, há que se reconhecer os avanços: em um ano, Salvador ganhou a rota sazonal para Montevidéu (GOL) e a mais recente ligação do Brasil com a Colômbia, com o voo desde Bogotá (Avianca). Hoje, a capital baiana tem ainda voos diretos para Lisboa (TAP), Madri (Air Europa) e a já citada Buenos Aires (Aerolíneas e GOL).

Recife, enquanto isso, ri à toa com quase 10 destinos internacionais e caminha para acrescentar mais um título à famosa cartilha da megalomania pernambucana. Muito justo, por sinal.

Related Post

Published by

Iuri Barreto

Iuri Barreto é formado em Direito pela Universidade Federal da Bahia, colunista da rádio CBN Salvador e Assessor de Comunicação da Grou Turismo. É baiano de alma, nascimento e profissão, e também o autor do Guia do Soteropobretano, blog com mais de 100 mil seguidores nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *