Haja tapetes…(para por sujeira embaixo)

Tive que ler e reler para não tirar totalmente do contexto a frase de Vinícius Lummertz no discurso de posse, publicada no Portal Panrotas em 14.07 e que você pode ler a íntegra aqui.

A frase:

“É a primeira vez que um país não rico e não autoritário faz uma olimpíada. Isso é muito mais difícil, mas faremos bem. E mostraremos para cinco bilhões de espectadores”, disse. “O Brasil tem problemas, o mundo tem. Devemos agora esconder um pouco esses problemas, porque a festa é em nossa casa. Devemos mostrar essa festa para o mundo”, disse.

Eu até entendo a ideia, mas infelizmente não consigo aceitar que a pessoa ocupando o segundo posto mais importante do turismo no Brasil, e a linha de frente das relações oficiais com o mercado internacional, assuma este tipo de postura.

Como em quase qualquer festa, parte dos convidados está só pela celebração, mas uma outra parte está atenta a detalhes – todos os detalhes – para poder comentar, para poder criticar, para gerar notícias.

É um prato cheio para o jornalismo internacional. Pensando um pouco antes de falar, poderíamos ter ficado sem essa.

shield-114440_1280

Postagens relacionadas

Published by

Mariana Aldrigui

Professora e pesquisadora de Turismo na Universidade de São Paulo (USP)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *