Fornecedores: não fiquem chateados!

Uma das principais razões deste blog ter sido criado é o de dar voz e retratar o dia-a-dia do Gestor de Viagens e Eventos, e trazer assuntos polêmicos à tona para debate e reflexão dos leitores.

Vira-e-mexe em conversas com fornecedores, ouço alguns deles dizerem com certo tom de mágoa: “Gestor X não me recebe nunca, não atende telefone, não responde e-mail… não sei mais o que fazer”. Em alguns quase vejo uma lágrima escorrer no rosto, parece um amor não-correspondido. Por trás, uma vontade genuína de se relacionar com seu cliente, e em comum a todos, a meta de visitas que todo vendedor tem que cumprir e reportar em seu CRM.

Fornecedores: não fiquem chateados! Ser gestor de viagens e eventos, especialmente de grandes corporações, requer uma administração do tempo exemplar. Por baixo, nossa agenda deve-se dividir da seguinte forma (isso quando somos dedicados a Travel, e não acumulamos outras áreas de gestão):

 

Demandas mais comuns

– Cias. Aéreas (no mínimo umas 3 domésticas e umas 5 internacionais);
– Hotéis (a RFP nunca acaba, nem fazendo promessa de Ano Novo!!!);
– Locadoras de carros (pelo menos umas 2);
– TMC (Brasil no mínimo e LATAM para alguns);
– Eventos (alguns gestores cuidam das 2 áreas);
– Treinamentos internos (seja de procedimentos da empresa ou ministrando treinamentos de política e procedimentos de Travel para os usuários);
– Reunião com o chefe e a Diretoria – Travel é uma área polêmica, acende debates acalorados e todo mundo da Diretoria e de qualquer área da empresa acha que entende mais que a gente, então dá mais trabalho reeducar do que ensinar pela primeira vez;
– Reunião com outras áreas – business partners como RH, Finanças, Facilities, Compras;
– Telefonema da secretária possessa com a TMC;
– Telefonema do viajante possesso com a TMC;
– Gestão de colaboradores (analistas, estagiários, etc);
– Pepinos que surgem às 17h58.

Demandas menos comuns mas ainda assim existentes:

– Gestão de táxis, transfers executivos, seguro-viagem, forma de pagamento;
– Reuniões com fornecedores de novas soluções (a gente tem sempre que estar de olho no mercado).

 

Claro que sei que alguns gestores exageram na ausência de reuniões, e aí fica uma dica para vocês meus colegas: a gente aprende muito com nossos fornecedores! Essa aliás é uma dica valiosa da área de Suprimentos/Procurement… eles nos trazem tendências, ideias e dicas muitas vezes úteis e estratégicas. Se você não os recebe, está perdendo, pode ter certeza.

Organização é fundamental para o sucesso, então a minha dica é: estabeleça um dia na semana para receber fornecedores (Supplier Day). Reuniões de 30 a 40 minutos, umas 4 numa manhã ou numa tarde. Você não precisa se reunir com todos, mas eleja os seus top e cultive o relacionamento de sua empresa com eles (sim, você é o representante de uma pessoa jurídica e faz parte do seu trabalho de gestor e de comprador administrar fornecedores, não apenas procurando-os quando o VP não pontuou as milhas no cartão ou não conseguiu embarcar!).

Fornecedores, façam também sua parte por favor. Levem para a reunião dados importantes, sugestões, façam valer o tempo que conseguirem: visitas para tomar café, fazer fofoca do mercado e contar coisas sem valor estratégico ficaram no passado… O mercado está amadurecendo e se profissionalizando. Não fique para trás!

 

Postagens relacionadas

Published by

Fernão Loureiro

Eleito em 2017 um dos 75 Profissionais de Turismo Mais Influentes do Brasil pelo Panrotas, premiado em Boston (EUA) pela Global Business Travel Association (GBTA) com o The Business Travel Service Awards e pelo Instituto Prêmio Caio como Personalidade do Ano (2017) na categoria Clientes. Fernão Loureiro atualmente é o Strategic Travel & Events Manager na Philips América Latina, responsável por 8 países - e com apenas 7 meses de empresa recebeu em 2016 o prêmio Act-Accelerate-Anticipate em Amsterdam, matriz da empresa. No mercado de Viagens e Eventos Corporativos, atua como blogueiro do Panrotas (blog.panrotas.com.br/gestordeviagens), é colunista na revista espanhola TravelManager Redacción (https://revistatravelmanager.es/author/floureiro/) - com reprodução de conteúdo em diversos outros blogs e eventos. Atua ainda como: • Professor visitante no SENAC-SP nos cursos de Turismo e Hospitalidade • Foi Presidente da GBTA Brasil - Global Business Travel Association e Instrutor da GBTA Academy • Conselheiro da HSMAI Brasil - Hospitality Sales & Marketing Association International e Coordenador do Comitê de Viagens Corporativas da mesma • Participante do tradicional grupo de gestores TMG – Travel Managers Group. Formado em Turismo pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Pós-Graduado em Gestão de Negócios em Serviços pela FECAP e com MBA em Gestão Empresarial pela Brazilian Business School, Fernão trabalhou por 6 anos na Carlson Wagonlit Travel, onde iniciou sua carreira como estagiário e durante 1 ano atuou na Austrália; por 1 ano como Gestor de Viagens da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil; e por 2 anos como Comprador LATAM de Viagens, Eventos e Frota na Agrega Intelligent Procurement, uma empresa dos grupos Ambev e Souza Cruz. Ativo participante de debates e palestras, tais como Corporate Travel Forum (HRS), GBTAs 2014 a 2017, LACTE 2016, Connect Meeting GOL 2016, Vila do Saber ABAV 2013, Fóruns de TMCs, Fórum Abracorp 2017, Convenções de Vendas de Redes Hoteleiras como Blue Tree, Arco, Atlantica, BHG, Encontro Nacional de Estudantes de Turismo (ENATUR) na USP e Encontro de Estudantes do IFTO e IFSP.

6 thoughts on “Fornecedores: não fiquem chateados!

  1. Oi Fernão,

    Que legal poder “te encontrar” por aqui! Achei ótimos os dois posts, mas esse último, descreve nosso drama de fornecedor mesmo, rs
    Mas está tudo legal, eu entendo que a vida dos gestores não é fácil também e se todos os gestores tivessem o mínimo de carisma que você tem já teríamos a nossa vida bem facilitada, rsrs

    Boa sorte com o blog! Vou acompanhá-lo.

    Abraço,

  2. Gabriela, muito obrigado pelas palavras! Legal te encontrar por aqui também… claro que há alguns que simplesmente nao fazem seu papel de receber fornecedores, mas na maioria das vezes é o dia-a-dia conturbado que impede de ser mais “receptivo” rsrs.

    Um abraço,
    Fernão

  3. Olá Fernando, muito bacana o tema e a forma de sua abordagem! Parabéns pelo novo espaço e que venham mais temas que retratem o dia a dia do profissional focado na gestão de viagens e eventos nas empresas! grande abraço

  4. Meu caro amigo, parabéns pelo post. Eu como colega de profissão e amigo, sem dúvidas estarei acompanhando. A descrição sobre a rotina diária do TM está perfeita! Confesso que ao ler o post, estava me enxergando em diversas situações no dia a dia. Abraço.

    1. Meu amigo Hitalo, que bom receber um comentário seu! Você na correria da Red Bull sabe bem como é nao ter muito tempo para reuniões com nossos parceiros.

      Sua opinião é muito importante para desenvolver este blog, conto realmente com você.
      Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *