Retomada

Lá venho eu novamente pedir desculpas à vocês. Meu último post foi há mais de 4 meses, mas posso garantir-lhes que não é por falta de consideração, motivação, ou de assuntos para papearmos por aqui.

Nesses quatro meses tivemos uns quatro ou cinco cenários totalmente diferentes.

Crises políticas, econômicas, de segurança e um ambiente de mudanças nos fazem pensar todos os dias em objetivos diferentes, ações diferentes e visões diferentes.

Não me cabe falar dos assuntos que estão nos deixando exaustos e de “saco cheio” de ver os noticiários…Esses assuntos vamos deixar para a grande mídia, para o Congresso Nacional e para os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Não vamos perder nosso tempo falando de assuntos saturados e que pouco poderemos interferir por aqui agoira (só em outubro de 2.018), então, vamos tocar nossa indústria, fazer nossa parte e tentar sobreviver no nosso negócio mantendo nossa relevância e nosso negócio.

A verdade é que estamos evoluindo na indústria do turismo. Já temos um sensível ambiente de retomada, vemos parte dos aviões que foram embora nos últimos dois anos voltando para nossos aeroportos, prevê-se uma retomada de oferta significativa à partir dos próximos meses, todos os dias vemos planos de várias companhias aéreas aumentando suas ofertas e buscando sua posição no nosso mercado.

E nós, o que estamos fazendo para recuperar nossos níveis anteriores de vendas?

Será que estamos com a autoestima em dia, ou estamos apenas lamentando que no passado era diferente?

Lamento muito, mas chorar sobre o leite derramado não vai resolver nada, o que precisamos é arregaçar as mangas e projetar (mesmo que com uma bola de cristal) o que faremos para mudar o cenário.

Inovações, especialização, investir no nosso desenvolvimento, acompanhar as novas tecnologias, pensar o que podemos fazer de diferente e agregar aos nossos clientes é a única saída que vejo pela frente.

Alguns de nós criticam as feiras, outros criticam as entidades, outros dizem que ninguém faz nada por eles, mas…e eles? O que fazem para mudar a rotina de ficar na mesa do bar (ou do café) reclamando?

Coragem tem uma ABAV que promoverá a EXPO-ABAV agora nos dias 27 a 29 de setembro, propondo uma disrupção de nossa indústria, trazendo-nos oportunidades de conhecer destinos novos, conhecer melhor aqueles destinos que nossos clientes podem ser motivados à visitar, para passear, trabalhar , ou mesmo fugir dessa rotina de instáveis notícias de nosso País.

Coragem em apresentar na Vila do Saber assuntos desagradáveis, perspectivas, tendências, experiências de outros mercados e mexer na nossa ferida.

Palestras que usualmente não temos possibilidade de assistir e ver como esses palestrantes pensam em relação à nossa indústria.

Você vai ficar aí sentado, ou vai buscar uma luz no fim do túnel? Eu, já me garanti lá. Quero ver o que o Ricardo Amorim , a Cristiana Lobo tem à falar sobre nossa indústria, quero ver o que os expositores estrangeiros esperam de nosso mercado, quero sobreviver.

Estarei em duas palestras, uma trocando uma idéia com vocês sobre o futuro do agente de viagens, ou o agente de viagens do futuro (não sou cartomante, mas sou um eterno otimista) e um cara que acredita nessa indústria e invisto tudo que tenho de mais precioso aqui. Um cara que direcionou os filhos para virem para cá, e quando os tiver, os netos também .

Na outra semana faremos um debate sobre a indústria de fraudes. Não adianta se esconder e dizer que as fraudes estão controladas, terão solução e ficar só nos coquetéis comentando, vamos refletir sobre como evita-las, o que podemos fazer juntos para exterminar isso de nossa indústria. Temos solução? Não, mas vamos buscar o caminho para encontra-las.

http://www.abavexpo.com.br/secao/o-agente-do-futuro/

http://www.abavexpo.com.br/secao/mesa-redonda-como-prevenir-as-fraudes-no-universo-dos-agentes-de-viagens/

Criticar é fácil, fazer é bem mais complicado.

Nos vemos lá!

Abraços

Postagens relacionadas

Published by

Cássio Oliveira

Vice-presidente do Grupo Ancoradouro, ex-diretor executivo da AirTKT - Associação Brasileira dos Distribuidores de Passagens Aéreas e Serviços de Viagens, foi vice-presidente de Mercado e Produtos do Grupo Rextur Advance, em uma passagem de mais de 20 anos pela companhia, passando pelas funções de diretor de Novos Negócios, operacional e comercial. Antes, durante 15 anos, fez carreira na Varig.

4 thoughts on “Retomada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *