A terra de Game of Thrones

Irlanda promove turismo através de série da HBO, Game of Thrones.

Em um case de sucesso em marketing de destino (um dos mais comentados recentemente), através do aproveitamento da visibilidade, o Turismo da Irlanda e da Irlanda do Norte transformou a visibilidade alcançada em oportunidade de visita, quando teve seus cenários de construções medievais, litorais rochosos e montanhas acidentadas filmados para a série de TV Game of Thrones.

Considerada um dos maiores exemplos de inovação pelo Google Digital Tourism Think Thank (DTTT) , a série, da HBO, abriu uma oportunidade global para o Turismo da Irlanda. Apesar de não ser o único país a receber os sets do programa (até agora, são nove, no total), após as paisagens da Irlanda tornarem-se inspiração para os cenários do seriado e através do sucesso obtido em audiência, a Tourism Ireland evoluiu a parceria com a rede de televisão e enxergou o potencial de expansão do ‘’screen tourism’’ (turismo de tela), que atinge um público global de potenciais visitantes.

Com recordes de audiência e tida como uma das mais vistas da história, a série pulveriza paisagens dos país aos espectadores, levando fãs e despertando turistas a realizar visitas à Irlanda do Norte. Com a hashtag #GOTterritory (território de Game of Thrones), é feita à associação das paisagens e a comercialização do destino, que possui cada vez mais associações visuais e culturais no programa, atraindo visitantes de todo o mundo.

Doors of Thrones

Além do aproveitamento em ter suas paisagens em evidência por meio da HBO, a Irlanda investiu recursos importantes em projetos que entrelaçam à série ao país, como o Doors of Thrones. Quando parte das árvores da região de Dark Hedges (mais conhecida pelos fãs de GOT como Kingsroad, uma das rotas famosas na série) foram destruídas por uma tempestade no ano passado, a madeira derrubada foi esculpida em e transformada em 10 portas, cada uma contando a história de um episódio da 6ª temporada. As portas estão espalhadas por diversos locais da Irlanda do Norte.

Além de agregar ainda mais valor à temática da série e entrelaçá-la ainda mais à cultura do país, as esculturas fazem um registro histórico significativo ao utilizar a matéria prima da paisagem centenária de Dark Hedges, popularizada graças ao programa. Além disso, a escolha por portas não foi em vão: fazem alusão à icônica frase da 6ª temporada ‘hold the door’ (segure a porta).

Estratégia de marketing, estabelecimento de objetivos, investimento e ideias criativas foram pilares para as diversas atividades de desenvolvimento do turismo associado na Irlanda do Norte. São ações que devem caminhar conjuntamente na prática do marketing de destinos e todas se iniciam no reconhecimento de oportunidade.

As parcerias começaram nas primeiras temporadas e já estamos curiosos para ver o que virá com a sétima temporada que já está batendo corações. Pontos para a Irlanda!

SalvarSalvar

Postagens relacionadas

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e Presidente do Conselho Consultivo da WTM Latinamerica. Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

3 thoughts on “A terra de Game of Thrones

  1. Achei que não ficou clara a diferença de Irlanda e Irlanda do Norte, que são dois países completamente diferentes. Afinal é Irlanda, ou Irlanda do Norte? Ou vocês realmente se confundiram e acham que é a mesma coisa?

    1. Bom dia Raissa. Os dois países estão usando a estratégia de promoção que falamos, embora a maioria das locações sejam na Irlanda do Norte.
      Vamos deixar mais claro isso no texto.
      Obrigada pela colaboração.
      Jeanine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *