Arquivo de junho de 2010

É HORA DE AGIR

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Em tempo de Copa do Mundo não dá para ficar alheio à possibilidade de São Paulo não receber um único jogo na competição de 2014. Sem entrar no mérito das razões que podem levar a tal desfecho, é impossível não lamentar o fato.

São Paulo é a sexta cidade mais rica do mundo, responde por 12% do PIB nacional, recebe mais de 11 milhões de turistas por ano, o turismo corporativo é grande fonte de renda, e é o maior pólo cultural e de entretenimento da América do Sul.

Os números de São Paulo impressionam. A cidade é sede de 17 dos 20 maiores bancos do país. Todos os anos, cerca de 600 peças de teatro são apresentadas na cidade. É a que tem mais shoppings centers de luxo do país e a única na América Latina que sedia o Grande Prêmio de Fórmula 1.

São Paulo cresceu com a ajuda de gente de todas as nacionalidades. Poucas cidades no mundo concentram tamanha miscigenação. Basta conferir nos seus mais de 12 mil restaurantes, que oferecem 52 tipos de cozinha. Em São Paulo, culinária também é cultura.

Sinceramente, não consigo entender São Paulo fora da Copa até porque é a cidade mais estruturada do Brasil. Torço por uma mudança de rota a fim de que seja encontrada uma solução. Não é hora de perder tempo. Concorda comigo?

ABREMAR no 11º FÓRUM ANUAL PORTOS BRASIL

terça-feira, 15 de junho de 2010

Nesta quarta-feira, dia 16 de junho, começa o 11º Fórum Anual Portos Brasil, que se estenderá até sexta-feira, no hotel Plaza Copacabana, no Rio de Janeiro. Convidada, a Abremar estará presente.

No mesmo dia da abertura, no horário das 17 horas, vou abordar o tema “Entraves para o desenvolvimento do setor de Cruzeiros Marítimos no Brasil”. O fato é que o setor de Cruzeiros poderia evoluir muito mais no país se a infraestrutura fosse melhor.

De 10 anos para cá a indústria de cruzeiros marítimos se tornou importante vetor de desenvolvimento para as localidades portuárias e destinos do país. O mercado nacional vai bem, cresce na média de 33% ao ano, mas se ressente de bases sólidas para comportar demanda adicional. Dos 40 portos de escala, só seis têm estrutura para grandes embarcações.

Hoje, o Brasil ocupa a 123ª posição entre 134 países no ranking da qualidade dos portos, de acordo com a Fundação Dom Cabral e o Fórum Econômico Mundial. Precisamos melhorar essa situação, mas isso só ocorrerá com mais investimentos em portos.

Os Cruzeiros ainda enfrentam outros problemas, como a falta de legislação mais clara, tributos e protocolos de trabalho e tripulação. Por isso, é bem-vinda a participação da Abremar no 11º Fórum Anual Portos Brasil. Expor as dificuldades e aprofundar o debate é sempre importante para o setor.