Arquivo de julho de 2010

Iniciativa Louvável

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Um projeto de qualificação profissional para o setor de turismo náutico foi apresentado esta semana, por dois ministérios, o do Turismo e o do Trabalho e Emprego. O objetivo é a melhoria do atendimento profissional em embarcações e Cruzeiros Marítimos.

Pela proposta, serão capacitados 3.500 trabalhadores, em 13 cidades brasileiras. Haverá cursos para 10 ocupações diferentes, levantadas por meio de pesquisas, entre elas, garçom, barman, recepcionista, eletricista de embarcações e mecânico naval.

Para aperfeiçoar e elaborar o pré-projeto, foi criada uma comissão que reúne o Ministério do Turismo, a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar) e o Sindicato dos Empregados Terrestres em Transportes Aquaviários e Operadores Portuários no Estado de São Paulo (Settaport).

A iniciativa é louvável. A expansão do turismo marítimo no Brasil vem exigindo profissionais bem formados e competentes. Por isso, a Abremar participa, com muito prazer, desta comissão.

Sobre os Temáticos

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Os mini cruzeiros, de três e quatro noites, e os temáticos fazem sucesso no
Brasil. Enquanto na Europa há alguns temáticos clássicos, como os culturais
nos rios Reno, na Alemanha, e Loire, na França, aqui no país têm ampla
aceitação os de fitness e os de dança, que oferecem aulas de diferentes
ritmos.

No Brasil, a proporção de temáticos é maior do que na Europa e no Caribe.
Isso ocorre porque os brasileiros se envolvem muito mais com o tema do que
os europeus. São fiéis e, nesta condição, a atmosfera do navio e as
atividades da programação passam a ser a razão principal do cruzeiro.

O número de temáticos cresce a cada temporada. Muitos dizem que eles,
inclusive, são uma espécie de orkut do turismo marítimo, pois reúnem
pessoas com o mesmo perfil e afinidades. Assim, formam uma comunidade em
alto mar. Mas, há também quem aproveita o tema do Cruzeiro para travar
contatos profissionais e aumentar o seu networking.

As empresas marítimas, atentas ao mercado, procuram agrupar hóspedes com
comportamentos e gostos semelhantes e, a partir deste ponto, concentram
seus esforços em pesquisas e estudos de marketing especializados em
determinado segmento.

Os hóspedes dos temáticos, em minha opinião, são um patrimônio valioso das
empresas marítimas. Muitos repetem o mesmo Cruzeiro todos os anos. Um, de
fitness, chega nesta temporada à 17² edição e outro, que privilegia a
música e a gastronomia italianas, à 11ª. Ambos, são o retrato da tradição
em alto mar.