Arquivo de outubro de 2011

ABAV

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Quando falamos de ABAV, principalmente logo após o evento do Rio, fica claro que se trata da Feira da Américas.

Preciso dizer: parabéns ao Kaká e a toda diretoria que organizaram uma feira de alto nível. A abertura emocionante e cívica, relevante, me deu orgulho de estar presente e, principalmente, testemunhar a assinatura do documento “Pacto de Enfrentamento de Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo” – na presença de Xuxa Meneghel, presidente da Fundação Xuxa Meneghel, e da ministra Maria do Rosário Nunes, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.

A feira estava ótima, grande investimento e também grande oportunidade de relacionamento com o trade.

Não pude assistir às palestras, mas tive feedback positivo e vi várias pessoas correndo atrasadas para ouvir esse ou aquele palestrante. Deu um “up profissional” ao evento. Perdi, mas estava no stand trabalhando.

Kaká deve passar o bastão e faz isso em alto estilo com chave de ouro no encerramento de seu mandato. Pude ver seu empenho, juntamente com a diretoria da ABAV, e trabalho sério e profissional, buscando atender aos interesses dos agentes de viagens. Hoje sei como é difícil ser líder de entidade e como cada conquista vem depois de muita dedicação e trabalho.

Nem sempre é possível agradar a todos, mas dá para trabalhar com seriedade e foco. Isso foi feito e eu vi.

Os navios no cinema

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Alguém comentou, em um post anterior, que os navios de cruzeiros são muito mais do que um produto turístico e que o encantamento é o que faz o sucesso deste mercado. Concordo plenamente! Quem nunca fez uma viagem de navio, realmente não sabe o frisson que essas máquinas causam aos que assistem, do lado de dentro, a um navio zarpar. É mesmo uma sensação única!

E essa magia é tanta que rende, há décadas, inúmeros roteiros para o cinema, inclusive nacional, nos mais variados estilos: drama, suspense, romance, musical, comédia, animação e até seriado infantil. Por isso, hoje gostaria de sugerir alguns deles. Falei anteriormente do Amarcord, mas gostaria de citar outros que, para quem gosta de um bom filme, vale a pena assistir. Eis minhas sugestões de hoje:

– Quem diria que um dos seus trabalhos de destaque seria feito dentro de um cruzeiro? Marilyn Monroe, então novata, é a estrela da clássica comédia musical Os homens preferem as Loiras (1953). No filme, ela vive uma dançarina que embarca em um cruzeiro com destino a Paris, quando seu sogro decide conferir sua fidelidade.

– Para quem gosta de romance, vale a pena assistir ao Tarde demais para esquecer (1957), com Cary Grant e Deborah Kerr. Eles vivem um casal que se apaixona, adivinhem onde? Em uma viagem de cruzeiro!

– Este já é mais recente e é para quem gosta de drama: A lenda do pianista do mar (1998). É realmente muito bom! Conta a história de um pianista extraordinário que cresceu e desenvolveu seu dom, já devem imaginar onde…É, em um navio de cruzeiro, também!

Existem muitas outras opções que já são conhecidas (como o drama Titanic/ a comédia Cruzeiro das Loucas), mas quem souber de algum outro filme que tenha um navio de cruzeiro em seu roteiro, pode sugerir! E quem ainda não assistiu às opções acima, já tem sugestão para o fim de semana!