Viajando e aprendendo

Muito bacana a iniciativa de algumas escolas particulares do Rio de Janeiro, mostrada pelo jornal O Globo (21/11), de incluir viagens turísticas como complemento à grade curricular dos seus alunos. 

Esse sim é um projeto interessante que dinamiza o ensino e aguça o instinto curioso dos jovens, que são incentivados a conhecer de perto o que aprendem em sala de aula. Deveria ser matéria obrigatória no ensino brasileiro! 

Afinal de contas, quando a gente viaja, aprende muita coisa sobre história, geografia, biologia, cultura, não é mesmo? Por que não permitir que os nossos alunos realmente se apaixonem por esses assuntos? Duvido que a meninada não se interesse em aprender mais sobre espécies de plantas no meio do Pantanal, por exemplo, e sobre o comportamento dos animais em observações noturnas. Ou então, porque não aprender mais sobre a história do Brasil, visitando cidades importantes neste contexto, como Porto Seguro, com objetivo didático de verdade? 

Fica a sugestão aos nossos representantes e parlamentares que ainda não encontraram uma maneira de estimular o brasileiro a consumir o turismo nacional em todas as suas potencialidades.

Tags: , ,

Um comentário para “Viajando e aprendendo”

  1. ROCCO LAIETA disse:

    Comandante Ricardo
    Já está mais do que sacramentado de que a industria do Turismo seja qual for, é um retorno garantido para o país, estado, região veja o exemplo de tantos paises (Argentina mais imediato e vizinho) que tem menos destinos paradisiacos, tem mais fluxo de turistas que o Brasil, por possuirem mais estrutura, gente capacitada etc.etc.Os nossos governantes e mesmo todas as entidades de classe, investem muito pouco nos segmentos de formação profissional e cultura do turismo.
    Viajar é ir para a Universidade da Vida.
    abç

Deixe um comentário