As Descobertas

Costumo dizer que, assim como a navegação, minha historia com cruzeiros marítimos foi de alguma forma, guiada pelas estrelas.

Uma consulta a uma astróloga, logo após a conclusão de meu curso universitário, parecia já definir tudo: “você fará muitos cruzeiros marítimos”, previu ela. E ainda decretou na sequencia: ”vá trabalhar com turismo imediatamente”.

Nunca mais tive contato com ela, embora os amigos que conhecem esta história frequentemente peçam seu contato. Fato é que os 20 e tantos anos seguintes de minha vida profissional e pessoal foram preenchidos com muita navegação e muitas boas experiências a bordo de variados navios de cruzeiro.

Navegar, realmente nos proporciona visitas a diversos locais em uma única viagem. Mas penso que o ato de navegar trás ainda o mesmo encantamento que motivou sua origem: as grandes descobertas!  E podem ser descobertas de novos países, novas culturas, novos povos, novos amigos ou mesmo, a descoberta de uma nova versão de nós mesmo, que acredito ser a melhor descoberta possível, em uma boa viagem. Viajando, podemos nos descobrir mais relaxados, mais abertos ao desconhecido, mais dispostos a nos divertir. E um cruzeiro trás todos os ingredientes necessários para estas grandes descobertas.

Quando nos vemos entre o céu e o mar, parecemos mesmo em uma pequena ilha flutuante. Mas uma ilha que nos transporta e nos traz muito conforto, diversão, boa gastronomia, na maioria dos casos, e uma infinita possibilidade de diversão, E o que vale é a sua própria versão de diversão, que tanto pode ser deitar-se em uma espreguiçadeira e bebericar um drink, enquanto aguarda a próxima parada em uma nova cidade, pais, continente.  Ou ainda, testar a sorte num casino, assistir a um show, dançar até cansar, conhecer novas pessoas, enfim, seja qual for a expectativa de diversão, certamente a bordo de um cruzeiro haverá todas as chances de encontrá-la. Navegar abre todas estas possibilidades.

E nada mais interessante que observar o rosto de quem esta embarcando em um cruzeiro. Aquele sorriso de alegria, misturando ansiedade e satisfação é o primeiro sinal de o cruzeiro será uma divertida descoberta.

4 comentários para “As Descobertas”

  1. Osmar Souza disse:

    Estela,

    Esta mesma descoberta tive em 1972 ( faz tempo rsrsr ) quando pela primeira vez subi a bordo de um navio SS FRANCE depois passou a ser chamado SS NORAY.
    Nunca mais deixei de viajar em navios e se tornou uma de minhas grandes paixoes.

    Osmar

  2. Marianne Saramago disse:

    É , também tenho esse enorme prazer de navegar . Comecei aos 5 anos e não parei mais …Adoro ver o sol raiar em alguns meses do ano e sempre o por do sol . A vida em um navio me encanta e a possibilidade de a cada dia termos uma nova paisagem . Adorei e vou acompanhar vc por aqui !!

Deixe um comentário