Um notinha sobre Cabral, o Pedro Alvares

Como recentemente comemoramos a descoberta do Brasil, que claro, aconteceu pelos mares, gostaria de partilhar o trecho do livro de uma amiga, Paula Autran, que me emocionou e fez com que me identificasse com, quem diria…Cabral. O livro chama-se “Nos países de nomes impronunciáveis” . Aqui vai…

“Mesmo assustada, como Cabral e toda a sua tripulação certamente estariam quando se lançaram ao mar á nossa procura, eu sinto que preciso ir. Sei que eles vieram pelo nosso ouro, sei que é mentira quando nos dizem na escola que eles nos acharam por acaso. Mas não importa, acho que Cabral e a sua tripulação não ligavam para isso, não. Mesmo todo ouro do mundo não faz um homem se lançar ao mar. O que faz um homem se lançar ao mar é a vontade de viver, o desejo de aventura. de fazer valer a vida…”

E continuamos navegando.

2 comentários para “Um notinha sobre Cabral, o Pedro Alvares”

  1. rosalice fleury disse:

    Muito bom…eu digo mais…a vontade e possibilidade de ser livre..sem amarras .que só o oceano nos dá…

  2. Katia Ennes disse:

    Aventurar-se ao desconhecido talvez seja na essência, o que todo ser humano faz desde que nasce. Contudo, poucos são visionários a ponto de associar aquela linha no horizonte a incrível jornada que ela trará, se a motivação for maior do que se pode mensurar. Descobrir é o que nos faz continuar e desejar ir além. Linda lembrança a “notinha sobre Cabral”. Beijos menina…

Deixe um comentário