CARNAVAL EM TRAMANDAÍ…LITORAL GAÚCHO

Domingão de carnaval em Tramandaí – “hoje especial pra ti” – foi o comentário que eu mais ouvi… Minha familia está certa de que este tempo maravilhoso veio de encomenda pra mim, que há muitos anos não “veraneava” por aqui (o litoral do Rio Grande do Sul). Dia lindo de sol e céu muito azul, sem nenhum vento e com o mar supertransparente… Eu explico: esta combinação é bem rara por aqui. Geralmente, ou tem uma coisa ou tem outra! A costa gaúcha é “uma grande reta” – isto é, não tem recortes como o litoral de todo o País depois de Torres (que já é na divisa com Santa Catarina.) Eu estou em Tramandaí – a maior e mais populosa praia daqui. Então, o mar tem correntes diferentes que geralmente são geladas – a areia é tao fininha que em dias de vento dói quando bate nas pernas… Já estive aqui em dias que ventava tão forte que até os guardassois (agora sem hífen ???) voavam…. Tramandaí fica a uns 130 km de Porto Alegre e foi aqui que sempre passei temporadas no verão – tem um forte apelo de boas recordações.

Tem uma rotina muito própria – de manhã vai todo mundo pra praia com o chimarrão…claro, tem a cervejinha e o milho cozido…. Jogar “frescobol” – nao venham com tênis ou raquete que ninguém vai saber o que é! andar de “morey” (pranchas…) , caminhar até a plataforma…

Uma coisa que achei bem legal é que a consciência sobre a fragilidade do meio ambiente está em todo lugar. Veja o acesso para a praia – são varias passarelas de madeira por sobre os comoros (pequenas dunas de areia) – uma vez que caminhar sobre eles destrói a vegetação, que é a responsável pela manutenção deles. De outra forma, o vento (aquele que derruba guardassóis…) leva a areia e os destrói, fazendo com que o mar avance e assim por diante

[photopress:heloc1.jpg,full,pp_image]

[photopress:heloc2.jpg,full,pp_image]

[photopress:heloc4.jpg,full,pp_image]

[photopress:heloc3.jpg,full,pp_image]
As gurias e os guris
Estão por todos os lados – lindos e bronzeados – aproveitando os últimos dias antes de iniciar o ano letivo. Aqui as aulas em geral só começam em março. Na foto, minhas duas sobrinhas – Marcela e Mariana – exemplos da “gurizada” gaúcha.

Heloisa Prass, de Tramandaí

CENAS DE BEZERROS

Carnaval no interior de Pernambuco. O que esperar? Um carnaval à moda antiga, tranquilo, com muita criatividade e animação. Foi o que vimos hoje em Bezerros, a 107 km de Recife, no caminho para Caruaru. Nem a chuva atrapalhou. A cidade é conhecida pelos papangus (foliões completamente fantasiados, com máscaras, de modo a não serem reconhecidos), mas teve de tudo, do maracatu ao frevo, das marchinhas de antigamente ( que tal brincar carnaval por ruazinhas estreitas cantando “ôôô, Aurora”, “se você pensa que cachaça é água…” e até “Maria Sapatão, Sapatão, Sapatão…”?) ao mangue beat… Lembra o carnaval de Olinda, em um ritmo mais light.
Mais que descrever esse carnaval que merece ser descoberto, escolhi algumas fotos da festa de Bezerros, onde passamos apenas quatro horinhas, muito divertidas, apesar da chuva.
[photopress:blogpapa1.jpg,full,pp_image]
Alguns nomes das lojas no circuito de carnaval são muito divertidos. Por exemplo, a DenilSom, que deve formar o som do nome do dono (Denilson)…

[photopress:blogpapa2.jpg,full,pp_image]
Há velhinhos que se fantasiam e seguem os blocos…Outros ficam, fantasiados, olhando o movimento. Esta aqui parece viajar no tempo… lembrando da infância querida, que os anos não trazem mais. Mas o carnaval sim

[photopress:blogpapa3.jpg,full,pp_image]
Proposital ou não…esse point (ou pôinte) chama a atenção

[photopress:blogpapa4.jpg,full,pp_image]
Tem papangu que faz malabarismo, mas consegue acender o cigarrinho e fumar

[photopress:blogpapa5.jpg,full,pp_image]
Aqui carnaval rima com criança. E essa, vejam as mãos, já brincou muito… Eu fico com a pureza da resposta das crianças…

[photopress:blogpapa6.jpg,full,pp_image]
Será que a banda que passava tocava coisas de amor?

[photopress:blogpapa7.jpg,full,pp_image]
Depilação com trocadilho…

[photopress:blogpapa8.jpg,full,pp_image]
Loja real para loteria virtual? Quem se importa? O negócio é continuar com a perseverança…que rima com a última que morre

[photopress:blogpapa9.jpg,full,pp_image]
Personagem típico de qualquer carnaval. E esse ouviu a recomendação: bebeu e não dirigiu

[photopress:blogpapa10.jpg,full,pp_image]
Encontro de carnaval… ou será que ela (bem à direita da foto) ria mesmo era dos cabelos azuis do rapaz?

Artur Luiz Andrade

UM OLHO NO PEIXE (OU MELHOR, NO GALO) E OUTRO NA DILMA…

Conheci o carnaval do Recife no ano passado e me apaixonei. Para um carioca admitir que há carnavais tão bons quanto o do Rio não é fácil, pois o grau de exigência é grande. Mas o de Recife é colorido, diverso, divertido, democrático e cabe quase tudo…quase, pois axé não entra. E isso é bom, pois quem quer axé tem local para isso (vejam os posts de Gabriel Guirão sobre o carnaval de Salvador).
O carnaval de Recife (e este ano vou conhecer também o de Bezerros e seus famosos papa-angus) é uma maratona de prazer para todos os sentidos. A estreia ontem foi morna, com Caetano Veloso, mas hoje o Galo da Madrugada, o bloco de um, dois, três, n milhões de foliões, mostrou que o carnaval começa mesmo, como diz a música, com o Galo.
Este ano troquei de lado no Galo. No ano passado, assisti do camarote da Prefeitura. Este ano, do outro lado da praça, no do Governo do Estado. O Galo ia vindo muito bem e animado, quando, de repente, tumulto no camarote. Só podia ser ela, a superministra Dilma Rousseff, que ontem já estivera na abertura do carnaval (veja no Portal PANROTAS). Ou seja, enquanto os trios passavam, e sobre eles nomes como Elba Ramalho, Toni Garrido, Antonio Nóbrega, Alceu Valença, Lenine, Nena Queiroga, entre outros, eu também disputava espaço com os fotógrafos e suas lentes poderosas, para tirar fotos da Dilma, do ministro Barretto (que amanhã aparece no carnaval do Rio e segunda no de Salvador) e outras autoridades. Eu e minha Canon compacta… Os fotógrafos até que foram gentis. No máximo pediam para eu abaixar a mão de vez em quando.
Dilma foi muito festejada, mas muitos ainda não a reconhecem. Inclusive os cantores dos trios, que falavam dos olhos azuis do governador Eduardo Campos, da simpatia do prefeito João Costa e acabavam pulando aquela senhora animada ali no meio. Sorridente e esforçada, Dilma talvez esteja exagerando em querer agradar, pois tudo que dão para ela experimentar ela coloca na cabeça. Não sei se está àvontade e também não sei se candidato (ou pré-candidato) tem de fazer tudo para agradar… Lembro de Serra e FHC comendo com o povão, Marta pulando as poças de água… Dilma foi muito direta e transparente na entrevista coletiva ontem, passa o sentimento de que comanda e sabe o que faz… Mas a mudança, inclusive do visual, foi muito brusca. Mas, pelo visto, para melhor. Todos querem tirar fotos com a presidenta…
Amanhã vamos a Bezerros e acredito que Dilma já não estará no Recife. Minha humilde lente estará 100% voltada para a festa do papa-angu…

[photopress:Carnaval_Recife_21fev09_041.jpg,full,pp_image]
Às vezes o que se consegue é isso: o governador e Dilma Rousseff de costas, assistindo ao Galo… Quem quiser conferir os olhos azuis de Eduardo Campos e o new look da ministra Dilma acesse o Plantão de Notícias do Portal PANROTAS

[photopress:Carnaval_Recife_21fev09_008.jpg,full,pp_image]
Eu no camarote do Governo de Pernambuco…Ainda consegui um adereço de última hora, customizado ali mesmo…

Artur Luiz Andrade