Mais dicas (ainda) sobre Londres

Já passei por Amsterdã, Oslo e agora estou em Taormina (Itália), mas vale resgatar algumas dicas sobre Londres, que havia anotado mas ainda não tinha passado para o blog.

Jubilee Walkway:
[photopress:2009_07_17_London__043.jpg,full,pp_image]

Um passeio autônomo pelos principais pontos turísticos da cidade. As placas explicativas deste circuito, que ficam presas ao piso das calçadas, foram instaladas para comemorar o Jubileu de Prata da Rainha Elizabeth II em 1977 e circunda o centro de Londres incluindo os principais prédios históricos e lugares com lindas vistas da cidade, como a Tower Bridge, Torre de Londres, o teatro Globe (reconstrução do teatro em que Shakespeare apresentava suas peças), Tate Modern, London Eye, o Parlamento e o Big Ben e a Abadia de Westminster entre outros. Tem aproximadamente 22 km de percurso. Mais detalhes em www.jubileewalkway.com

Torre de Londres:
[photopress:2009_07_16_London__112.jpg,full,pp_image]

A visita à parte interna da Torre é paga, mas para conhecer suas redondezas não se paga nada e pode ser bastante interessante. Saindo da Tower Bridge, entre o Tâmisa e a Torre pode-se ver algumas das atrações, como o Portão dos Traidores, antes diretamente ligado ao rio, por onde eram levados os presos para a prisão. No centro de visitantes, onde se adquire o ingresso para entrar na Torre também é apresentado um pequeno vídeo com as principais atrações da torre e um pouco de sua história, também gratuito. A área da “Tower Hill”, que é uma grande praça com vista para o rio e a Torre, você pode curtir enquanto come seu tradicional “Fish and Chips”, peixe com batata frita, a típica comida britânica (ok, alguns dizem que com a influência da imigração indiana agora é arroz com curry). Uma dica é não comprar nas duas lanchonetes mais próximas ao Visitor Center, mas uma um pouco mais acima – Tower Hill Dinner -, perto da galeria Tower Hill Vaults, que sai um pouco mais barato.

[photopress:2009_07_16_London__115.jpg,full,pp_image]
Torre de Londres – entrada

No topo da Tower Hill, no caminho para a estação do metrô, ainda se pode conhecer o jardim da Trinity Square, com um Memorial da I Guerra Mundial e também, bem em cima da entrada da estação, uma outra praça com um relógio de sol que tem em sua borda uma linha do tempo da história da cidade, alem de uma vista excelente da Torre de Londres e da Tower Hill.
[photopress:2009_07_16_London__110.jpg,full,pp_image]
Vista da entrada da Torre de Londres

[photopress:2009_07_16_London__118.jpg,full,pp_image]
Vista da torre desde Tower Hill

[photopress:2009_07_16_London__120.jpg,full,pp_image]
Esplanada da Tower Hill

[photopress:2009_07_16_London__127.jpg,full,pp_image]
Relógio de sol sobre a estação de Tower Hill

Mercado de Portobello:
[photopress:2009_07_18_London__006.jpg,full,pp_image]
Funciona aos sábados e pode ser acessado pela estação do metrô de Notting Hill Gate. O melhor horário é das 10h da manha até as 16h da tarde, quando as barracas começam a ser desmontadas. Sugiro deixar para tomar o café da manhã em alguma das barraca do mercado. É um ótimo lugar para comprar suvenires, antiguidades e curiosidades, isso há mais de 100 anos! Também se encontram roupas, LPs, CDs, miniaturas, chapéus e por aí vai, nos vários quarteirões deste incrível mercado de rua. Se não quiser comprar nada e só passear, também é diversão garantida.

[photopress:2009_07_18_London__017.jpg,full,pp_image]
Banda de máquinas fotográficas antigas

[photopress:2009_07_18_London__020.jpg,full,pp_image]
E outra de bolas de futebol

[photopress:2009_07_18_London__040.jpg,full,pp_image]
Soldadinhos de chumbo

[photopress:2009_07_18_London__043.jpg,full,pp_image]
Carimbos

[photopress:2009_07_18_London__044.jpg,full,pp_image]
Era uma vez…sem final feliz

[photopress:2009_07_18_London__059.jpg,full,pp_image]
Camisetas super fashion

Serpentine Gallery:
[photopress:2009_07_18_London__095.jpg,full,pp_image]
Esta galeria, no “The Ring” do Hyde Park é até interessante, mas legal mesmo é o pavilhão temporário que é construído todo ano ao lado da galeria. Sempre é escolhido um arquiteto – ou escritório de arquitetura – diferente, que não tenha projetado nada na cidade. Neste ano, uma incrível cobertura metálica, como um espelho, fica quase que flutuando sobre os delgados postes que a sustentam. Brincar com o seu reflexo nesta cobertura é divertidíssimo e rende ótimas fotos. Entrada gratuita.

[photopress:2009_07_18_London__097.jpg,full,pp_image]
[photopress:2009_07_18_London__107.jpg,full,pp_image]
[photopress:2009_07_18_London__151.jpg,full,pp_image]
[photopress:2009_07_18_London__154.jpg,full,pp_image]
Brincadeiras no pavilhão temporário

Para uma balada diferente, recomendo a SHUNT (shunt.co.uk) algo entre bar, balada e centro de arte e performance. A melhor noite é a de sábado e só pela visita ao lugar já vale o valor da entrada. No “subterrâneo”, embaixo dos arcos da London Bridge, você realmente se sente embaixo da terra! A entrada é praticamente dentro da estação do Tube “London Bridge”, na Joiner St. – cuidado para não perdê-la!, e tem a principal, no número 10-20 da Stainer St. Não deixe de levar uma identificação com foto (nosso RG/carteira de motorista é suficiente), que deve ser apresentada na entrada.

Restaurantes bons e baratos:
Bodean’s BBQ – a melhor costela de porco (ribs) deste lado do Atlântico, segundo a revista Time Out. Fica no Soho, no numero 10 da Poland St. (e mais quatro endereços – www.bodeansbbq.com). Uma refeição de costela, com batatas e bebida (refrigerante refil e cerveja) por £ 10 (dez libras).

La Porchetta Pollo: pizza e pasta, bastante barato e em grande quantidade. Também no Soho, no número 20 da Old Compton St. Fomos em 6 e pedimos 4 pratos, entre macarrão e pizza, e todos se fartaram.

Mui & Bay Chinese Restaurant: tambem no Soho, bem perto da estacao de Leicester Sq. do metro. Comida muitissimo saborosa e barata. Menos de £5.00 por uma refeicao sem bebida. 69 Charing Cross Rd.

Abeno Too – www.abeno.co.uk – 17-18 Great Newport St. Tambem perto da Leicester Square (onde ficam todos os de Londres). Serve uma comida japonesa que eu não conhecia, o tal Okonomi-Yaki. Voce escolhe os ingredientes e a mocinha prepara sua comida diretamente na chapa que fica no centro da mesa. É uma mistura de panqueca com omelete muito interessante e saborosa. Da para pedir a porção padrão individual. Sugiro que cada um peça um diferente e todos compartilhem para provar os diferentes sabores.

Vista da Cidade da Waterloo Bridge: acho que é a vista mais completa. De um lado se vê a Catedral de St. Paul, com a City e seus prédios modernos ao fundo. Do outro lado, a London Eye, Parlamento e Big Ben. Melhor ainda a noite e excelente, imperdível, se der sorte de ter uma lua como a que eu peguei. De graça é melhor ainda!
[photopress:2009_07_14_London__126.jpg,full,pp_image]

[photopress:2009_07_14_London__131.jpg,full,pp_image]

Jaime Scatena
Fotógrafo e engenheiro
Especial para o Blog PANROTAS Em Viagem

Postagens relacionadas

Published by

One thought on “Mais dicas (ainda) sobre Londres

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *