Pacotes, ajustes e FMI

Passei anos trabalhando em turismo, agora já se vão quase 20, mas eram 17, sem conhecer Portugal… Já pegava mal e eu até andava escondendo o fato. Mas nos últimos três anos estive três vezes no país – e olha que andei, vi bastante coisa. Já sou quase uma expert… he he.

Fui muito além do eixo Lisboa-Fátima, que sempre sonhei conhecer. A emoção, pode-se dizer, é um dos pontos altos da visita. Não apenas em Fátima, onde vou me emocionar sempre, mas em todo o país.

Não há destino fora do Brasil com o qual nos identifiquemos tanto – pelos laços históricos e culturais que temos com Portugal. Podemos gostar mais de outros lugares, inclusive eu me encaixo nessa categoria em várias situações, mas é impossível não ver um pedacinho do Brasil em cada parte que visitamos de Portugal. E não se sentir em casa com isso.

E há boas surpresas, que vou contar em outro post, pois sempre me impressiono como pode um país tão pequeno ter paisagens, climas, costumes tão distintos…

Por ora, convido vocês para se impressionarem com a riqueza histórica presente na hotelaria portuguesa… Eles estão em crise, com pacote econômico, ajuste fiscal, FMI, aquelas coisas que conhecemos tão bem. Mas nos empreendimentos turísticos não vemos nada que mostre isso.

Vemos sim, uma hotelaria rica, que une o clássico e o moderno como poucos. E há espaço, claro, para empreendimentos novíssimos.

Conheçam um pouco dos hotéis que visitamos na minha última ida a Portugal, em maio, para a Convenção Internacional da Abav. E marquem suas viagens ou mandem muitos clientes para lá. Será impossível não gostar…

A Pousada de Portugal de Alcácer do Sal, Alentejo, já foi forte e convento. Em seu subsolo há ruínas arqueológicas e um museu. Impressionante

Outra bela Pousada de Portugal, de frente para Basílica de Santa Luzia (Sacre Coeur), em Viana do Castelo, no Minho

O Convento do Espinheiro Resort & Spa, em Évora, já foi convento e hoje é hotel de luxo com uma belíssima igreja

No Mar de Ar Aqueduto (Évora, Alentejo), ambientes modernos contrastam com o aqueduto do século 16 que fica em seu “quintal”

No centro histórico do Porto, o hotel Infante de Sagres uniu o clássico e o moderno após reforma de US$ 2 milhões

Também no Porto, The Yeatman é um hotel vínico, com spa temático e cama da suíte representando um tonel. Tudo bem, a cama suscitou comentários apaixonados, do tipo amem ou deixem, mas o hotel, inaugurado em setembro, tem espaços belíssimos, um spa só com produtos da marca Caudalie, todos derivados do vinho, e uma adega de preciosidades. Sem falar na vista para o Douro de todos os apartamentos

Em Troia, há cassino. Blue & Green Resort lembra um hotel americano pelos espaços. Na decoração, destaque para o sapato feito todo de panelas

Hotel Altis Belém, Lisboa. Painel da suíte Rio – cada uma é diferente da outra -, de dois quartos e do spa Karin Herzog, suíço, tendo como base nada menos que o chocolate e o oxigênio

FABIOLA BEMFEITO

Viagem a convite de Abav e Turismo de Portugal, voando Tap, com assistência internacional GTA e Travel Ace

Postagens relacionadas

Published by

One thought on “Pacotes, ajustes e FMI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *