Sapato de panela para reflexão… Ou gozação

Viajar é cultura. Isso todos já sabemos… Pois uma escultura prateada, contemporânea, enorme, chama atenção no lobby do hotel Blue & Green, em Tróia, no Alentejo, em Portugal, onde estive neste mês de maio. O hotel é moderno, clean, lembra um hotel americano, com quartos bem grandes e amplos espaços.

Já a escultura é um grande sapato, semelhante a um sapatinho de cristal da Cinderela. Mas nada diferente, em forma, dos modelos de hoje. A diferença é que ele é todo feito de panelas…

Mas brasileiros não perdem a piada. Ainda mais em Portugal… No grupo em que estava, uns logo defenderam que a escultura representava a mudança vivida pela mulher, que saiu “da cozinha” para uma vida profissional bem-sucedida, para as noites de diversão com os amigos – ou para os dois, como prefiro, sem qualquer pendência ao feminismo exacerbado.


Já alguns visitantes, mais brincalhões, machistas – ou os dois -, zoavam a mulherada dizendo que o significado do altíssimo sapato de panelas remetia ao fato de que a mulher tinha tentado sair da bendita cozinha, mas não conseguia. Nem com todo o salto alto…


Vale observar os detalhes. A parte que equivaleria ao couro em um sapato tradicional (frente e o apoio traseiro), é toda feita de tampas de panela, de aço inox, iguais e brilhantes. O apoio do pé é de panelas viradas, todas do mesmo tamanho. E o salto também é de panelas, porém de tamanhos distintos – elas diminuem de cima abaixo para fazer o efeito do salto…

O nome da escultura é Cinderella’s Slipper, sugestivamente algo como o “Chinelo da Cinderela”. Acho que representa mesmo o direito de A Gata Borralheira pisar e sapatear em cima das panelas… Mas independente do que se ache, aí está o valor da arte, de suscitar discussões e reflexões – mesmo em tom de brincadeira ou por mais contemporânea que ela seja.

Eu prefiro achar que a mulher, de acordo com seu jogo de cintura e prioridades, aprendeu a se equilibrar, entre a cozinha (que ela tem todo o direito até de gostar), a vida profissional bem-sucedida e a balada – e sem cair do salto. Mas aí vai de cada um. Ou de cada uma…

Aqui, uma geral da escultura, que pode ser comparada às escadas, sofás, para compreender como ela se insere na decoração do hotel

FABIOLA BEMFEITO

Viagem a convite de Abav e Turismo de Portugal, voando Tap, com assistência internacional GTA e Travel Ace

Postagens relacionadas

Published by

4 thoughts on “Sapato de panela para reflexão… Ou gozação

  1. Fabiola, gostei muito da escultura (sapato feito de panelas e tampas), ideia maravilhosa, espetacular. E gostei mais ainda do seu último comentário, sobre o jogo de cintura da Mulher. Aqui vai um comentário meu: “””só a mulher tem”””.
    Bjs da sua Mãe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *