Chama o bombeiro

Então temos novo ministro do Turismo. O 12º se não estou equivocado (contando o interino Alberto Alves e as duas gestões de Henrique Alves). Os líderes do setor, vacinados, foram conferir a posse de Vinicius Lummertz, que tem pouco tempo para fazer algo que nem iremos cobrar. Afinal, e é por isso que os líderes de entidades estavam por lá, se o MTur não atrapalhar e ajudar a derrubar possíveis leis mirabolantes que aparecem de repente, já está bom. São 15 anos de pasta e até agora “não fez por onde”, como se diz por aí. Apesar do bom corpo técnico, da boa vontade e do encantamento que os números do setor causam nos novos ministros… ainda não foi decisivo para a indústria, a não ser para apagar incêndios. Mas é muito pouco (funcionar como bombeiro) em uma das maiores economias turísticas do mundo. Por ora, estamos como Magda, Edmar e cia na foto oficial: cara de paisagem.

PS: Ainda acredito na pasta Turismo independente, mas modelos híbridos podem funcionar também. Quero apenas ela mais forte, atuante, constante e ao lado da indústria.

Postagens relacionadas

Published by

Artur Luiz Andrade

Artur Luiz Andrade é carioca, taurino, jornalista e nasceu em 1969. É editor-chefe da PANROTAS Editora e mora em São Paulo desde 1998

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *