Compartilhando e curtindo na Copa

Muito faladas e ainda pouco exploradas ou mensuradas no turismo, as redes sociais estão batendo todos os recordes durante a Copa do Mundo FIFA.
No Twitter, cerca de 300 mil tuites feitos em 15 dias de evento, o dobro dos 16 dias dos Jogos Londres 2012.
Ainda no Twitter, os 3 perfis de lugares (cidade, país, restaurante, shopping, centro cultural) que mais cresceram em junho no Brasil (Embratur), CCBB Rio e Veja Rio. Crescimento à partir do início da Copa (pesquisa Pires & Associados).
Nos estádios, foram 32 milhões de fotos enviadas durante os jogos e 31,7 milhões de comunicações de dados como emails, mensagens muntimídia e imagens (dados SindiTelebrasil)
Qual o feito disso no melhor conhecimento do Brasil e na qualidade da experiência dos estrangeiros e brasileiros em viajem ?

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e da MATCHER Travel Business.Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

4 thoughts on “Compartilhando e curtindo na Copa

  1. Jeanine.
    Estamos realizando a melhor das copas e a maior oportunidade de divulgação do nosso país em todo o mundo, apesar dos pessimistas, dos viralatas, do estadão, veja, globo, folha de sp. Cadê aqueles que jogaram contra, lembra imagine na copa¨,¨ nao vai ter copa¨ ?
    Abraços.

    1. Comendo amendoim japones, paçoca e ouvindo falar de Belo Horizonte, Brasilia, Manaus, Rio, Sao Paulo, Porto Alegre… Jogos, Anuncios, Documentarios e mais documentarios, fica até dificil acreditar. Hoje vou em uma agencia de viagens aqui de Paris ver qual é o oferta para o Brasil.

      1. Silvia, vamos ver como será o comportamento pós Copa, assim como as ações de promoção que podem e devem ser intensificadas. Ainda temos o balanço da Copa e os desafios da Rio 2016, aí sim temos uma oportunidade ainda mais ampla e maior de promoção de imagem.
        Espero que o país aproveite melhor a oportunidade de promoção de imagem na Rio 2016, pois na Copa, na minha opinião, faltou uma estratégia unificada de país ( além do turismo )
        Beijo
        Jeanine

    2. Mário, em todos os países que recebem os megaeventos existe a expeculação ou descrédito. Em nosso caso, além de alguns problemas concretos, ainda estamos em época de eleições. O importante agora é avaliarmos os impactos positivos, ver os desafios não vencidos e tentar melhorar para os Jogos Rio 2016 e para o futuro do turismo.
      Obrigada pelo comentário
      Jeanine

Deixe uma resposta para Jeanine Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *