AOS QUE AINDA NÃO SENTIRAM MINHA FALTA…

… tô voltando, aos poucos. Acho que tô com dengue. Mas o exame só pode ser feito uma semana depois dos primeiros sintomas (hoje ou amanhã). Mas deve ser mesmo,  pois a sensação é de uma surra por dia. Bem dada.

No hospital, lotado – hospital de elite que tem plano de saúde – a médica me diz que a maioria é paciente com necessidade de apoio psíquico. Hum? Como assim? O mundo enlouqueceu? Não. O mundo está carente. Segundo ela, são pessoas sozinhas que acham que uma dor de cabeça pode vir de um aneurisma. Precisam conversar, precisam ver gente. Ainda bem que minha surra não era imaginária… Nem todos os outros sintomas de dengue.

Agora, onde é que esse infeliz desse mosquito me picou? Tudo isso somado ao excesso de trabalho e a uma amidalite, fiquei fora do ar por alguns dias. Nunca dormi tanto.

Enquanto isso, Fabíola toma conta de Emerson em Orlando, que ia ser meu papel. Há males que vêm para o bem. Com ela, Remi pode tomar uma cervejinha no final do dia hehehe

Abraços

Published by

Artur Andrade

Artur Luiz Andrade é carioca, taurino, jornalista e nasceu em 1969. É editor-chefe da PANROTAS Editora e mora em São Paulo desde 1998

0 thoughts on “AOS QUE AINDA NÃO SENTIRAM MINHA FALTA…

  1. Fique bom logo chefe! Meu pai também está com Dengue, ficou derrubado. Doença transmitida por mosquito, coisa de 3º mundo bem atrasado…mas ainda gostamos de arrotar queo Brasil já tá no “clube dos bacanas”. Abraço!

  2. Como pode algo tão pequeno derrubar alguem tão grande! Eu sei como a dengue nos derruba. Estimo melhoras e espero que a pausa forçada traga bons post! Abraços

  3. ô benhê…..

    será que alguém não sentiu sua falta? duvido

    no Encontro Ancoradouro você foi tema recorrente (e preocupante)…

    bjus e volte logo esbanjando saúde!

  4. Não precisa ser médica para saber que as pessoas estão carentes. Levanta a mão a que não sentir falta de gente, de conversar, de dividir e olha que tem gente que vive rodeadas de pessoas e assim mesmo é carente. Eu sou carente ! Tem dias que mais e outros que menos e outros dias não dá para perceber a carencia. Melhoras para você que nos deixou nesses dias “carentes” de artigos instigantes, que mexem com a gente e que põe as pessoas para pensar. Se cuida !

  5. Que coisa ver que nossa constatação de que o mundo andava carente já virou diagnóstico médico… he he.

    Gostei também de Conrado questionando como pode algo tão pequeno derrubar alguém tão grande…rs. A natureza é um mistério…

    No mais, devo dizer que Emerson está muito exemplar, ainda não tomou nem meia cerveja. Mas até o fim da semana, perverto ele.

    Remi aproveita para agradecer, não apenas pela autorização para a cervejinha no fim do dia, mas pela força toda que você deu para que ele pudesse estar aqui. Está curtindo muito, mas ainda não teve tempo de andar em um brinquedinho, só trabalhamos, mas vamos resolver isso também.

    Ontem ele viu Shamu Rocks, pelas lentes, porque fotografou o tempo todo. Depois coloco mais um post das aventuras dele em Orlando.

    Bjs e se cuida porque mesmo que não percebam (até parece…) você faz muita falta.

  6. Artur,
    Se der para usar este tempo de “resguardo” para refletir e planejar, veja que ainda dá para reverter um pouco da insanidade desta vida em momentos de prazer e tranquilidade. Assim, diminui-se o risco de um próximo check-in no hospital, ainda que para trocar uma idéia emocional com os médicos de plantão…
    Beijo, fique bem logo. E se der, aceite nosso convite para uma palestra…

  7. Artur,querido.
    Só quem já enfrentou este infeliz mosquito pode saber o que vc está passando.Já tive dengue 2 vezes e me revolta o descaso das autoridades…Mas quem ainda quer morar aqui,,tem que enfrentar isto.Estou em Fortaleza acompanhado minha Mãe que está doente ,e aqui também,os hospitais estão lotados com pacientes apresentando sintomas de dengue.
    Beijos
    Heliete

  8. Querido, Artur

    Como não sentir sua falta!!!!!!
    Se precisar vou até sua casa para cuidar e dar carinho ao amigo carente.
    Uma jovem com eu, que está para completar 70 anos de idade, sabe muito bem preparar um bom chá com torradas, ótimo para acompanhar um jogo de carteado.

    Beijos,
    Marily

  9. Melhoras…. mas console-se… na California e em New York tambem existe dengue… não somos tão 3o mundo assim não… somos do time dos bacanas sim, como não… afinal temos de nos valorizar não é?

  10. Se eu fosse vc, aceitava logo essa oferta da Marily, apesar do apoio da Eliana, que até cozinheira virou, quem diria!
    Beijo,

  11. Aí, dengoso!

    Deixa de onda que isso tudo é psicossomático: o psiquiatra soma todas as consultas e cobra uma fortuna!! Daí o infarto e o hospital..rs.

    Boa recuperação e SAI DESTE COMPUTADOR, MENINO!

  12. Fala galera…o mosquito (ou sei lá o que é, amanhã vou fazer o exame) não me deixa ainda responder a um por um, mas obrigado pelas ofertas, propostas, dicas e pelo carinho em geral. Prometo voltar logo… É bom que se eu ligar pra cada um, deu tempo de curar… Abraços

  13. Querido Amigo,
    Faço poucos comentários…. leio quase todos os blogs de todos (humm), não posso revelar minha preferência… mas li agora este seu blog e não pude deixar de contribuir para sua recuperação dengosa: sentimos sim sua falta!

    Bjs e melhoras,
    Solange Vabo

    1. já vai agendando um camarãozinho para celebrar 100 posts do Vabo, 100 gols do Rogério Ceni, e os 100 anos de turismo (ou quase isso) que eu e Fabíola vamos fazer em maio…beijos

  14. Artur,
    melhoras para você e, ao contrário do que pensa, sentimos sua falta, sim!
    Descanse e volte logo para nos presentear e nos divertir com seus textos!

  15. Caro Artur,

    Com tantos ‘medicos’ opinando e tanta gente torcendo, sinto-me obrigado a enviar-te uma receita (tiro e queda!):

    assista um jogo do Curintia e a imunizacao e instantanea…

    Bencaos do Senhor e meu abraco desde MAN,

    Marcos

  16. A Paz Marcos, vigia irmão, respeita o Todo Poderoso! Tem que orar pelo irmão Artur.

    Agora que todos deram corda, o Artur volta com força total Hehe.

    Welcome Back!

  17. Prezado Artur,

    Vou te poupar de suposiçoes sórdidas sobre a vasta possibilidade de onde é que o mosquito possa ter picado… rsrsrsrs Concordamos que o pequeno meliante nao teve dificuldades em encontrar uma área disponível… Brincadeiras à parte, desejo-lhe uma pronta recuperaçao. Sobre dengue e suas consequências, lembre-se de beber MUITA água.

    Abraços,

    1. Deixando as suposições de lado… desafio foi beber muita água, pois geralmente eu não bebo água. Mas consegui esvaziar algumas garrafas. Orgulho total… Espero que o hábito fique. E o turismo? Tudo bem? Muitos voos no Rio, aeroporto tinindo…

  18. Caro Thiago,

    Voce nao imagina como me relaciono com o Senhor…

    Se passei outra impressao a ti, perdoe este irmao.

    Bencaos (e ao Artur, tambem) e meu abraco,

    Marcos

  19. Marcos, não causou impressão nenhuma!

    Sou seu irmão em Cristo, coloquei o Artur nas orações!

    Você sabia que o turismo “Cristão” tem que crescido absurdamente no Brasil ?

    God Bless!

  20. Oi Artur , Boa Noite !!

    Meus sinceros votos de restabelecimento
    É isso aí , viver num Pais que tem além da Dengue , Malária (vide Mato Grosso, Rondonia) , Leishmaniose , Greve de médicos e outros que tais….
    Foi pouco , acredite .
    Vamos ao trabalho ?
    Que tal o depoimento do Ministro Pedro Novais à CTD na Câmara??
    Desculpe-me a ironia , mas não tiraram nenhuma foto dele com o sorriso Kolynos para postar ??
    Artur , Tudo muito bom , tudo muito brilhante , MAS essa é a hora de se fazer presente , de acontecer , de marcar presença , de definitivamente o TURISMO ser uma atividade DE VERDADE no Brasil.
    Pense nisso , vale a pena …..
    Grande Abraço de quem ainda acredita na IMPRENSA
    Hélio

    PS > Vai Publicar ? Quero ver !!

    1. Hélio, obrigado pelo comentário. Já estou quase de volta hehe. Quanto ao Turismo, ao Esporte… Aguardem até Henrique Meirelles arregaçar as mangas. Alguém acha que fará sombra a ele?

  21. Artur,

    Te acho um cara super fofo e a forma que postou veio na minha mente um menino afastado de seu brinquedo e olhando pelas grades do portão as outras crianças brincando na rua. Rss

    Sentimos sim sua falta. Melhoras, se cuida. Tem muita gente que você não conhece que te adora… Eu consigo fácil montar um pequeno fã clube seu só com pessos que passaram pelo setor em que eu trabalhava. Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *