O Brasil como destino

Como tratar o 5º maior país do mundo em área e 6º em população, como um destino único?

Abrigamos a maior biodiversidade do planeta e mais de duas mil praias espalhadas por 7,5 mil km de litoral. Também estão aqui a maior planície alagável do mundo, o maior rio do mundo, a maior floresta do mundo, além de cânions, cachoeiras, chapadas, cidades pulsantes, ícones da arquitetura mundial e tantos outros atrativos únicos. Somos, geograficamente, o país mais diverso do planeta.

Mesmo com tantas belezas superlativas, é legítimo dizer que o maior patrimônio nacional é nosso povo. Plural, complexo e autêntico.

A soma desses fatores leva a uma pergunta óbvia: com tudo isso, por que não somos uma potência turística mundial?

O objetivo deste espaço é navegar pelas nuances desse negócio: Quais são as nossas forças e fraquezas? Nossos principais destinos e seus diferenciais? O que falta para sermos competitivos de verdade? Estamos no caminho certo?

Por que um viajante internacional, seja ele de Londres, de Santiago ou de Tóquio, decide vir ao Brasil e não a outro país? O que esse viajante privilegia e do que ele abre mão? O que temos que não é possível achar em outro lugar?

E – tão ou mais importante que isso – em que medida entregamos o que era esperado?

Ao fazer esse exercício é preciso partir de uma ótica diferente, assumindo o olhar de um viajante estrangeiro planejando uma viagem a um destino tido como exótico – o que nem sempre é tarefa fácil.

Convido todos a dividir opiniões, sugestões e ideias a respeito deste tema aqui neste espaço. Será um prazer.

Até breve.

Published by

One thought on “O Brasil como destino

  1. Pedro Treacher!! É com muito orgulho que leio seu blog falando do potencial do Brasil em termos de turismo. Temos tudo para sermos os maiores e principalmente com profissionais como você liderando este movimento. Parabéns e ficamos torcendo pelo seu sucesso nesta bela empreitada pelo Brasil afora.
    Alix e Bartô Berkes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *