Rio Sena Paris

Ducasse sur Seine e Jules Vernes, as novidades da semana

Envolto de vidros permitindo uma excelente vista panorâmica e dotado de 130 lugares, o novo cruzeiro Ducasse sur Seine partirá do privilegiado porto de embarque Debilly em frente à Torre Eiffel, na margem direita do Rio Sena. Tendo o famoso e estrelado chefe Alain Ducasse à frente do projeto, “Ducasse sur Seine” inova o mercado de cruzeiros no Rio Sena com uma proposta ecológica e gastronômica. O barco elétrico promete menos poluição e mais silêncio, enquanto Alain Ducasse garante a qualidade superior dos produtos à mesa.

A mudança no cenário fluvial parisiense não é a única novidade. Para se dedicar ao projeto, o cozinheiro deixou o restaurante do piso superior da Torre Eiffel, o Jules Vernes, que será gerenciado a partir de agora pela empresa Sodexo. A Sodexo já detinha os direitos de gestão do restaurante 58 Torre Eiffel e do cruzeiro no Rio Sena chamado Bateaux Parisiens, duas grandes atrações da cidade, porém  a empresa acaba de encontrar um concorrente de peso. 

Com preços entre 100 e 500 euros, Ducasse-sur-Seine deve preencher seus 700 cruzeiros anuais sem dificuldade. As tarifas profissionais não foram anunciadas. Lembrando que o restaurante Jules Verne, sob a gestão de Ducasse, não dispunha de tarifas para profissionais, nos basta rezar para terem um estratégia diferenciada neste novo empreendimento. Esperemos igualmente que sob gestão da Sodexo, o Jules Verne passe a ter tarifas para nosso mercado. Vamos aguardar! Por enquanto o restaurante do segundo piso da Torre Eiffel ficará fechado até 2019 para reformas. 

As vendas ao público direto do  novo cruzeiro estão abertas no site da empresa.

Para ver a foto do barco clique aqui   Ducasse sur Seine foto barco _ Site Associação de Barcos Elétricos Francesa

Ducasse sur Seine

 

A melhor pizza de Paris segundo Alain Ducasse

Em qualquer lugar do mundo, a pizza é o “porto seguro culinário” do turista brasileiro. Na dúvida do que comer optamos logo por uma pizza. Opção sempre (ou quase) boa e barata, a pizza pode ser facilmente encontrada em todas as capitais ocidentais do planeta. Por essa e outras razões a pizza não poderia deixar de fazer parte da nossa descoberta gourmet da cidade.

O convite
Quando meu filho anunciou: – Mamãe, vamos à pizzaria do Alain Ducasse, fiz questão de retificar:

– Não deve ser a pizzaria do Alain Ducasse, acho que vamos comer uma pizza premiada por Alain Ducasse. Pensei comigo mesma: Meu filho, você diz uma coisa dessas aqui no escritório, na frente dos colegas e segunda teremos gente pedindo dinheiro emprestado! (sic)

– Mesmo porque, continuei em voz alta: – Pizzaria do Alain Ducasse? Nunca ouvi falar! E porque não “Hamburgueria Alain Ducasse” também?!

– Bom, o nome de Alain Ducasse está na porta! Rebateu Gabriel.

-Sim, com certeza se o lugar ganhou um prêmio do Alain Ducasse deve usá-lo para promoção. Comentei já com água na boca.

As explicações:
Em sua mais recente obra literária “J’aime Paris”, Alain Ducasse convida o leitor para um passeio gourmet através de seus restaurantes preferidos. (E eu aqui me achando original!) Nela o grande “chef” reservou um espaço especial para as pizzas do Il Campiníssimo. O livro inclui mais de 150 instituições selecionadas graças a seus ambientes, a qualidade de seus cardápios e a criatividade de seus pratos. Quatro páginas foram dedicadas às pizzas onde Il Campiníssimo é o centro das atenções.

A experiência:

Em uma cozinha clara e aberta, pizzaiolos preparam excelentes massas finas que recebem composições clássicas ou bastante revolucionárias como cobertura. Não somente uma grande variedade de queijos e frios, mas também ingredientes como cogumelos, abobrinha, alho-poró, alcachofras aromatizadas ao limão, pêras, rosas, sardinhas fazem parte das receitas. Olhando ao meu redor e no cardápio todas pareciam maravilhosas. A escolha era tão grande e a fome era tanta que escolhi logo uma pizza tradicional.  Não me decepcionei! Que massa!! Tive a oportunidade de provar as pizzas daqueles que me acompanhavam e a impressão continuou excelente.

Porém a sensação da noite foi a surpreendente pizza O Arlecchino.

Inclusive, desconfio que este seja o segredo infalível para conquistar a clientela francesa e foi também o que conquistou o Monsieur Ducasse: a pizza O Arlecchino é composta de fígado de ganso gordo empanado com uma fina farinha de nozes, chutney de figos, presunto de Parma e mini rúcula. Eu não consigo imaginar nada mais francês! E não é que com a massa de pizza fica bom!?

26 Rue Léopold Bellan, 75002 Paris
12:00–14:30, 19:00–23:00

 

Versalhes , sala dos espelhos

Deliciosa notícia do Castelo de Versalhes

O esplendor do Rei Sol de volta às cozinhas de Versalhes!

Finalmente uma das mais belas obras arquitetônicas da França tem um restaurante à sua altura. O grande chefe Alain Ducasse acaba de se instalar na propriedade com seu mais novo restaurante Ore. Ore oferece refeições informais durante o dia nos horários do café da manhã, almoço e chá da tarde. O horário nobre será reservado para eventos privados onde os convidados poderão desfrutar de toda gala e requinte do local em caráter exclusivo. Tenho certeza que o rei Sol, Louis XIV , aprovaria a escolha.

Versalhes é um lugar maravilhoso, quem não conhece, não pode perder. Quem já conhece ,agora,  tem uma boa razão para voltar.

 

Restaurante Ore site – Ore quer dizer boca em latin

Restaurante Ore – Desjejum da Rainha

Restaurante Ore Menu Almoço

Restaurante Ore Menu O Chá da Rainha Marie

O chefe Alain Ducasse foi três vezes estrelado pelo Guia Michelin, com os restaurantes Le Louis XV no Hotel Paris Monte Carlo (em 1990), o Alain Ducasse no Plaza Athénée de Paris (em 1997) e o Alain Ducasse no Dorchester em Londres (em 2010). Alain Ducasse é presidente da Chateaux e Hotêls Collection desde 1999 (cerca de 700 estabelecimentos) e também dirigente consultor do Grupo Alain Ducasse: um império com mais de 20 hotéis e restaurantes e 1 400 colaboradores. Ele foi classificado nonagésima quarta pessoa entre as 100 pessoas mais influentes do mundo pela revista econômica americana  Forbes. Em 15 de abril de 2013, a revista britânica Restaurant  o premiou com o Lifetime Achievement Award.

Quanto ao Rei Louis XIV, ficou conhecido por haver elevado a cozinha francesa a um alto nível de suntuosidade e elaboração, tendo igualmente criado inúmeros protocolos para suas refeições. Para dar uma idéia do personagem, devemos à Louis XIV não somente a beleza de Versalhes, mas também a utilização de perucas e salto alto.