JO Paris 2024 Verdadeiro ou Falso?

Há algum tempo tenho o desejo de escrever um artigo sobre os Jogos Olímpicos de 2024 e brincar de verdadeiro ou falso.

Os jogos têm sido devido e amplamente tratados nas mídias e redes sociais e de fato, prometem ser gloriosos. Contudo, manter-se informada da verdade que os circunda é uma tarefa de tempo integral.

Pois, apesar da abundância de informações de diferentes fontes, muitos detalhes mudaram e ainda podem mudar até a realização do evento. Veja alguns deles:

A retirada dos “bouquinistes” das margens do Rio Sena. Verdadeiro ou Falso?

Esses vendedores de livros antigos, parte do patrimônio cultural imaterial da França, presentes às margens do Rio Sena desde o século XVI, inicialmente seriam realocados por causa dos jogos. Inicialmente, isso foi verdade, porém, após testes de retirada realizados em alguns dos históricos estandes verdes, muita polêmica, abaixo assinados… o governo decidiu mantê-los em seus devidos lugares.

Os bouquinistes foram retirados do Rio Sena para os Jogos Olímpicos?

JO Paris 2024 Verdadeiro ou Falso : Transporte gratuito durante as Olimpíadas

Anúncios iniciais prometiam gratuidade e a inauguração de cinco novas linhas de transporte, conectando inclusive os aeroportos de Paris ao centro da cidade. No entanto, essa promessa foi revogada.

QUANTO VAI CUSTAR OS TRANSPORTE Na realidade, os residentes de Paris e da Île de France deverão adquirir passes de mobilidade com antecedência para assegurar tarifas reduzidas, caso contrário, durante os jogos terão que pagar 4 euros por deslocamento. Quanto aos visitantes, poderão adquirir passes de transporte diários por 16 euros ou um passe de transporte semanal por 70 euros.

Transporte Gratis durantes os Jogos?

Já as novas linhas de metrô e trem anunciadas, estarão concluídas somente em 2025 e 2027.


Deslocamentos e zonas restritas somente durante a abertura e provas?

Neste quesito a coisa está cada vez mais complicada, nem uma dissertação de mestrado, nem um doutorado seriam capazes de cobrir ou solucionar esse quebra cabeça. Muito menos uma resposta entre Verdadeiro ou falso.

FECHAMENTO DE VIAS NESTA SEMANA Apesar de promessas otimistas quanto ao trânsito da capital, a partir desta sexta-feira, 17 de maio, três importantes vias da capital estarão fechadas ao trânsito: o eixo norte-sul da Place de la Concorde (8ª), a ponte Alexandre III (8ª) e a Avenue Gallieni (7ª), no coração dos Invalides.

O início das operações no perímetro em torno do Grand Palais, dos Invalides e da ponte Alexandre III começou em meados de abril. Importante palco dos Jogos Olímpicos, a ponte sediará provas de maratona aquática, triatlo e ciclismo e também será a primeira das 31 pontes parisienses a ser fechada ao trânsito.

A passagem de uma margem do Sena para a outra será completamente proibida ao tráfego a partir desta sexta-feira. A reabertura só está prevista para 20 de setembro de 2024.

Assim, se eu tivesse que escolher: falso ou apelaria para um N/A ( não se aplica). Hora certas vias estarão accessíveis para pedestres e bicicletas, hora estarão completamente fechadas. Não dá para garantir nada, nem confiar em nenhum comunicado de imprensa.

ANTECIPE OS JOGOS Para saber o que vai acontecer mesmo com relação ao trânsito e deslocamentos em Paris, antes, durante e depois dos jogos, a melhor opção será seguir em tempo real o site “antecipe os jogos” da Île de France.


Natação livre e Triatlo no Rio Sena?

Em relação às competições aquáticas que devem ocorrer no Rio Sena, como nado livre e triatlo, um investimento estimado à US$ 1,8 bilhão (R$ 2,6 bilhões) foi realizado para tornar o sonho possível. Recentemente, na inauguração de uma estação de tratamento de águas pluviais em Champigny-sur-Marne, o presidente Emmanuel Macron prometeu nadar no Sena antes dos Jogos Olímpicos, garantindo que a água estará limpa. No entanto, a qualidade da água depende de vários fatores, que vão além da vontade do Estado e dos investimentos. Digamos, por exemplo, em caso de grandes chuvas a equação pode não fechar.

Atletas como a brasileira Ana Marcela Cunha, atual campeã olímpica de natação em águas abertas, pediram aos organizadores das Olimpíadas de 2024 que desenvolvessem um “plano B” caso os eventos não possam acontecer no Sena por causa da má qualidade da água.

As provas acontecerão no Rio Sena: Verdadeiro ou Falso?


600 000 Expectadores para a Cerimônia de Abertura

No jogo de verdadeiro ou falso sobre os Jogos Olímpicos de 2024, a questão do número de espectadores para a Cerimônia de Abertura também está presente

Originalmente anunciados em 600.000, os números foram finalmente reduzidos para 326.000 dos quais 104.000 assentos pagos e 222.000 assentos “gratuitos”. A revisão foi influenciada por conflitos internacionais, mas o estado sustenta que, contando aqueles que assistirão de suas janelas, o número total de espectadores permanece 600 000.

600 000 Expectadores para a Cerimônia de Abertura? Verdadeiro ou falso? …..


Olimpíadas Populares com 220 mil entradas gratuitas?

Desde de o anúncio, já me parecia obvio que a coisa não seria bem assim. Finalmente, esses lugares serão sobretudo distribuídos entre convidados do Estado, como esclareceu recentemente para a mídia a Ministra dos Esportes e Jogos Olímpicos, Amélie Oudéa-Castéra: 

“…Serão pouco menos de 10 mil para o movimento esportivo (comitê olímpico, comitê paralímpico), 75 mil para as diferentes cidades, para o comitê organizador e o Estado teremos um pouco menos de 140 mil … Entre os ingressos oferecidos, teremos cerca de 20% para pessoas impactadas pela organização das Olimpíadas*”

*Como estudantes que tiveram seus alojamentos requisitados, por exemplo. Sendo assim, o que foi primeiramente anunciado como entradas gratuitas serão de fato, entradas para convidados do Estado.

Olimpíadas Populares com 220 mil entradas gratuitas


Não vou entrar aqui nos detalhes e mudanças orçamentarias, localidades de provas que tiveram que ser alteradas por falta de término de obras, etc e tal. O meu objetivo não é entrar nos meandros infraestruturais da situação.

O meu objetivo é lembrar que a narrativa dos Jogos Olímpicos de 2024, assim como muitos outros eventos esportivos, revela uma complexidade que vai além dos números, deixando claro que muitas vezes a realidade não corresponde à visão idealizada proposta pelos organizadores e pelo Estado.

Esses eventos esportivos destacam as dinâmicas sociais e políticas onde as expectativas e a realidade divergem significativamente e, no entanto, passam desapercebidos para a grande maioria do planeta.

Mudanças inesperadas, alguns subterfúgios de comunicação e mecanismos socio políticos não diminuem em nada o valor e merecimento dos atletas, nem devem privar os amantes de esportes de seu deleite. Porém, merecem ser conhecidos.


Nota:

Se o assunto te interessa não deixe de assistir Watch FIFA Uncovered | Netflix Official Site

A Tocha Olímpica e seu percurso

A Tocha Olímpica é um dos símbolos mais emblemáticos dos Jogos Olímpicos. O objeto leva a chama que nunca se apaga, representando a paz, a união e a amizade.

A primeira tocha do revezamento da tocha olímpica de Paris 2024 foi acesa neste dia 16 de abril de 2024, de acordo com a tradição antiga, durante uma cerimônia no santuário de Olímpia, na Grécia, onde os Jogos antigos eram realizados. Do Peloponeso, a Chama Olímpica viajará para Atenas para embarcar a bordo do grande veleiro Belém e cruzar o Mar Mediterrâneo. É no dia 8 de maio de 2024, em Marselha, que a Chama Olímpica inicia sua jornada na França.

Testes para sua passagem foram feitos com a tocha apagada na região chamada Aude

Durante este período de 68 dias a tocha passará por 65 territórios franceses, incluindo locais icônicos e históricos, executando um percurso épico.

Cada portador da tocha percorrerá uma distância de aproximadamente 200 metros, contribuindo para o trajeto que cobrirá cerca de 12.000 quilômetros.

Esses milhares de quilômetros do trajeto refletem a rico leque cultural e histórico da França. Dentre os grandes icônes franceses pelos quais passará, a chama iluminará as paredes da caverna de Lascaux, famosa por suas pinturas pré-históricas, e a fortaleza medieval de Carcassonne em Occitânia, um testemunho da história profunda da região, o Palácio de Versalhes, símbolo da monarquia francesa, e os Castelos do Vale do Loire, com sua arquitetura renascentista. Além disso, a chama fará uma parada no emblemático Mont-Saint-Michel, na Normandia, maravilha arquitetônica e religiosa do país e Reims, terra da consagração dos reis da França e sua majestosa Catedral do mesmo nome.

Porém, esses são somente os nomes dos mais conhecidos, veja no vídeo a seguir esse percurso incrível da torcha dos jogos de Paris2024 elaborada pelo designer Mathieu Lehanneur.

Segundo o comitê organizador Paris2024, estes locais não são apenas pontos de interesse turístico, mas também etapas simbólicas que conectam o presente com o passado, celebrando a diversidade e a história da França no caminho para os Jogos Olímpicos.

Ainda sobre a tocha Paris 2024, vale lembrar não haverá apenas uma tocha, mas sim 2000. Cada uma delas mede 70 cm de comprimento e pesa 1,5 kg e foram realizadas com de aço de fontes recicladas e renováveis.

Veja a seguir mais fotos dos testes e preparativos para sua passagem realizados na região Aude.

E para terminar: E como elas se manterão acesas? Graças à cartuchos de Biopropano de 80 gramas que serão trocados quando necessário.

Reabertura do hotel Disneyland Paris -O Luxo Real

Em um reino não tão distante, a Disneyland Paris reabrirá as portas de seu histórico hotel/castelo dia 25/01/2024. O famoso e tradicional HOTEL DISNEYLAND PARIS® reabre com 5 estrelas e promete encantar os mais exigentes visitantes ofertando uma verdadeira experiência Real. 

A seguir minhas impressões após visionar a conferência de imprensa on-line.    

O castelo rege orgulhosamente na entrada do parque de diversões, dominando o lugar com sua silhueta imponente: suas torres esbeltas se elevam ao céu como as mãos de uma poncela na graça da prece, suas paredes cor de rosas são enfeitadas com arabescos e adereços dourados, suas janellas cintilam como pedras preciosas sob os raios do sol.

O castelo é um símbolo de poder e riqueza, mas também de beleza e harmonia. Parece sair de um livro de contos de fabullas, com seus telhados recurvos cobertos de ardósias azuis, suas portas talhadas com motivos florais, seus jardins coloridos e fontes borbulhantes.

A esperada reabertura do Hotel Disneyland Paris: um convite para fantasia e o mundo da realeza.

As portas desse mundo mágico se abrem uagarosamente deixando entrar os visitantes, que são acolhidos pelos mais gentis e simpáticos fidalgos e mancebos. Atravessando a entrada principal, é possível para quallquer ser com um pouco de imaginação crer que deixa trás de si um amplo pátio, onde ficam cavalos, peregrinos, carruagens e tendas de comerciantes.

No saguão de entrada do palácio, tudo revela a realeza e seu esplendor. Na enorme lareira, a lenha estala exalando além de caentura, uma luz suave e o aroma das montanhas nevadas. O candelabro central encanta com seu brilho e magia, sua claridade atravessa a peça como estrela cadente, fazendo com que seja difícil para o admirador acreditar que artesãos e não deuses o tenham feito.

No final do saguão, uma majestosa escadaria leva à sala do trono, onde os senhores do castelo, personagens lendários de filmes animados, recebem seus convidados com grande pompa e cortesia. O castelo é lugar de vida e animação, onde o riso, as canções, a música e os agradáveis aromas se misturam.

Os quartos do castelo são refúgios de paz, conforto e muitos sonhos. Os aposentos são amplos e claros, afeitos com o maior bom gosto e elegância do reinado. As camas e seus pequenos baldaquins são forrados com lençóis macios e perfumados como as flores de lavanda. Esses leitos delicadamente elaborados são envolvidos por suntuosas decorações temáticas, convidando o visitante ao descanso e ao devaneio. Tapeçarias e adornos cobrem as paredes, contando histórias de amor e aventuras.

Objetos oriundos de filmes lendários decoram as prateleiras, criando uma atmosfera única e intimista apesar dos espaços monumentais. Cada um desses aposentos tem uma personalidade própria e uma magia especial.

Duas salas são reservadas para os desjejuns e fartos banquetes. Na sala do buffet as iguarias são acompanhadas pela companhia de ilustres personagens do reinado e até mesmo do Rei e da Rainha. Já no salão La Table de Lumière, seus espelhos e cristais incandescem o espírito do visitante levando-o à ilustre morada do amado Rei Sol, Versalhes.

Os salões de recepções do castelo são lugares de privacidade, felicidade e prazer, onde o tempo parece parar. Um desses imensos salões está localizado em uma das torres, ornado por parapeitos dourados como se tocados por Midas, oferece aos príncipes e princesas uma vista deslumbrante do castelo vizinho, dos felizes transeuntes e do céu azul que abraça o horizonte.

Neste lugar mágico, o visitante acredita que tudo é possível. Quem entra neste castelo se sente transportado para um mundo de fantasia, onde pode sonhar e se divertir sem limites.

Fontes & Referencias:

Disneyland Paris®, Cantigas Medievais Galego-Portuguesas (unl.pt),

Les 100 mots du Moyen Age – Nelly Labère & Bénédicte Sève