É a vez das Paralimpíadas

paralimpiadasApós todo o frenesi dos Jogos Olímpicos do Rio, chegou a vez de acompanharmos os Jogos Paralímpicos Rio 2016, cuja cerimônia de abertura será hoje (7). Com 23 modalidades, 11 dias de competição e milhares de histórias de superação, os Jogos Paralímpicos terão o total de 528 disputas por medalhas e receberá mais de 4 mil atletas do mundo todo.

Infelizmente, a grande maioria das emissoras de TV aberta não transmitirá a cerimônia de abertura, que acontecerá no Maracanã e promete ser surpreendente. Com o tema “Todos têm coração”, a cerimônia contará com uma equipe de 500 profissionais e mais de 2 mil voluntários.

Para quem tem acesso à TV por assinatura, vale dar uma conferida na festa que irá declarar o início dos Jogos Paralímpicos Rio 2016, hoje às 18h15.

Brasil nas Paralimpíadas
Esta será a 12ª participação do Brasil nos Jogos Paralímpicos e será a maior delegação da história do país, com 287 atletas. Já considerado uma potência no esporte Paralímpico, o Brasil ficou em 7º lugar no ranking geral de medalhas (com 43, no total) em Londres-2012. O objetivo deste ano é ficar em 5º lugar no quadro geral. Garra e força de vontade não faltam. Boa sorte para os nossos heróis paralímpicos!

Postagens relacionadas

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e Presidente do Conselho Consultivo da WTM Latinamerica. Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *