Quando Paris é melhor que Orlando para compras.

Mesmo se Paris não desfruta da notoriedade de certas cidades americanas junto a quem gosta de fazer compras, a experiência de fazer «shopping à Paris», como dizem os franceses, é exclusiva.

Graças a sua rica história, Paris é uma importante capital das artes, da moda, da culinária assim como da arquitetura. O bom gosto e qualidade estão presentes em todos os lugares: nas vitrines da movimentada Rua Rivoli, nas elegantes avenidas comerciais como os Champs Elysées e a Avenue Montaigne, na região da Opera e nas grandes lojas como as Galerias Lafayette e o Printemps ou ainda em cantos escondidos como Les Halles de Paris e o Sentier.

Terra de criadores como Dior, Louis Vuitton, Yves Saint Laurent, Channel, Lacroix, L’Oréal, Lancôme, Cacharel, Vichy, e dos cozinheiros Paul Bocuse, Alain Ducasse, François Vattel. Se só isso não bastasse, temos Don Pérignon, as familias Möet e Chandon.E até a internacional familia de banqueiros de origem alemã, os Rothschild, aqui na França resolveram produzir vinhos.  Enfim, moda, perfumes, cosméticos, doces, queijos, vinhos, champanhes…não há neste mundo melhor lugar que Paris para conhecer e curtir estes ícones atemporais do consumo.

Porém mesmo sendo berço do bom gosto e das grandes marcas, Paris não atrai brasileiros ávidos em gastar seu rico dinheirinho. Russos e chineses fazem filas em lojas onde não se vê um só compatriota. Diria mesmo que Paris chega a assustar os brasileiros que gostam de compras.

Isso porque infelizmente a grande maioria dos brasileiros ignora a existência de oportunidades incríveis para comprar em Paris. Sobretudo em janeiro e julho, quando as liquidações animam todo o país e deixam os franceses enlouquecidos.

As primeiras liquidações ocorreram logo no início da distribuição em grande escala, no século XIX. O homem que teve a idéia de criar estes eventos foi o francês Simon Mannoury, fundador em 1830 da loja parisiense Au Petit Saint Thomas. Foi ele quem organizou as primeiras operações de grande baixa de preços sazonais para liquidar seu estoque não vendido da temporada anterior. Até então a palavra solde significava pedaço de tecido não vendido. Simon Mannoury se apropriou da palavra para designar seus eventos. Simon também inovou ao oferecer aos seus clientes o sistema de preços fixos, a venda por correspondência e exposições temporárias. Sem falar em sua idéia de comprar um jumento para distrair as crianças que podiam passear nas galerias. Teria o primeiro Playland do mundo iniciado com Simon Mannoury e seu jumento?  Em 1852 Le Petit Saint Thomas se tornaria a famosa loja Le Bon Marché na Rua do Bac. (Diga-se de passagem, comprada pelo grupo LHMV em 1985, hoje a loja é chique demais para ser barata)

As primeiras leis francesas que regem a prática comercial de liquidar estoque datam de 1906. Já naquela época o comerciante era obrigado a solicitar autorização da prefeitura para abaixar seus preços em um período pré-determinado, apresentar uma lista detalhada do estoque existente na loja e restringir toda entrada de qualquer nova mercadoria durante este período. As ultimas mudanças nesta lei datam de 2008 quando a atual presidente do FMI e então ministra de economia Christine Lagarde, decidiu que os períodos de liquidações seriam controlados pela DGCCRF (Direction générale de la concurrence, de la consommation et de la répression des fraudes), em português: Direção geral da concorrência, do consumo e repressão de fraudes.

Nos termos do 1 ° artigo L. 310-3 do código comercial: ― as vendas de inverno começam na segunda Quarta-Feira do mês de Janeiro às 08 da manhã. Esta data é avançada para a primeira Quarta-Feira do mês de Janeiro, se a segunda Quarta-Feira vier depois do dia 12 do mês. As vendas de verão começam na última Quarta-Feira do mês de Junho às 08 da manhã. Esta data é avançada para a penúltima quarta-feira do mês de junho, quando a última Quarta-Feira vem após o dia 28 do mês.

Simplificando: Este ano as liquidações de verão começarão dia 25 de junho e irão até 29 de julho.

Tanto no inverno como no verão, estas datas apresentam uma oportunidade única de comprar de tudo (roupas, eletrônicos, moveis, etc…) com descontos inacreditáveis.

Durante as primeiras semanas os descontos ficam em torno de 30 a 50%, mas nas últimas semanas os preços degringolam de maneira vertiginosa. Alguns consumidores preferem o início das liquidações por acreditarem que há mais escolha nas lojas. Outros não resistem aos incríveis preços das últimas semanas. Tantas oportunidades fazem com que as ruas comercias e shoppings da cidade apresentem um certo ritmo de festa e animação. E como em cada bairro há comércio próprio, toda a cidade fica agitada.

 

Eu sei que para você, agente de viagens que esta me lêndo é difícil de acreditar, mas se algum cliente seu pedir um destino de compras para Julho ou Janeiro, pode vender Paris tranquilo que seu passageiro não se decepcionará.

 

Pub liquidações Petit Saint Thomas
Pub liquidações Petit Saint Thomas
Mosaico
Detalhe Mosaico Le Bon Marché
3-04-2014 018
Mosaico Le Bon Marché
Descontos o ano todo em algumas ponta de estoque
Descontos o ano todo em algumas ponta de estoque como a Piscine
Beleza arquitetônica e luxo do séc. XIX
Galeries Lafayette. Beleza arquitetônica e luxo do séc. XIX

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour.

10 thoughts on “Quando Paris é melhor que Orlando para compras.

  1. Ola Silvia!

    Arrasou no post desta semana! O pessoal nao sabe o que esta perdendo no famoso “soldes” aqui da França, tem lojas que colocam todo o estoque com até 70%de desconto! Uma loucura!

    Abs

    Chai

  2. Oi Silvia,

    Otima matéria, parabéns!

    Conheço os soldes de Paris, e realmente valem muito à pena. Inclusive fazer compras em Paris é muito melhor do que Orlando!!
    E, por favor, continue nos dando dicas!

    Bjs,

    Juliana

  3. Ola Silvia !
    Tenho um grupo há algum tempo que viajamos para compras.
    Será que poderia nos oferecer seus serviços para 2015 ?
    Seriam 5 a 6 mulheres
    Agradeço seu retorno.
    abs
    Fernanda

    1. Saudações Paschoal. As liquidações são nacionais, sendo assim em janeiro e julho a rebaixa de preços é generalizada.
      Além dessas épocas, comerciantes oferecem descontos sobre as antigas coleções ao fim de cada temporada. E para roupas de marcas com descontos 12 meses ao ano, a melhor pedida são os Outlets La Vallée Village e One Nation.
      Obrigada por acompanhar o blog e deixar sua mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *