Feliz Ano Novo Parisiense!

Você deve estar pensando que estou atrasada, mas não estou! Aqui na França é durante todo o mês de janeiro que damos nossos votos de um bom ano novo.

Um ano que começou bem em Paris, cheio de surpresas. Em 2011 o antigo prefeito senhor Bertrand Delanoë havia anunciado que sua decoração natalina ficaria exposta por 5 anos. Felizmente a nova administração, embora também socialista, resolveu investir em uma decoração clássica com guirlandas iluminadas. Ufa! Nesta passagem de ano a Avenida Champs Elysées estava mais linda do que nunca!

Madame Hidalgo, a nova prefeita, deu também um outro super presente a cidade. Um espetáculo de som, luzes e fogos de artifícios no Arco do Triunfo. Após anos de recesso, Paris e seus fogos de artifícios voltaram a brilhar na noite de São Silvestre. Uma boa surpresa e promessa para vários réveillons futuros.

Voltando aos votos para 2015: Merde, muita “merde” para você! Perdão pelo palavrão. Não fique bravo(a).

Artistas de todo o mundo costumam desejar a seus colegas “merde”, substituindo com esta palavra os votos de uma boa representação. A superstição leva a crer que isso é somente um voto de sorte, mas na realidade a tradição faz referência ao número de carruagens que paravam diante dos teatros no século dezenove. Uma vez parados ou estacionados, os cavalos das charretes se abandonavam as suas necessidades naturais deixando na entrada e arredores dos teatros suas fezes. Esta camada de merda era levada pelos sapatos da platéia teatro adentro. Sendo assim, quanto mais merda de cavalos na entrada e nos tapetes, mais gente dentro da sala. Com carinho e respeito, para você e seus negócios, caro leitor, muita “merde” em 2015.

Beijos e até a próxima.

 

Blachere-Illumination_champs-Elysees-Paris-2014-scintillance-2
Projeto Blachere Iluminações, Champs Elysées 2014
Iluminações mantidas nos canteiros, Champs Elysées
Iluminações mantidas nos canteiros, Champs Elysées
Blachere-Illumination_champs-Elysees-Paris-2014-scintillance
Projeto Iluminações Blachere Champs Elysées 2014
Iluminações de Delanoë, muito criticadas, não duraram 5 anos como previsto
Iluminações de Delanoë, muito criticadas, não duraram 5 anos como previsto

 

Iluminações Champs Elysées, Paris 2011 a 2013
Iluminações Champs Elysées, Paris 2011 a 2013

 Champs Elysées 31 dezembro 2014

 

 

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *