Air France se prepara para o “desconfinamento”

A França começa a se preparar para o “desconfinamento” progressivo. Comerciantes retornam aos seus negócios para tirar a poeira, marcar o solo com “scoth tape” designando o distanciamento obrigatório entre as pessoas e balcões, verificar o estoque etc.

A companhia aérea Air France também se prepara para a retomada de boa parte seus vôos no espaço Schengen a fim de assegurar seus clientes que estão prontos para o desafio, garantindo condições sanitárias seguras.

Para isso, seus aparelhos serão completamente pulverizados com um produto desinfetante de largo espectro e duração a cada cinco dias. Além disso, as áreas limpas com paninhos desinfetantes serão mais vastas. Hublôs, compartimentos para malas de mãos externa e internamente, cintos de segurança e todos os pontos de possíveis contatos com as mãos dos passageiros serão desinfetados sistematicamente.

O uso de máscaras dentro da cabine será obrigatório, tanto para os tripulantes como para os passageiros.  Álcool-gel será oferecido no momento de embarque.

Os deslocamentos dos passageiros dentro do aparelho deverão ser feitos com menos freqüência evitando contato de proximidade. Em outras palavras: nada de bate papo nas filas contra as portas dos banheiros.   

A distribuição de lanches ou refrigerantes será abolida para os vôos com menos de 2h30. Para os vôos de longa distância toda comida será servida em embalagens plásticas juntamente com a água, limitando assim o serviço de bebidas.

A empresa destaca também a capacidade regenerativa do ar de seus filtros empregados em seus aparelhos. 50% do ar vêm do exterior antes de se misturar ao ar já existente na cabine. 99,97% do ar é completamente filtrado.  Em sua campanha de comunicação a Air France reitera igualmente que esses filtros são idênticos aqueles utilizados em hospitais.

  Vejo o vídeo da Air France realizada para o Jornal Figaro clicando aqui.

A notícia da retomada à vida normal do país é acolhida com certa precaução pela população, mas, sobretudo com muita alegria. Aparentemente toda epidemia segue uma curva em formato de sino, e após dois meses de confinamento estamos chegando lá!

Coragem queridos leitores, no Brasil isso também ocorrerá!  

É normal se sentir estressado, triste, frustrado ou ter medo durante uma crise. Fale com amigos, familiares e entres queridos em que você confia.

Joon, o mais novo bebê da Air France

O mais novo bebê da Air France, a companhia low cost Joon, promete renovar o cenário da aviação comercial.

Compra da viagens via aplicativo de celular, equipe de bordo usando tênis, disponibilidade de comida orgânica, acessórios de alta tecnologia para o lazer a bordo,  são algumas das novidades anunciadas. Parcerias com Airbnb, empresas de compartilhamento e aluguel de carros a baixo custo, oferta de descontos e vantagens em diferentes comércios “em terra” completam a experiência dos viajantes.

Joon começa a voar dia 1° de dezembro, cobrando 39 euros a passagem para vôos com destinos europeus. E atenção: os dois primeiros destinos internacionais de Joons serão Brasil e Seychelles a partir de maio 2018.

A notícia poderia ser boa senão representasse para nós, agentes do mercado turístico, mais restrições. Inútil aprofundar a questão!  Para Air France o bebê Joon  significa uma nova decolagem, com uma empresa mais barata, menores salários, menos “atores”, mais rentabilidade.

Conheça agora a Joon visitando os  links:

Joons Home

Parcerias Joons