Fasano à moda carioca

A piscina de borda infinita do Fasano Rio / Foto de Carla Lencastre
A piscina de borda infinita do Fasano Rio / Foto de Carla Lencastre

Quando foi inaugurado, há oito anos, o Hotel Fasano Rio de Janeiro conseguiu o que parecia impossível: dividir o coração dos cariocas em relação à piscina de hotel mais bonita da cidade. Até então, ninguém discutia que o título era do Copacabana Palace. Meu coração continua com a glamourosa piscina do Copa, mas reconheço que o terraço do Fasano atiça paixões.

As Cagarras vistas do terraço / Foto de Carla Lencastre
As Cagarras vistas do terraço / Foto de Carla Lencastre

Estive lá novamente esta semana e fiquei balançada. O dia abafado e nublado nem era dos melhores. Ainda assim, a vista é das mais bonitas do Rio e alcança Arpoador, Ipanema, Leblon e o Morro dois Irmãos, além do onipresente Corcovado. O bar da piscina estava cheio em uma tarde de dia de semana. E olha que ele só pode ser frequentado pelos hóspedes, ou durante eventos específicos, o que foi o meu caso. Mas o restaurante do térreo, o delicioso Fasano Al Mare, igualmente movimentado, está aberto ao público em geral.

Lustre de Murano no salão do Al Mare  / Foto de Carla Lencastre
Lustre de Murano no Al Mare / Foto de Carla Lencastre

Como o restante do hotel, o projeto é assinado por Philippe Starck. O lindo salão parcialmente envidraçado, com cortinas de linho branco que deixam entrever o calçadão, abriga atores de televisão, cantores internacionais, empresários e celebridades em geral, inclusive pessoas famosas pelos motivos errados. Na hora do almoço, o menu mezzogiorno inclui dois pratos e, boa notícia, baixou de preço. Agora sai por R$ 89, o que é uma boa relação custo x benefício em um restaurante de alto padrão conhecido pelos preços caros.

A Pedra do Arpoador vista da frente do Fasano  / Foto de Carla Lencastre
A Pedra do Arpoador vista da frente do Fasano / Foto de Carla Lencastre

Servido de segunda a sexta-feira, das 12h às 15h, o menu mezzogiorno inclui amuse bouche escolhida pelo chef (caldo de ervilha e mariscos no dia em que estive lá), uma entrada (entre saladas, risotos e massas) e um prato principal (risoto, massa, peixe ou carne). As sobremesas custam R$ 18. Todos os pratos levam a assinatura do chef Paolo Lavezzini, que trabalhava na Enoteca Pinchiorri, um três estrelas Michelin em Florença.

Na outra ponta, o Dois Irmãos encoberto  / Foto de Carla Lencastre
Na outra ponta da praia, o Dois Irmãos encoberto / Foto de Carla Lencastre

Comecei pelo carpaccio de peixe branco (o do dia era namorado) com tomate. Refrescante e delicioso. Para prato principal escolhi uma figurinha repetida: risoto com camarão e limão, meu prato preferido no Fasano Al Mare e um dos melhores risotos do Rio. Todos os risotos e massas também podem ser pedidos como entrada, quando são servidos em porções menores. Na hora da sobremesa não fui tão feliz. A mousse de creme com frutas vermelhas estava apenas ok. Fez mais sucesso na mesa um parfait de baunilha com calda de chocolate e amêndoas.

Carpaccio de peixe, risoto de camarão e musse de creme com frutas vermelhas  / Foto de Carla Lencastre
Carpaccio de peixe, risoto de camarão e mousse de creme com frutas vermelhas / Fotos de Carla Lencastre

Fui almoçar no Fasano Al Mare para conhecer o mais novo integrante da rede asiática Shangri-la, Le Touessrok Resort & Spa, nas Ilhas Maurício. O hotel, um clássico de Maurício, reabre inteiramente renovado no dia 1º de novembro. Conto os detalhes no meu outro blog, O Olhar Nômade. E deixo aqui uma foto do azul-turquesa do Oceano Índico para dar água na boca.

Le Touessrok / Foto de divulgação
Le Touessrok / Foto de divulgação

As novidades do Direto do Rio e d’O Olhar Nômade também estão nas redes sociais:

https://www.facebook.com/OOlharNomade

https://twitter.com/CarlaLencastre

https://instagram.com/carlalencastre/

Fasano Al Mare: Avenida Vieira Souto 80, Ipanema. Tel. (21) 3202-4000. fasano.com.br

Published by

Carla Lencastre

Jornalista formada pela Universidade Federal Fluminense (UFF), trabalhou por mais de 25 anos na redação do jornal O Globo nas áreas de Comportamento, Cultura, Educação e Turismo. Editou a revista e o site Boa Viagem O Globo por mais de uma década e conquistou vários prêmios do setor. Em 2020 foi eleita uma das 100 pessoas mais influentes do turismo no Brasil pelo ranking Panrotas+Elo. Desde 2015 escreve para diversas publicações, entre elas O Globo e #Colabora, site de jornalismo independente voltado para o desenvolvimento sustentável. Ama viajar e anda mundo afora em busca de boas histórias desde sempre. É carioca de mar e bar. Gosta de dias nublados. Está no Instagram e no Twitter em @CarlaLencastre 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *