Dentro ou fora da casinha?

Pare e reflita! Quando você pensa na concepção de um evento, qual a melhor a opção? Contratar uma agência ou utilizar a equipe interna para pensar em todo o projeto?

Não há reposta certa ou errada, há momentos e necessidades diferentes para cada ocasião. Pode parecer um tanto “em cima do muro”, mas é uma realidade.

Hoje, ao pensar em um evento é preciso considerar as diferentes formas de impactar e criar engajamento. O volume de informações que recebemos no dia a dia é enorme e a comunicação acontece por canais como whatsapp, internet, mídias sociais, filmes, séries e tantos outros. O evento precisa refletir esse universo.

O ser humano não aceita mais a passividade, não aceita formatos padrões ou um único canal de escolha e de contato. Por isso, a experiência de um evento tem que ser criada com opções de escolha e interação dos participantes. O LACTE, evento realizado pela ALAGEV, se propõe a isso e, desde 2019, traz para o participante a oportunidade de experienciar, vivenciar e criar sua própria jornada dentro do evento.

E como fazemos isso? Não só no LACTE, mas em nossas empresas e cotidiano?

A estrutura interna de uma empresa para conceber e organizar um evento tem o lado positivo de contar com uma equipe que está 100% aculturada dos valores da organização, o que minimiza ajustes no briefing e refação de projetos e ideias.

Por outro lado, o olhar de fora, sem os “vícios” culturais da empresa, possibilita a apresentação de projetos com novos elementos e trazendo um “refresh” ao conceito do encontro.

Há pontos positivos em ambos os processos e o equilíbrio é bom! Unir equipe interna e agência é uma mistura saudável para o processo de criação de um evento. O “briefing de verdade” passado por uma equipe capacitada para conduzir o trabalho com a agência resulta em criações incríveis.

Mais do que o dia do evento, é preciso pensar e operacionalizar as ações e atividades que vão alongar a experiência do participante. Evento não é mais só sobre o dia do encontro. É sobre a jornada e tudo que acontece antes e durante.  É sobre toda essa cauda longa que vai acontecer depois. De dentro ou de fora, os profissionais envolvidos nesse processo precisam pensar a experiência como um todo.

Esse é um dos temas que vamos discutir durante o LACTE15, na sessão educacional “Dentro ou fora da casinha: experiências de quem incorporou a estrutura de eventos e quem não abre mão das ideias de fora” no dia 17 de fevereiro.

E você? O que tem para contribuir sobre o tema? Te esperamos no LACTE!

LACTE15 – Dados Humanos

17 e 18 de fevereiro de 2020
Sessão educacional “Dentro ou fora da casinha: experiências de quem incorporou a estrutura de eventos e quem não abre mão das ideias de fora
Das 14h30 às 15h20
Golden Hall do WTC São Paulo – Av. das Nações Unidas, 12.559
Inscrições até 13/02 – https://alagev.org/lacte15/inscricoes

Published by

Rodrigo Cézar

Rodrigo Cezar é atualmente gerente de Eventos e Viagens na Roche, presidente da Alagev e vice-presidente de Educacão na MPI. É formado em Turismo, Marketing e Gestão de pessoas e tem passagens por vendas, comércio, teatro, educação ambiental, paisagismo e em eventos desde 1995, com experiência em outras empresas e agência de eventos, trabalhando para os segmentos automobilístico, agro e tecnologia, entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *