Santiago abre o primeiro Mandarin Oriental da América Latina

O antigo Grand Hyatt Las Condes, em Santiago, Chile, virou agora Hotel Santiago by Mandarin Oriental e, a partir do final deste ano, passará a ser Mandarin Oriental Santiago, o primeiro hotel da rede asiática na América Latina. Fiquei hospedada na propriedade em maio último justamente para conferir como anda esse processo de transformação.

Em pleno funcionamento durante todo o rebranding e readequação aos padrões de instalações e serviços da rede Mandarin Oriental, o Hotel Santiago tem localização privilegiada em Las Condes, com acesso fácil a bares, restaurantes, atrações turísticas e o Shopping Parque Arauco, logo ao lado. 

Na entrada, já chama a atenção o novo e impactante lobby, inteiramente decorado com obras e peças de artistas mulheres chilenas. O pé direito muito alto, tanto do lado da recepção quanto do lado com acesso à piscina, permite muita entrada de luz natural durante todo o dia. O novo décor do lobby fez ótimo uso do enorme vão central do hotel com uma instalação artística que cria a sensação de um “teto falso”. Enormes peças de tecidos coloridos dão leveza à divisão do lobby com o hall dos elevadores – panorâmicos, por sinal. 

Os quartos têm grandes janelas que ocupam quase toda a largura da parede, com vista para a cidade emoldurada pela Cordilheira dos Andes, ao fundo. O décor definitivo dos quartos ainda não foi implementado e a maioria permanece com o visual da última remodelação dos tempos de Hyatt (a nova cartela de cores deve vir muito mais arejada e delicada). A afinada equipe de pâtisserie se encarrega de belas amenidades de boas vindas e cafeteiras Nespresso também devem ser instaladas em todos os quartos em breve.

Ganha destaque a belíssima área externa do hotel, com paisagismo cuidadoso e um enorme piscina em estilo lagoa, com direito a cascata e tudo, um feature que realmente faz falta na maioria dos hotéis de luxo de Santiago – e rodeada de espreguiçadeiras e futons.

O ótimo restaurante mediterrâneo Senso deve puxar o carro da alta gastronomia que deve se instalar em definitivo no hotel até o final do ano: pratos muito saborosos, bela apresentação e serviço irretocável. E são responsáveis também pelo ótimo serviço de quarto, que testei e aprovei durante minha estadia. 

Por enquanto, há também um restaurante japonês, o Matsuri, e o Atrium Lobby Lounge, que serve diariamente drinks, chá da tarde e lanches e pratos rápidos.  O hotel deve reformular por completo o visual ultrapassado de seu enorme Duke’s Bar. 

Há ainda spa, fitness center e um belo Executive Lounge de dois andares, com vista panorâmica, que servia até pratos trufados para alguns hóspedes na época em que me hospedei. As laterais do lobby devem ganhar em breve unidades de duas grandes marcas de luxo da moda.

O serviço do hotel em geral, como em todo rebranding, ainda passa por treinamentos para chegar aos padrões Mandarin Oriental e deve sofrer pequenos ajustes nos próximos meses.

Por aqui, estamos ansiosas para ver as mudanças no design e na gastronomia que devem acontecer nos próximos meses. Espiei os projetos do novo décor dos quartos, por exemplo, e deve ficar incrível. O hotel vem investindo pesado também em atividades que tragam moradores locais para seus espaços públicos (restaurantes, chá da tarde, lojas, desfiles de moda etc) e tem tudo para se tornar realmente um ícone na cidade nos próximos anos. 

As novidades não devem parar por aí, não: durante a ILTM Latin America representantes do grupo Mandarin Oriental nos contaram que um segundo hotel da rede será aberto nos próximos anos, também no Chile, na vizinha Viña del Mar. Tem tudo para virar uma dobradinha perfeita!

Dá pra conferir minha review completa do Mandarin Oriental Santiago também aqui.

Siga também nossas redes sociais para ficar por dentro de todas elas: Instagram @ HotelInspectors,facebook @HotelInspectors e  Twitter @HotelInspectors.

As novidades do Sheraton Reserva do Paiva

Nos últimos anos, a Reserva do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho, se desenvolveu rapidamente no mercado imobiliário e vem atraindo também cada vez mais turistas à região de belas praias que o rodeia – graças também ao hotel Sheraton Reserva do Paiva, que desencadeou considerável improvement na infra-estrutura regional.

O hotel, inaugurado há quase cinco anos, o Sheraton Reserva do Paiva me convidou neste último mês de maio para uma nova hospedagem ali, justamente para conferir as novidades da propriedade implementadas nos últimos tempos (a review da primeira vez que me hospedei ali pode ser conferida aqui).

Com arquitetura que acompanha o conceito arquitetônico da Reserva do Paiva (pautado em prédios baixos e extensas áreas verdes), tem localização bastante favorável para quem quer garantir sossego na hospedagem mas ter fácil acesso às rotas para explorar as praias da região. Apesar de bastante afastado de Recife propriamente dita, incluindo seu centro histórico e suas zonas mais boêmias e comerciais, a propriedade é quase pé na areia – a gente só precisa atravessar a avenida em frente para chegar ao mar. Localizado entre mar, área de mangue protegida e mata atlântica, o hotel se converteu também numa escapada tradicional de final de semana para muitos recifenses, como pude constatar durante esta última visita.

A orientação para o turismo de negócios e convenções ali também é grande, incluindo um moderno centro de convenções e eventos com mais de 1,500 metros quadrados para mais de duas mil pessoas. E a sustentabilidade tem espaço garantido, com projetos especiais de iluminação sustentável, controle da água, reciclagem, isolamento térmico e acústico.

As áreas comuns do hotel continuam chamando atenção pelo respeitável acervo de arte contemporânea que exibem em suas paredes. São quase 300 quartos, todos com vista para o mar ou para o manguezal e todos equipados com a premiada Sheraton Sweet Sleeper Bed. Minha hospedagem desta vez aconteceu em um quarto Sheraton Club, com acesso ao ótimo Sheraton Club Lounge o dia todo – incluindo um muito simpático café da manhã diário e happy hour com petiscos e bebidas alcoólicas todo final de tarde (encontrei ali, aliás, a melhor qualidade de serviço de todo o hotel). Único senão do club lounge é que, enquanto é um oásis de paz, sossego e silêncio durante a semana, costuma ser bastante cheio e barulhento aos finais de semana.

As opções de gastronomia por ali melhoraram muito em relação à minha primeira visita, no final de 2014 e constituem as principais melhoras da propriedade nestes últimos tempos. O restaurante principal, o Paiva Grill (que por muito tempo foi o único restaurante do hotel), funciona para café da manhã, almoço e jantar em formato buffet. Mas o hotel ganhou também o ótimo Reserva, que serve jantares à la carte (com ótima opção de menu degustação de cinco passos); os pratos rápidos do Lobby Bar (incluindo deliciosos sushis preparados ali mesmo, à vista dos hóspedes, nas noites de sexta-feira), e um delicioso restaurante à beira-mar no beach club para almoços descontraídos (inclusive bem tardios).

Desta vez, por problemas de serviço interno do hotel, infelizmente não consegui fazer uso de seu Sheraton Shine Spa, o spa interno com quase 600 metros quadrados de área (não posso atestar sobre a qualidade do mesmo agora, mas usei na visita anterior e tinha gostado bastante). Ao lado, um ,Sheraton Fitness Center de 120 metros quadrados. Piscina de adultos, piscina infantil, kids club, quadra poliesportiva, mini-golf e mesas de jogos completam a área de lazer do prédio principal.

Mas a área mais gostosa para o lazer fica à beira-mar, do outro lado da avenida que passa em frente ao hotel: o Sheraton Reserva do Paiva Beach Club. São dez minutinhos de caminhada ou cinco minutos de carro, em vans de cortesia que fazem esse trajeto ida e volta a cada meia hora. Além do restaurante e do bar completo, há piscina exclusiva, serviço de praia (embora a praia ali não seja própria para banho) e uma imensa área verde com direito a tatames, futons e espreguiçadeiras. A melhor pedida ali é usar o beach club como base e caminhar pela praia cerca de 3km para chegar às deliciosas piscinas naturais do Paiva (sossegadas, quase vazias, e boas para banho mesmo na maré alta). chegar a uma área mais gostosa para banhos, com piscinas naturais.

Vale saber que, logo em frente ao beach club, foi aberto um pequeno complexo de gastronomia e entretenimento, com boas opções para quem quer variar o cardápio das refeições sem se distanciar do hotel – incluindo uma filial do gostoso Beijupirá.

Mais detalhes da hospedagem no Sheraton Reserva do Paiva podem ser conferidos aqui.

Siga também nossas redes sociais para ficar por dentro de todas elas: Instagram @ HotelInspectors,facebook @HotelInspectors e  Twitter @HotelInspectors.

IPW 2019 revela novidades da hotelaria americana

Aconteceu nesta semana em Anaheim, California, a 51a. edição da IPW (International Pow Wow), a maior e mais importante feira do turismo dos Estados Unidos. Durante o evento, que terminou nesta quarta-feira e contou com a maior delegação de imprensa brasileira de todos os tempos – incluindo mais uma vez a presença das inspectors Mari Campos e Carla Lencastre – , foram reveladas diversas novidades da hotelaria norte-americana.

Foto: Mari Campos

Dentre elas, destacou-se o fato de Orlando estar experimentando neste 2019 o maior crescimento hoteleiro em mais de duas décadas, com mais de cinco mil novos quartos programados para abrir até o final do ano, incluindo desde propriedades econômicas até hotéis de luxo. Os destaques ficam por conta do novo Disney Riviera Resort (o 15o. Disney Vacation Club, que abre no outono americano), o Surfside Inn and Suites na Universal (que abre em duas semanas) e o Margaritavillle Resort Orlando (que abriu em janeiro passado e vai ganhar ainda novidades, incluindo um sistema próprio de water taxis).

Na California, a grande anfitriã desta IPW, o crescimento hoteleiro também bate recordes neste 2019 no Estado todo, entre novas propriedades e grandes reformas, expansões e reaberturas. A cidade de Anaheim, além do completo makeover do hotel Marriott Anaheim (que recebeu toda a delegação brasileira durante a feira), ganha neste 2019 diversos novos hotéis, incluindo o Element by Westin e o Cambria Hotel & Suites Anaheim. Berkeley recebe seu primeiro novo hotel em 25 anos, novos hotéis de luxo abrem as portas em Paso Robles e San Diego, Hotel 1 abre em West Hollywood e Greater Palm Springs abre as portas do Andaz Palm Springs e do Hotel Indigo – além de inúmeras outras novidades no Estado.

Detalhe do Marriott Anaheim. Foto: Mari Campos

Os hotéis Mandarin Oriental também lançam novidades no território americano, com destaque para o novo programa do spa do hotel Mandarin Oriental, Boston desenvolvido em parceria com a Biologique Recherche, e o novo programa Hamptons Getaway do Mandarin Oriental, New York em parceria com o hotel The Inn at Windmill (para quem quiser combinar uma viagem a Nova York com uma deliciosa escapada para os Hamptons, incluindo no pacote mimos como café da manhã, tratamentos no spa e experiências gastronômicas).

Foto: Mari Campos

Em Sarasota, abrem as portas o esperado The Sarasota Modern, a Tribute Portfolio Hotel, o Embassy Suites by Hilton e o Art Ovation, parte da Autograph Collection by Marriott. Em Deer Valley, o luxuoso Stein Eriksen Residences e a nova fase do Montage Deer Valley.

Outras novidades hoteleiras nos Estados Unidos ainda devem ser anunciadas nos próximos meses. Siga também nossas redes sociais para ficar por dentro de todas elas: Instagram @ HotelInspectors,  facebook @HotelInspectors e  Twitter @HotelInspectors.

ILTM Latin America traz novidades da hotelaria

Na semana passada, a ILTM Latin America, mais importante evento de turismo de luxo na América Latina e um dos maiores do mundo, discutiu os rumos do turismo de bem-estar e revelou as principais novidades da hotelaria internacional.

Apostando no tema #backtolife, a feira reuniu em São Paulo os mais importantes DMCs, hoteleiros, operadores, agentes de viagem e mídia do mundo, em edição recorde (foram 100 novos expositores e 100 novos agentes a mais este ano).

O evento ressaltou a importância das viagens de bem-estar e das experiências cada vez mais exclusivas e personalizadas como chave fundamental para o mercado de luxo. Afinal, só em 2017, consumidores latino-americanos gastaram quase 35 bilhões de dólares no turismo de bem-estar e este número ainda deve crescer bastante nos próximos anos.

Durante o evento, representantes das principais propriedades e grupos hoteleiros do mundo apresentaram suas adaptações frente a este novo cenário – além de inúmeras aberturas de hotéis para os próximos meses e anos, é claro.

Detalhe da piscina aquecida do novo Hyatt de Santiago. Foto Divulgação.

O grupo Hyatt anunciou seus serviços Hyatt Privé, que funcionam como uma espécie de consultor exclusivo de viagens para os mais importantes clientes do grupo, desenvolvendo para eles experiências exclusivas em cada estadia em mais de 35 destinos. Nas futuras aberturas, destacaram o Hyatt Centric San Salvador, o Andaz Palm Springs e o Park Hyatt Kyoto, para este ano, e Park Hyatt LA, Park Hyatt Niseko, Park Hyatt Los Cabos, Grand Hyatt Cayman, Park Hyatt Mexico City e Andaz Turks & Caicos para os próximos dois anos. E o grupo ainda ressaltou a importância da nova associação do programa World of Hyatt com a American Airlines para acúmulo e uso de pontos.

A rede Marriott, através de sua vice-presidente global de Vendas, Louise Bang, destacou o novo papel da hotelaria neste cenário. Com a sociedade cada vez mais consciente sobre saúde, marcas hoteleiras adotaram o bem estar como parte integral de sua missão, maximizando o design de quartos (incluindo mais espaço e espelhos inteligentes que podem guiar e interagir com os hóspedes durante seu treino), criando opções de cardápios mais saudáveis e, de caminhadas a aulas de culinária, ampliando as experiências de bem-estar para seus hóspedes.  

Com portfólio diverso de marcas tão diferentes entre si (mas com personalidades tão bem definidas), a Marriott também anunciou durante a feira mais novidades de seu novo programa Bonvoy, que agora possibilita aos hóspedes trocar seus pontos também por experiências exclusivas em cada propriedade. Das principais renovações do grupo, ganharam destaque as propriedades de Dorado Beach, Roma e Porto Rico. Nas inaugurações hoteleiras, destaque para Bulgari Shanghai, JW Marriott Maldives, W Costa Rica, W Dubai The Palms, W Aspen, W Ibiza, Hôtel de Beni Paris, Solaz Los Cabos, Matilde Palace Budapest, Times Square Edition e The West Hollywood Edition.

Detalhe do Acqualina, um hotel do portfólio da Leading Hotels of the World. Foto: Mari Campos

A Leading Hotels of the World, que agora conta com mais de 400 hotéis em 80 países (85% deles hotéis familiares e 95% administrados de forma independente), confirmou a entrada de 30 novas propriedades a seu portfólio neste 2019. Durante a coletiva de imprensa, a diretora de marketing e PR Sheila Mueller destacou o sério e longo processo para aceitação de uma nova propriedade no portfólio e como os concierges dos hotéis da Leading desempenham papel fundamental nas experiências cada vez mais exclusivas criadas para os hóspedes.

A Accor Hotels anunciou as novidades de seu novo programa ALL (Accor Live Limitless) para os próximos meses e a mudança de foco da empresa no mercado de luxo – incluindo um novo approach para a marca Sofitel, que passa a usar o slogan “the French way”. O grupo também anunciou novos investimentos na marca Pullman, que ganha novas unidades na América Latina, e destacou as futuras aberturas dos hotéis Fairmont em Los Angeles e no Rio de Janeiro (o primeiro Fairmont da América Latina), do Sofitel Cartagena, do Pullman São Conrado, do M Gallery Buenos Aires e dos novos Raffles em Dubai, Londres e Boston.

A rede Mandarin Oriental enfatizou a esperada reabertura do Mandarin Oriental Hyde Park London (sobre o qual falaremos mais aqui adiante) as aberturas da rede em Dubai, Doha, Lago di Como e Beijing (que tem os maiores quartos da cidade e já virou flagship na China). Ganhou destaque também o Mandarin Oriental Santiago (que visitei neste mês), com inauguração oficial confirmada para dezembro. A maior novidade ficou por conta do fato da rede já ter confirmada a inauguração de uma segunda unidade na América Latina, também no Chile, em Viña del Mar, nos próximos anos.

A Four Seasons, que vem investindo pesado em iniciativas de marca (como o seu muito bem sucedido private jet), enfatizou as próximas aberturas do grupo em Boston (no mais alto edifício da cidade), em Napa Valley, Filadelfia, Los Cabos, Madri, Bangkok e uma segunda unidade em Megève (Les Chalets du Mont D’Arbois).

Durante a ILTM Latin America, a BLTA (Brazilian Luxury Travel Association, que reúne em seu portfólio 34 hotéis de luxo brasileiros independentes) inaugurou um grande mural (9,7 m x 3,3 m) em parceria com o artista Fernando Garroux, o Garu, para ressaltar a diversidade e a importância de se preservar os biomas brasileiros, já que turismo de luxo e sustentabilidade são indissociáveis (dá pra ler mais sobre o mural aqui).

Dá pra ler mais sobre outras novidades e tendências reveladas na ILTM Latin America 2019 também aqui.

Para ficar por dentro destas e de outras histórias de hotelaria, acompanhe a gente no Instagram @ HotelInspectors, no facebook @HotelInspectors e no Twitter @HotelInspectors.

WYNDHAM REWARDS expande seu programa de fidelidade e traz novidades

PUBLIEDITORIAL

Do mesmo modo que as companhias aéreas estão reformulando constantemente seus programas de fidelidade, o cenário não é diferente com as redes hoteleiras.  E vale saber que eis aí uma excelente maneira de economizar (com noites cortesia ao invés de passagens-prêmio) e ter diversos outros benefícios em viagem.

Nos programas dos grupos hoteleiros, há diferenças na maneira de ganhar pontos e trocar por benefícios; por isso mesmo, é preciso conhecer em detalhes o funcionamento de cada um deles. Quanto mais simples e objetivo o programa, melhor – afinal, nada mais chato que se afiliar a um programa que parece excelente para, na hora de utilizar seus benefícios, descobrir que o mesmo é cheio de restrições e “exceções”.

WGC Bonnet Creek Orlando. Foto: Divulgação

O grupo hoteleiro Wyndham Hotels & Resorts – a maior companhia de franquias hoteleiras do mundo e fornecedora líder de gerenciamento de hotéis – criou o Wyndham Rewards® , um programa de fidelidade que garante benefícios a quem se hospedar em hotéis de qualquer uma das  9,200 propriedades do grupo em mais de 80 países. Reconhecido por quatro anos consecutivos como um dos três melhores programas de recompensa da indústria hoteleira, são atualmente mais de 75  milhões de membros inscritos em todo o mundo.

O Wyndham Rewards® quer romper o estigma de programas que restringem resgates de noites cortesia durante a alta temporada ou em hotéis específicos. E o grupo está agora expandindo seu programa de fidelidade de forma a tornar ainda mais rápido e fácil acumular e resgatar pontos e diárias. 

No Wyndham Rewards®, o membro que deseja se hospedar em um hotel Viva Wyndham na Riviera Maya, um Dazzler em Buenos Aires, um Tryp em Barcelona ou um Wyndham Grand no Sudeste Asiático precisava de apenas 15000 pontos para uma noite cortesia – seja em alta temporada ou não. Agora, com mais recompensas do que nunca, o Wyndham Rewards® acaba de apresentar diárias gratuitas em milhares de hotéis a partir de apenas 7.500 pontos (metade do custo de resgate original) e a adição de mais de 900 hotéis La Quinta®, tornando possível ganhar e resgatar pontos mais fácil e rápido (incluindo uma série de novos parceiros).

Esplendor Buenos Aires. Foto: Divulgação

O que vem pela frente com as mudanças no programa:

– Uma maneira mais rápida de ganhar diárias grátis e com desconto. Agora serão três níveis para resgates de diárias gratuitas (“go free“) e resgates de pontos + dinheiro (“go fast“). Os membros também começarão a ganhar pontos na parte em dinheiro dos pontos + resgates em dinheiro. 

  • Diárias gratuitas a partir de apenas 7.500 pontos. O resgate das diárias gratuitas estará disponível com 7.500 pontos, 15.000 pontos e 30.000 pontos, enquanto pontos + resgates em dinheiro estarão disponíveis a partir de 1.500 pontos + dinheiro (por quarto, por noite). Espera-se que cerca de um terço do portfólio de hotéis do programa—cerca de 3.000 hotéis—chegue ao nível mais acessível de 7.500 pontos, enquanto aproximadamente 200 propriedades passarão para o novo nível de 30.000 pontos. 
  • Mais de 30.000 Hotéis, Resorts, Casas de Férias etc no total.  Os resgates e acúmulos devem ficar ainda mais fáceis com a chegada dos hotéis La Quinta. Além disso, a cada estadia qualificada, os membros ganharão 10 pontos por dólar gasto ou um mínimo de 1.000 pontos, o que for maior. 
  • Mais maneiras de ganhar, mais maneiras de resgatar.  Com novos produtos e parceiros, aumenta a possibilidade de ganhar e resgatar pontos em outros serviços, como as excursões do Viator. 
  • Pontos extras em estadias. Membros do Wyndham Rewards Gold, Platinum e Diamond passam a ganhar pontos extras em estadias qualificadas, substituindo os bônus de pontos anteriormente concedidos anualmente para membros Platinum e Diamond. 

A cada estadia qualificada, os membros têm 1000 pontos garantidos para serem trocados por noites cortesia no mundo todo. Através de quatro níveis distintos no programa (aos quais se acede dependendo da quantidade de noites de estadia ao longo de um ano, exatamente como fazem as companhias aéreas), os membros podem ter ainda mais benefícios, como late check out ou escolha do quarto preferido, por exemplo.

Para saber mais detalhes sobre o programa Wyndham Rewards®, acesse  www.wyndhamrewards.com.

Para ficar por dentro destas e de outras histórias de hotelaria, acompanhe a gente no Instagram @ HotelInspectors, no facebook @HotelInspectors e no Twitter @HotelInspectors.