O Novo Luxo na Hotelaria

Christopher Norton é Presidente Global de Produtos e Operações da Four Seasons Hotels and Resorts, e conhecido pela sua atenção obsessiva aos detalhes.

Começou a trabalhar na empresa em 1989, e hoje lidera as operações da marca em todo o mundo.

Captura de Tela 2016-05-27 às 14.18.22

Ele entende que o cliente de luxo tornou-se mais democratizado. “Hoje recebemos hóspedes entre 20 e 30 anos muito mais sofisticados e repleto de experiências de viagens. Portanto, temos que nos manter sempre melhores no que fazemos. Também precisamos proporcionar um elemento surpresa em nossos hotéis, cada vez que eles escolhem ficar conosco.”

E ele relata uma experiência recente: “levei minha mulher para o Four Seasons Punta Mita, no México, para comemorar nosso aniversário de casamento. Ao entrarmos, ela viu um pequeno porta retrato sobre a mesa, e um segundo ao lado da cama. Eram fotos do nosso casamento, que aconteceu 35 anos atrás. Nós temos vivido em hotéis por toda a vida, mas esse gesto a deixou sem palavras. Durante todos os dias da hospedagem, giraram naqueles porta retratos cerca de 20 fotos nossas com nossos filhos, cães, passeando aqui, vivendo lá. E vocês sabem que é isso foi muito mais barato que nos enviar uma garrafa de champanhe. A lembrança e o carinho passado pelo gesto foi o que tornou a ação tão especial.”

 

Christopher diz que, nos próximos 5 anos, estará trabalhando em um grande projeto, para construção de prédios ‘responsáveis’. Afirmando que a conversa deve ser essa daqui para frente, ele fala sobre dessalinização, reciclagem de água, e como as janelas e fachadas devem produzir energia solar. “A próxima geração exige isso de nós“, diz Norton.

A tecnologia também mudará os quartos de hotel, mas não somente o ambiente, mas a forma como as pessoas se movem através de espaços. As pessoas hoje se sentam ou deitam com seus iPads e iPhones, fazem várias coisas ao mesmo tempo enquanto assistem filmes de TV e streaming. Então, as novas camas , sofás e cadeiras do Four Seasons vão evoluir para atender essas necessidades, assim como as mesas vão encolher. Em breve, os quartos serão ainda mais abertos, estilo residenciais.

A marca seguirá o luxo responsável, sem ser vistoso, um equilíbrio cuidadosamente elaborado entre forma e função. ‘Se não faz sentido, não vamos fazer’, conclui Norton.

O que é luxo para você em um hotel?

Comente sobre a experiência hoteleira mais luxuosa que você já teve.

Abaixo algumas das suítes do Resort Four Seasons Punta Mita, México:

Captura de Tela 2016-05-27 às 14.49.01

Captura de Tela 2016-05-27 às 14.49.15

Captura de Tela 2016-05-27 às 14.49.47

Captura de Tela 2016-05-27 às 14.49.58

Captura de Tela 2016-05-27 às 14.50.08

Captura de Tela 2016-05-27 às 14.49.38

==========================

Leia também:

O Viajante de Luxo fica mais Jovem

Para Park Hyatt, Luxo é Pessoal #MyLuxList

Classe Média é o impulso para o Turismo de Luxo

Postagens relacionadas

Published by

Gabriela Otto

Gabriela é formada em Comunicação Social pela PUC/RS, Pós em Marketing pela ESPM, MBA Executivo pela FAAP/SP, Leader Coach (Personal e Professional) pela Sociedade Bras. de Coaching, além de inúmeros cursos de qualificação profissional, incluindo 2 certificações internacionais como Leadership Development Trainer e Business Impact Leadership Facilitator. Tem mais de 20 anos de experiência em empresas de grande porte como Caesar Park, InterContinental, Sofitel Luxury Hotels e Worldhotels, sendo a executiva responsável pela divisão América Latina nas duas últimas, o que lhe deu profundo conhecimento sobre gestão de pessoas, luxo e comercialização hoteleira. Além de CEO da GO Associados desde 2010, aceitou o convite para ser Presidente da HSMAI Brasil (Hospitality Sales and Marketing Association International) em 2014, é a principal Palestrante sobre Turismo de Luxo do país, Professora da Educação Executiva da ESPM, Criadora de renomados cursos como “Gestão e Estratégias do Turismo de Luxo” e “Revenue Management e Distribuição Hoteleira”, Articulista de diversos sites, e Blogueira desde 2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *