Paris mais verde e florida do que nunca

Agricultura urbana, você sabe o que é?

Quem visita a Paris e grandes cidades francesas nos dias 18 e 19 de março verá, aqui e ali, jardineiros civis celebrando a chegada da primavera e aproveitando do evento “Les 48h de l’Agriculture Urbaine”.

O acontecimento em Paris tem uma agenda variada e propostas tais como: adoção de vasos de plantas pelos cidadãos; trocas de sementes; elaboração de bombas de sementes; ateliers de Kokedama; ateliers de hortas interiores; inaugurações de jardins comunitários, entre outras atividades.

A iniciativa dá continuidade à diversos empreendimentos como jardins verticais, hortas, jardins elevados nos tetos de edifícios e até mesmo instalações de apicultura já em funcionamento.

Visto o aquecimento climático, a necessidade de cobrir nossas superfícies de verde e  pensando no bem-estar proporcionado por atividades lúdicas como jardinagem, certamente a ação merece ser imitada por outras cidades e cidadãos do mundo.

Quem não tiver a felicidade de estar aqui neste fim de semana poderá, quando vier, desfrutar de uma Paris mais verde e florida do que nunca.

Outra opção para quem não estiver aqui neste fim de semana? Que tal brincar de super-jardineiro e instalar um vaso de plantas na janela para dar à sua casa ou apartamento ares parisienses?

Veja os clips publicitários bem-humorados do evento e siga o link para conhecer a agenda. Acesse e inspire-se!

Les 48h de L’Agriculture Urbaine

Postagens relacionadas

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo Inn Paris Transferts Excursions, também conhecida como Holatour.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *