O Hotel Palácio Crillon reabre suas portas

Após mais de quatro anos em obras, a jóia da arquitetura do século XVIII, símbolo do luxo francês, realizada pelo famoso Ange-Jacques Gabriel, finalmente reabriu suas portas dia 5 de julho.  Ange-Jacques Gabriel? Ange-Jacques Gabriel (1698-1782) foi neto do arquiteto Jacques Gabriel (1630-1686), filho do arquiteto Jacques V Gabriel (1667-1742) e como seu pai, primeiro arquiteto do rei. Sob ordens de Luís XV, ele realizou, entre outras obras, o Petit Trianon em Versalhes, a Escola Militar de Paris, além da magnífica Praça da Concordia, situada bem em frente ao igualmente admirável Hotel Crillon.

Agora pertencente a um príncipe saudita, o estabelecimento será operado pelo grupo de Resorts e Hotéis de Rosewood e terá em seu comando o especialista da hotelaria de luxo Marc Peroryctes.

Antiga casa do Conde de Crillon, transformada em Hotel dos Viajantes em 1909, o Hotel Palácio Crillon ganhou, entre outras novidades, um segundo subsolo dotado de um moderníssimo SPA e Piscina.

Dentre as 33 suítes, 10 foram ‘assinadas’ por grandes estrelas do luxo. Karl Lagerfeld, notório apaixonado pela arquitetura do séc. XVIII e outros criadores participaram da decoração do Palácio que conta com 124 quartos.

Na cozinha a qualidade será garantida pela presença de Machado de Christopher. O renomado chefe retorna ao Crillon, casa onde já recebeu em 2011 sua primeira estrela no Michelin.

A campanha que precedeu abertura do hotel foi surpreendente e misteriosa com o hashtags #10iscoming pintados aqui e ali na região da Ópera e notícias nas redes sociais. Siga o link abaixo para conhecer o mais novo Hotel Crillon de Paris ou o hashtag #10iscoming

 Galeria Fotos – site Hotel Crillon

Para aqueles que não ficarão no Crillon resta o consolo: com o final das obras no hotel, a Praça da Concordia e seu conjunto arquitetônico estão lindos.  

Praça da Concordia, ao fundo Hotel Crillon e ex prédio da Marina, ambos de Ange-Jacques
foto wiki GIRAUD Patrick

 

 

Postagens relacionadas

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour, também conhecida como Inn Paris

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *