Quarto DBL com vista para MONALISA

foto Julian Abrams RelaxNews FRT

O que poderia ser mais inusitado do que passar uma noite no maior museu de arte e antiguidades do mundo? Surreal, não é mesmo? Porém é verdade. O mais visitado monumento parisiense irá instalar um quarto sob sua famosa pirâmide, situada na Praça do Carrossel do Louvre, na noite do 30 de abril.

Para celebrar os 30 anos da pirâmide do Louvre, o Museu e a Airbnb fizeram uma parceria que planeja instalar um quarto sob a própria pirâmide de vidro. Nesta data, após o encerramento do Museu do Louvre, os sortudos terão a Mona Lisa e a Vênus de Milo como anfitriões. 

Após uma visita guiada e um aperitivo na sala da Gioconda, um jantar será servido aos pés da Vênus de Milo em uma sala de jantar preparada especialmente para a ocasião. Antes da noite na peça de vidro piramidal os dois convidados apreciarão um concerto íntimo nos salões de Napoleão III. Bons sonhos garantidos para uma noite muito especial!

Relaxnews FRT

Segundo os gestionários do museu: “Com o apoio da Airbnb, o Louvre quer promover suas coleções junto a indivíduos que não viriam espontaneamente ao Museu”. Com certeza Airbnb conta promover não somente sua oferta de quartos, mas buscar também novos donos de casas e apartamentos para receber seus clientes.

Além dessa iniciativa, os parceiros prometem outras atividades conjuntas, tais como concertos e visitas noturnas. A seguir…

Para participar ao concurso basta preencher o formulário no link  Louvre & Airbnb.  Eu tentei e deu erro ( mas vou continuar tentando). E você? Vai tentar?

Postagens relacionadas

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *