Barcelona ganha Plano 2020

Depois de um 2017 complicado no setor da cidade, com manifestações e muitas discussões a respeito da superexpansão do turismo, Barcelona  recebe seu Plano Estratégico 2020.

O documento de 73 páginas é definido  como “um processo de diagnóstico e reflexão que define o roteiro das políticas de turismo” a serem implantadas na cidade. Elaborado coletivamente e apresentado pelo Conselho Municipal, o objetivo do plano é gerenciar o destino de forma mais enfática, buscando sua sustentabilidade e, concomitantemente, garantir a satisfação dos visitantes.

Barcelona é uma das cidades que mais recebe visitantes no mundo e uma das primeiras se levarmos em conta a relação número de habitantes/número de turistas. Na cidade em que moram 1,6 milhão de pessoas, 32 milhões de turistas fizeram visita, em 2016.

Com um setor deste porte, as medidas de controle e de ajustes na cidade devem ser minuciosamente estudadas de acordo com seus objetivos, já que o Turismo é uma força para a economia local: responsável por 12% do PIB.

Mudanças em curso

Algumas medidas foram implementadas no Plano 2020 da cidade em matéria de acomodação, mobilidade ou gerenciamento de regiões de alto tráfego. Operadores turísticos e agências devem pagar uma nova tarifa que define o limite do tamanho dos grupos de visitantes na cidade..

Além disso, há aproximadamente um ano, foi aprovado o Plano Urbanístico Especial de Alojamento Turístico”, que limita o número de camas disponíveis em hotéis e apartamentos, regula a construção de hotéis e não permite emissão de novas licenças de apartamentos para turistas.

Nas Olimpíadas de Barcelona em 1992, a reputação da cidade como destino cresceu. O governo nacional, regional e local investiu fortemente na infraestrutura turística; conexões de voo de baixo custo proliferaram; o terminal de cruzeiros cresceu e a chegada de turistas expandiu-se mais do que o contornável.

Barcelona é um exemplo de que o crescimento exponencial de turistas deve, indiscutivelmente, ser acompanhado por medidas que comportem esse desenvolvimento. O crescimento do Turismo numa região deve estar diretamente associado ao acompanhamento das transformações, da manutenção da cultura local e diagnóstico da capacidade do destino.

Ver o Plano 2020 completo de Barcelona.

 

Postagens relacionadas

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e Presidente do Conselho Consultivo da WTM Latinamerica. Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *