UNIÃO ENTRE CIAS. AÉREAS, TMCs, ASSOCIAÇÕES E O LEGADO DE RUBINHO

Convenção Anual Abracorp, Mendoza, Argentina, de quinta a domingo, espaço de união, aprendizado e reafirmação do valor das relações duradouras. Sinto que aprendo cada vez mais quando me reúno com as TMCs associadas nesses sempre incríveis 4 dias de convivência.

Apesar do desejo dos associados, Rubinho anunciou que não concorrerá à reeleição, prerrogativa que o estatuto oferece, mas que conflita com os atuais desafios que os empresários enfrentam no dia-a-dia, que cobram a conta de uma dedicação exclusiva aos negócios, incompatível com as demandas do cargo de presidente do conselho de administração da entidade que, com apenas 30 agências associadas, gerencia 50% do volume de viagens corporativas do país.

Sim, uma potência, a Abracorp é mesmo uma potência, como bem afirmou o Guillermo Alcorta em discurso de impulso durante almoço dos associados e familiares na Bodega Zuccardi: “…Continuem unidos assim, pois vocês formam a melhor associação de viagens e turismo do Brasil.”

Sobre a gestão Rubens Schwartzmann

Dando sequência às gestões de Francisco Leme e Edmar Bull, o atual Conselho de Administração liderado pelo Rubinho, em apenas 2 anos, deixará a Abracorp:

1. Mais moderna e alinhada com as boas práticas de governança, com um novo estatuto, modernizado após meses de estudos apoiados pela KPMG e aprovação unânime em AGE aqui em Mendoza.

2. Mais moderna e atualizada tecnologicamente, com a consolidação do projeto BI Abracorp, origem dos “dados de vendas mais aguardados do mercado”, segundo o Eduardo Bernardes da Gol.

3. Mais moderna e organizada, com a operacionalização dos comitês e grupos de trabalho, com foco especial em pessoas, tecnologia e produtos, tripé que sustenta a associação.

Sobre a força da união

O crescimento da GOL no market share da Abracorp comprova a conhecida máxima do “juntos somos mais fortes”. A Gol nunca esteve tão junto da Abracorp como nos últimos 3 anos, tanto em parceria operacional, entendimento do negócio distribuição e relacionamento pessoal, sempre norteado pela qualidade do serviço ao cliente corporativo.

Gol, Delta e AirFrance KLM tem dado ao mercado outra lição do “juntos somos mais fortes”, com seus executivos, em todos os níveis, atuando e apresentado-se sempre juntos nos eventos, como este em Mendoza. “Em 2017, Gol, Delta e AirFrance KLM pareciam trigêmeos siameses, estiveram sempre colados um no outro, buscando sinergias e contornando diferenças, uma verdadeira aula de união operacional entre cias. aéreas”, comentei num coquetel no evento.

Não é uma fusão, mas as 3 cias. aéreas operam em sinergia exemplar

Mas a maior reafirmação de união em nosso mercado de viagens e turismo é mesmo o congraçamento entre concorrentes, o debate respeitoso com visões divergentes, a busca da conciliação a partir da controvérsia, proporcionados pelas reuniões e assembleias da Abracorp. Um ambiente em que a amizade e o respeito pessoal se sobrepõem aos conflitos concorrenciais (e existem), as principais virtudes dos associados são valorizadas no melhor espírito do “extrair o melhor de cada um em benefício de todos”, as especificidades regionais são consideradas nas decisões estratégicas.

As reuniões da Abracorp são norteadas para o permanente aprimoramento do mercado e de todos os players

Sobre o futuro

Assim é a Abracorp, um exemplo a ser seguido, uma inspiração para outras entidades e, quem sabe, a semente para uma união maior entre agências, em outra escala e outro formato, que confirme que a força de uma associação profissional é proporcional ao conjunto de todos os seus associados, que lhe emprestam representatividade no âmbito de mercado e legitimidade no âmbito da política, arena onde se resolvem os principais temas que travam o desenvolvimento do mercado de viagens e turismo brasileiro.

.

Postagens relacionadas

Published by

Luís Vabo

Fundador e presidente do sistema Reserve, da Solid Corporate Travel e da Solid Consultoria e Tecnologia, diretor de tecnologia e integração da ABAV, fundador e conselheiro da Abracorp e IATA Strategic Partner, Luís Vabo também é corredor de rua, tenista amador e nadador eventual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *