28 de Junho – data relevante

Carlos Prado*

O calendário de atividades da Abracorp reservou o dia 28 de junho para tornar públicos documentos balizadores da relação entre associados, fornecedores e clientes no âmbito da indústria de viagens corporativas. Depois de um esforço exaustivo e criterioso, chegamos à edição final dos Princípios de valor do Associado; Guia de Boas Práticas do Fornecedor; Guia de Boas Práticas do Cliente. E, com isso, oxigenamos o papel institucional da Abracorp perante todos os players do mercado.

Coeso, normativo e em conformidade com o Código de Ética e Conduta da Abracorp, o texto das três peças busca aprimorar a regra do jogo. Vem, por assim dizer, revitalizar a marca Abracorp e consolidar seu peso no mercado de viagens corporativas. Da ética à compliance, passando pelas licitações e processos concorrenciais, o conjunto é uma demonstração nítida do grau de maturidade alcançado pela nossa entidade. E da preocupação em criar salvaguardas contra o perigo representado pelas más práticas.

A importância do dia 28 de Junho, estampada no título desta mensagem sucinta, agrega outro fato relevante para a Abracorp: o BI da entidade vai gerar o primeiro relatório de pesquisa de vendas de forma totalmente automatizada. Conforme vimos anunciando, desde o ano passado, nosso Business Intelligence vem para ampliar e aprofundar o processo de pesquisa, por meio da definição e seleção isenta de variáveis as mais relevantes. E com isso, aposentamos o sistema manualizado que, por mais cuidadoso que seja, tem limitações e riscos de erros.

Enquanto aguardamos o dia 28 de Junho, reiteramos aos nossos associados e partners do mercado de viagens corporativas a nossa crença no reencontro do nosso país com os caminhos do desenvolvimento sustentável. E da prosperidade. Se a economia emite bons sinais, as empresas retomam projetos, repensam metas e se livram das travas. Os executivos voltam a viajar com mais frequência, os eventos ganham novo alento e a roda dos nossos negócios volta a girar em bom ritmo, sem sobressaltos.

*Carlos Prado é empresário e Presidente do Conselho de Administração da Abracorp

Abracorp, Alagev e TMG alinham projetos estratégicos

Carlos Prado*

No último dia 23 de maio, tivemos um encontro oportuno e promissor com representantes da Alagev e do TMG. Na pauta, a criação de uma agenda de projetos comum. Trata-se de passo importante na construção de uma ponte direta para o relacionamento entre todos, que inclui a geração e compartilhamento de conteúdos relevantes para o setor. Isso fortalece a busca de equilíbrio nas relações de negócio envolvendo Clientes, TMCs e Fornecedores. E cria a perspectiva de maior taxa de prosperidade para o mercado de viagens corporativas – cada vez mais profissionalizado e relevante.

Entre os temas acordados para uma agenda comum, estão a produção conjunta de um Mapa da Distribuição, a participação no debate sobre o novo padrão New Distribution Capabilities (NDC) e a retomada dos projetos de Meios de Pagamento para serviços terrestres. Enquanto presidente do Conselho de Administração da Abracorp, acompanhado do vice-presidente Luís Vabo e do diretor executivo da entidade, Jahy Carvalho, considero gratificante a interlocução com Rodrigo Cezar e Eduardo Murad, da Alagev, e com José Francisco Vieira e Luiz Carlos, do TMG.

Os dirigentes da Alagev e do TMG tomaram conhecimento dos atuais projetos da Abracorp relacionadas à governança e transparência. Refiro-me aos Princípios e Valor do Associado, ao Guia de Boas Práticas do Fornecedor e ao Guia de Boas Práticas do Cliente, este último elaborado em cocriação com as associações de travel managers. Esse propósito de alinhamento vem ao encontro da percepção de que é preciso somar forças. E abrir canais para uma maior sinergia entre os principais players do nosso setor.

O vice-presidente do Conselho de Administração da Abracorp, Luís Vabo, com muita pertinência, lembrou que a criação de grupos de trabalho com a participação de todos será o próximo passo para o alinhamento desejado. Nosso encontro deixou clara a necessidade de transparência e da cooperação efetiva entre as entidades e seus associados.

Embora ausente deste primeiro encontro, por motivo de força maior, consideramos relevante a participação do GBTA Brasil na criação da agenda comum. Em suma, nossa iniciativa vem demonstrar a maturidade dos dirigentes setoriais, no enfrentamento de questões comuns que emergem do mercado de viagens corporativas.

*Carlos Prado é empresário e presidente do Conselho de Administração da Abracorp