Disneyland Paris expande estratégia ambiental

Uma fábrica fotovoltaica está sendo criada na Disneyland Paris.

No meu último post eu comentei sobre a necessidade de apoiarmos empresas “eco-responsáveis”.  Então, meio às notícias de um possível reconfinamento na França e o atual toque de recolher e restrições que hoje atingem 46 milhões de francêses em 54 departamentos, uma boa notícia para o futuro.  

A Disneyland Paris anunciou o início da construção de uma usina de energia solar com o tamanho correspondente a 24 campos de futebol.  

O projeto é desenvolvido em parceria e co-investimento com o líder francês em energia solar fotovoltaica Urbasolar.

O parque de atrações implantará sobre seu estacionamento de mais de 17 hectares toldos cobertos com 67.500 painéis solares, cuja capacidade de produção representará eventualmente 17% das necessidades energéticas do local, equivalente ao consumo anual de energia de uma cidade de 14.500 habitantes.

“Esta usina solar contribuirá para reduzir as emissões de gases de efeito estufa no valor de cerca de 750 toneladas de CO2 por ano no território local de Val d’Europe”, disse a Disneyland Paris em comunicado. A estrutura fotovoltaica também melhorará a experiência dos visitantes protegendo-os e seus veículos das condições climáticas, seja o calor do sol, da chuva ou da neve.

Disneyland Paris

E como tudo na Disney tem um toque de magia, a cabeça do Mickey, iluminada por LEDs, será visível a noite do céu, ou a bordo do balão instalado no Disney Village.


Este projeto faz parte da estratégia ambiental desenvolvida nos últimos anos pela Disneyland Paris que resultou em uma série de medidas que vão desde a remoção de canudos e plásticos de uso único até a criação de uma estação de tratamento de esgoto ou usina geotérmica que produz cerca de 20 GWh.

A primeira parte estará operacional em alguns meses, na primavera de 2021.

Um desfile noturno na Disneyland Paris usa em torno 400 000 lâmpadas
60 000 Leds enfeitam o topo do castelo da Bela Adormecida

Ser responsável: uma obrigação

Fico muito feliz e tiro meu chapéu para a Disneyland Paris pela iniciativa. No entanto, minha sabia mãe diria: “Não está fazendo mais que sua obrigação.”

A Disneland Paris consome em energia elétrica o correspondente ao consumo de uma cidade de 136 000 habitantes – dados Le Parisien setembro 2006

Enfim, parabéns Disneyland Paris, que outros se inspirem de sua estratégia!

Curioso para saber como andam as coisas na Disneyland Paris? Veja o clip oficial de reabertura.

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour.

2 thoughts on “Disneyland Paris expande estratégia ambiental

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *