Hora de fazer as malas para 2022 – o que levaremos para eSTA nova jornada?

2022 começou há pouco mais de 20 dias e já parece ter se passado um ano inteiro, tamanha intensidade do que vivemos. Ao mesmo tempo, sinto claramente que temos muito, muito a fazer.

Gosto de planejar o ano pensando nele da mesma maneira que me concentro para fazer uma mala de viagem: com empolgação, certo frio na barriga pelas experiências que estão por vir, pensando em cada detalhe que pode ser planejado e posso precisar, e, claro, pronto para os imprevistos.

Boa parte da bagagem de 2022  vem da mala que usamos em 2021. Itens que gostamos de conviver, como a força, a resiliência, a agilidade em aprender e oferecer coisas novas e a disruptividade chegaram antes mesmo do ano que acabou, mas, com certeza, serão nossos companheiros por muto tempo. E isso é ótimo!

Mas existem coisas que não têm mais espaço na mala do ano novo, mas teimam em ocupá-la. Além da COVID-19 e suas variantes, fato com o qual teremos que lidar com cautela e responsabilidade por muito tempo, temos o inesperado e inaceitável “recuo” do Ministério da Economia, nos últimos minutos de 2021 que, consequente, retirou a redução do IRRF sobre as remessas de valores ao exterior da Medida Provisória, que já estava sendo negociada há dois 2 anos,  e que, segundo representantes do próprio Ministério da Economia, é um imposto que NÃO deveria existir.

Esse IRRF (Imposto de Renda Retido na Fonte) há anos incide sobre os altos tributos atribuídos ao setor e penaliza as agências e operadoras de turismo com uma carga tributária extra que compromete as vendas e, por consequência, os empregos de milhares pessoas. O ministério do Turismo fez outra MP, que está no Ministério da Economia desde 14 de janeiro deste ano. Sobre esse tema, aguardamos a resposta e o respeito que todo o trade merece.

Mas 2022 é um capítulo novo da nossa história e isso também é sinônimo de novos planos. Por isso, agora quero falar sobre o que estreia nesta bagagem.

Depois de um hiato de duas edições, a realização do Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2022 está confirmada e virá diferente! Uma notícia que muito nos orgulha, já que esse tema se mostra cada dia mais imprescindível para que o desenvolvimento do turismo seja consistente e responsável. O evento vai acontecer em abril, na Serra Catarinense, junto com o SEEDS e com a Convenção Braztoa, e já conta com grandes parceiros e apoiadores, como o Conserra (Conselho de Turismo da Serra Catarinense), a Amures (Associação dos Municípios da Região Serrana), o Iberostar, a SANTUR (Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina) e o Ministério do Turismo.

Mudamos nosso estatuto e criamos o Programa de Experimentação, no qual operadores que tenham interesse em fazer parte da BRAZTOA, mas não conhecem seu trabalho de perto, poderão vivenciar alguns dos benefícios oferecidos, sem custo, por um período de 60 dias. Queremos, com isso, reforçar ainda mais a atuação da entidade em nível nacional e ampliar o canal de networking entre membros, um dos grandes diferenciais da associação.

Sem contar os grandes planos que temos para realizar, em março, uma edição do Encontro Comercial Braztoa, para adaptar os Boletins Braztoa, que levam dados e inteligência de mercado que auxiliam na tomada de decisão dos nossos associados e parceiros, além do Programa Experiências Incríveis que, ao lado de outras iniciativas, consolidarão ainda mais os avanços da Academia de Excelência Braztoa. Novidades estão por vir!

Entre idas e vindas, mudanças e reconstruções, viajar é algo que permanece na lista de desejos das pessoas. Aliás, vimos que nossos produtos são mais do que roteiros, mas planos que precisam surpreender as expectativas das pessoas. Fazemos isso muito bem e continuaremos fazendo com excelência. Isso nunca saiu e jamais sairá da nossa bagagem

Além disso, o papel de especialistas das operadoras de fornecer informações reais e atualizadas, além de total assessoria para os viajantes, está sendo muito valorizado, por conta das constantes mudanças de cenário desse mundo que não para.

Não posso deixar de falar da humanização das relações, única maneira de traduzir sonhos em viagens, coisas que só pessoas podem fazer por outras pessoas.

Preparem suas malas e se programem para um ano transformador, assim como as viagens que proporcionamos.

Published by

Roberto Nedelciu

Roberto Haro Nedelciu trabalhou por 26 anos em uma empresa automotiva multinacional, no departamento de Tecnologia da Informação e já viajou para 80 países. Engenheiro Industrial Mecânico, com MBA em Gestão Empresarial na Fundação Getúlio Vargas, além de sócio da Raidho Viagens, foi também diretor de Tecnologia e vice-presidente da BRAZTOA, entre 2015 e 2019, até assumir a presidência do Conselho de Administração da entidade para o biênio 201/2021. Com espírito aventureiro, tem como hobby o motociclismo e o montanhismo, já subiu até o Campo Base do Everest (Nepal), Kilimanjaro (Tanzânia), Chimborazo (Equador) e o Monte Kota KinaBalu (Malásia).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *