Obelisco Buenos Aires vista hotel Grand Brizo

Grand Brizo Buenos Aires, novo hotel no Centro da cidade

Buenos Aires está de volta ao jogo, com o câmbio favorável para quem vive em real. Os preços nos bares e restaurantes, de um modo geral, estão mais baixos do que em grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro. Ou seja, voltou a valer a pena inclusive para uma escapada rápida de fim de semana, como a inspector Mari Campos conta aqui.

Estive em Buenos Aires no início do mês a convite do Destino Argentina, junto com operadores e agentes de viagem, influenciadores digitais e outros jornalistas. O grupo foi dividido em quatro diferentes hotéis da capital: Loi Suites Recoleta; Club Francés, também na Recoleta; o novíssimo Palladio MGallery by Sofitel, e o novo Grand Brizo Buenos Aires, onde fiquei.

Quarto hotel Grand Brizo Buenos Aires
Um dos quartos do Grand Brizo, hotel novo no Centro de Buenos Aires / Foto de Carla Lencastre

O novo hotel no Centro de Buenos Aires fica perto do Obelisco

Aberto este ano e inaugurado oficialmente em outubro, o Grand Brizo está na Cerrito, junto à Avenida 9 de Julio. É uma região muito procurada por brasileiros, principalmente os de primeira viagem, por conta do fácil acesso aos principais pontos turísticos da cidade. O hotel fica a 10 minutos de caminhada do belo Teatro Colón e do Tortoni, um dos cafés notables mais importantes da cidade. A Plaza de Mayo e a Casa Rosada estão a 15 minutos a pé.

O Grand Brizo não é um hotel de luxo, mas é bonito, confortável e ainda com cheiro de novo. Os 192 quartos são amplos (entre 30 e 52 metros quadrados), com piso em madeira, armário de quatro portas, janelas com isolamento acústico, minibar, duas poltronas e mesa de trabalho. Os tons são sóbrios, com elegantes toques de cor na cabeceira da cama e nas almofadas. Os banheiros também são espaçosos, com um ótimo chuveiro. Entre os quartos das categorias confort e superior, a diferença é o tamanho (30m² x 37m²).

Pia banheiro quarto Grand Brizo Buenos Aires
Detalhe do banheiro dos quartos do Grand Brizo / Foto de Carla Lencastre

O terraço ainda está em obras. Ali já estão abertas uma pequena academia, com equipamentos modernos, sauna e jacuzzi em área coberta. No verão deve ser inaugurada a piscina ao ar livre e um bar, com panoramas vertiginosos da 9 de Julio, incluindo o Obelisco, bem perto do hotel. Os quartos de frente, nos andares mais altos, têm a mesma vista.

Grand Brizo Hotel Centro Buenos Aires
A Avenida 9 de Julio vista do terraço onde será inaugurada a piscina do hotel / Foto de Carla Lencastre

No lobby, há um outro bar, este já em funcionamento. No primeiro andar, fica o salão de café da manhã, servido em sistema de bufê. A máquina de café expresso não está à vista, mas é só pedir. Uma bonita escada liga o primeiro andar ao lobby, em tons claros e bem iluminado. O Wi-Fi funciona bem em toda a propriedade. E o atendimento atencioso foi um dos destaques dos meus dias por lá, com pessoas sempre gentis na recepção, no café da manhã e no bar.

Lobby hotel Grand Brizo Buenos Aires
O lobby do hotel Grand Brizo, novidade da Avenida 9 de Julio / Foto de Carla Lencastre

O Grand Brizo Buenos Aires faz parte de um grupo familiar argentino, comandado por mãe e filha. O Alvarez Argüelles Hoteles reúne 13 hotéis sob seis diferentes marcas em seis cidades do país. O mais conhecido é o Costa Galana, hotel de luxo em Mar del Plata. Grand Brizo é a bandeira premium, e o hotel de Buenos Aires é o primeiro deste segmento.

Leia mais sobre o Lutetia, hotel de luxo reaberto em Paris.

Leia mais sobre um hotel novo da Curio Collection, do grupo Hilton, ao lado do aeroporto de Los Angeles e perto de Venice Beach e de Santa Monica.

Hotel Inspectors está também no Instagram @HotelInspectors, no facebook @HotelInspectorsBlog e no Twitter @InspectorsHotel. Obrigada pela companhia!

Novo Palladio MGallery Buenos Aires

Depois de períodos consecutivos de queda no número de visitantes brasileiros, Buenos Aires deve entrar de novo no nosso radar, inclusive para escapadas de final de semana de viajantes do eixo sul-sudeste. O câmbio está novamente favorável para nós (com um real comprando entre 9 e 10 pesos e preços mais uma vez bastante tentadores principalmente para comer e beber bem) e a cidade está mais bonita, limpa e agradável que nos últimos dois anos. E felizmente a boa onda está vindo também com novos hotéis abrindo suas portas por lá. 

Acabo de passar alguns dias em Buenos Aires a convite do Destino Argentina para testar uma das mais esperadas novidades da hotelaria na capital porteña: seu primeiro hotel da bandeira MGallery by Sofitel, da Accor, o Palladio Hotel Buenos Aires MGallery by Sofitel.   

Foto: Mari Campos

Novinho em folha (o hotel ainda está operando em sistema soft opening apenas para convidados, mas já aceita reservas para estadias a partir da segunda quinzena deste mês), fica no centro, já quase Recoleta, com direito a metrô ao lado.  

O design contemporâneo já chama a atenção de cara no lobby, com a própria recepção integrada ao bar do hotel, e o restaurante Negresco Bistrô (que não testamos, mas deve servir pratos da cozinha mediterrânea) logo ao lado. Para o lazer, spa, fitness center e uma gostosa piscina climatizada ao ar livre, exclusiva para hóspedes. 

Foto: Mari Campos

Como toda propriedade que leva o selo MGallery, o Palladio já chega cheio de história. Seu nome é uma homenagem ao arquiteto italiano Andrea Palladio, um dos grandes mestres para os arquitetos europeus que deixaram sua marca em diversos edifícios porteños do século XVIII. O hotel ocupa o local da antiga casa onde nasceu Rodríguez Peña, que serviu de sede de reuniões que culminaram na Revolução de Maio. Um século depois, o imóvel deu lugar a uma residência ao estilo hôtel particulier francês, e a boisserie de carvalho que revestia as paredes dos salões principais da residência foi conservada com maestria pelo hotel. 

No total, são 113 quartos, todos muito espaçosos e com muita luz natural, wifi de excelente qualidade e Nespresso cortesia. Tomadas, adaptadores e entradas USB em abundância, inclusive ao lado da cama – uma necessidade da vida contemporânea que infelizmente ainda não é regra nem para novos hotéis. Os banheiros também são enormes, com muito mármore e banheira e chuveiro separados. Destaque para o fato de que 3 das 4 categorias têm enormes balcões privativos com interessantíssimos jogos de espelhos externos. O hotel conta ainda com uma “suíte presidencial” em estilo loft, com decoração bastante contemporânea e 89 metros quadrados de área. 

Foto: Mari Campos

Fiquei hospedada em uma “suíte deluxe”, a terceira categoria do hotel, com 57 metros quadrados muitíssimo bem distribuídos entre banheiro, quarto, living e um balcão enorme, com vista desobstruída para a Plaza Rodriguez Peña/Jardin de los Maestros, com o belíssimo Palacio Pizzurno do Ministério de Educação logo em frente. 

O café da manhã em sistema buffet também é completíssimo, bastante variado e com ótimos pratos quentes feitos na hora e horário bastante amplo (e com certa flexibilidade para quem parte muito cedo). Mas o destaque ficou mesmo por conta do serviço atencioso e prestativo, dos doormen ao staff do café da manhã. Excelente novidade para a hotelaria da cidade. 

 

 

 

Hotel Inspectors está também no Instagram @HotelInspectors, no facebook @HotelInspectorsBlog e no Twitter @InspectorsHotel.