A VISÃO DA VISA

O que fica cada vez mais claro quando presenciamos relatórios sobre impacto de gastos de visitantes no Brasil e dos megaeventos esportivos ( como ocorreu com os dados que a VISA nos brindou ) é que não existe espaço para trabalhar sem informações de qualidade.
É importante conhecer valores gastos, onde gastos foram realizados, em que período do ano, por que tipo de visitantes. Como se comportam participantes em megaeventos como Jogos Olímpicos e Copa do Mundo. Fantástico !
E podemos ir além, essa é a idéia. Ler e debater os dados é falar de tecnologia. Conhecer comportamento de consumo dos visitantes é falar em facilitar sua vida, mostrar serviços de qualidade e competência. COMPETITIVIDADE no mercado global.
Precisamos levar os visitantes a mais lugares, mostrar quais opções de entretenimento, cultura, compras, serviços turísticos, produtos brasileiros temos a oferecer. Isso é colocar o turismo em todos os recantos do País e colocar essa indústria em outro patamar.
Trata-se de incluir pessoas, gerar oportunidades de negócios e trabalho, dar segurança aos nossos hóspedes. Parabéns à VISA por sua VISÃO.

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e da MATCHER Travel Business.Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

One thought on “A VISÃO DA VISA

  1. Querida Jeanine,

    Sobre o evento, merece destaque – porque imprimirá maior competitividade aos destinos turísticos brasileiros – a ação conjunta VISA WAIVER NOW entre FECOMERCIO SP e BRAZTOA, a flexibilizar o visto aos estadunidenses, à qual fomos todos convidados a participar.
    Outro ponto que os dados dos relatórios da VISA nos remetem é a perda de competitividade que a condição atual do câmbio nos impõe. Verdade que abrange a todas as exportações nacionais, mas a atividade turística não dispõe de nenhuma salvaguarda direta, como são inúmeras as que beneficiam produtos exportados e serviços realizados no exterior.
    Fica a proposta de avançar nestes dois pontos, a tempo de colher os frutos na Copa 2014.

    Um abraço,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *