O turismo na Copa do Mundo FIFA 2014

Estudo inédito revela o impacto da Copa no turismo do Brasil

Um estudo realizado pela empresa espanhola Foward Data, em parceria com a Pires & Associados no Brasil, analisou as reservas aéreas para o Brasil durante a Copa do Mundo Fifa 2014.

A Forward Data, criadora do ForwardKeys®, é um fornecedor líder de inteligência operacional de negócios para conselhos nacionais de turismo, cadeias de hotéis, comércio e outras empresas interessadas em monitorar e antecipar o fluxo de viajantes. Isto permite aos profissionais de marketing planejar decisões táticas com base em fatos concretos em relação à demanda e tendências, ajudando a melhorar o desempenho de seus negócios a médio prazo.

A 120 dias do início da Copa do Mundo o ForwardKeys® apresenta resultados inéditos sobre como o evento afetará o turismo brasileiro. O estudo vai oferecer uma perspectiva única sobre as tendências do impacto da Copa do Mundo, quando a demanda aumenta, para que eles possam ajustar suas estratégias. Os dados serão atualizados em uma base regular antes do evento.

Olivier Jager, CEO de Forward Data explicou: ” A ForwardKeys ® tem um banco de dados global de reservas que permite mapear a demanda por destino, praticamente em tempo real, e por mercado emissor “.

O levantamento indica que, em relação ao mesmo período de 2013, durante os dias de realização da Copa o número de turistas estrangeiros que chegarão ao Brasil por via aérea será cinco vezes maior. A projeção indica que esta será uma Copa de muito sucesso. De acordo com as reservas, os principais emissores internacionais serão os Estados Unidos, a Alemanha e a Inglaterra. E as três cidades mais visitadas serão Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador.

As reservas domésticas para viagens de junho a agosto dispararam, com um crescimento três vezes maior quando comparado com o mesmo período em 2013, e até mesmo com um crescimento nove vezes mais quando se considera o período de 1 a 26 de Junho (incluindo as primeiras etapas do torneio).

De acordo com o estudo, as 12 cidades sede da Copa – Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Fortaleza, Recife, Brasília, Belo Horizonte, Natal, Manaus, Porto Alegre, Cuiabá e Curitiba – vão ter uma aumento significativo no número de visitantes durante a realização dos jogos em cada uma delas.

As reservas para o Rio de Janeiro, por exemplo, mostram um fator de crescimento sete vezes maior para o período entre a cerimônia de abertura e os seis jogos agendados na cidade, com picos de chegada dias antes de cada jogo agendado.

Os turistas com reservas para o Rio de Janeiro são principalmente dos EUA (21%), Inglaterra (8%) e Argentina (7%).

O estudo aponta que, como ocorreu na África do Sul, a tendência é que o ritmo de reservas aéreas diminua à medida que o evento vai se aproximando, pois os viajantes fizeram suas reservas muito cedo.  O estudo também destaca que os brasileiros que viajarão para o exterior este ano devem mudar o ritmo tradicional, a fim de atender às fases finais do torneio no Brasil.

As análises são baseadas em dados de reservas aéreas realizadas até 13/02/2014, e a metodologia usada foi:

  • Datas consideradas para as chegadas da Copa do Mundo FIFA 2014: entre 6 de Junho/ 2014 até 13 de julho/2014 com reservas feitas no período de 8 de Junho/ 2013 até 13 de Fevereiro/ 2014.
  • Chegadas internacionais: incluem reservas aéreas feitas por passageiros que irão fazer pelo menos 1(um) pernoite no destino, excluindo “trânsitos”, “viagens de 1 dia” e “viagens somente de ida ou somente de volta”.
  • Viagens domésticas: incluem reservas feitas com origem e destino “Brasil”.
  • Viagens ao exterior: incluem reservas em voos com saída e chegada ao Brasil.
  • Mercados considerados: todos os mercados internacionais.

PARA CONHECER O ESTUDO COMPLETO CLIQUE AQUI

Published by

Jeanine Pires

Palestrante e consultora apaixonada pelo turismo com 25 anos de experiência no Brasil e no exterior. Diretora da Pires Inteligência em Destinos e Eventos e Diretora da MATCHER, sua especialidade é marketing de destinos, tendências em turismo e o segmento de eventos. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos desde 2003. Já atuou como Presidente do Conselho da Fecomércio São Paulo e da WTM Latin America.

One thought on “O turismo na Copa do Mundo FIFA 2014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *