Pesquisa turista do nordeste

A CTI Nordeste apresenta hoje uma pesquisa realizada nos aeroportos da INFRAERO localizados na região pelo Ibope Inteligência entre os dias 18 e 25 de agosto. A margem de erro é de 3 pontos para mais ou para menos do total da amostra de 1.422 entrevistas.

O perfil identificado mostra 75% dos entrevistados como turistas, pesquisados nos aeroportos da região, com um gasto média de R$ 1.000,00 e uma estadia média de 7 dias. O número de viagens por pessoas mostra que avança a utilização do transporte aéreo na região, 23% dos entrevistados realizam pelo menos uma viagem ao ano, 16% pelo menos duas viagens e 13% realizam pelo menos uma viagem a cada três meses.

Do total de entrevistados, 43% estavam viajando a negócios e 35% a turismo ou lazer, e 68% viajam sozinhos, sem acompanhantes. O meio de hospedagem mais utilizado foi a casa de amigos e parentes para 42% e hotéis, para 36%.

A pesquisa também avaliou os aeroportos do nordeste (com exceção de Natal que não autorizou o Ibope a realizar as entrevistas) que foram bem avaliados em diversos itens, com destaque para a limpeza das instalações, as facilidades de achar carrinhos de bagagem e a gentileza dos funcionários dos aeroportos. Já os itens que foram avaliados como pior avaliados foram os serviços de internet, estacionamentos e a aparência externa dos aeroportos.

O aeroporto mais conhecido ou visitado é o de Salvador, já o melhor avaliado é o de Recife, seguido de Fortaleza e Salvador. Quando perguntados qual deveria ser o aeroporto escolhido para o hub da Tam, 45% escolheram Recife, 37% Fortaleza e 11% Natal.

Para acessar a pesquisa: http://ctinordestedobrasil.com.br/documentos/Pesquisa_Ibope_Ne_resumida.pdf 

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e da MATCHER Travel Business.Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *