Receita e despesa cambiais turísticas em setembro

aaaaaadolarO Banco Central divulgou nesta terça-feira (25) o relatório mensal da receita e despesa cambial turística. De acordo com os dados oficiais apresentados, o gasto dos brasileiros no exterior foram de U$$ 1,294 bilhão, um acréscimo de 2,7% se comparado aos números do mesmo mês em 2015 (U$$ 1,260 bilhão). É o segundo mês seguido que esse valor tem crescimento, já que o mês de agosto, ainda segundo o comparativo anual, também apresentou 2,3% de acréscimo, sendo o primeiro registro de expansão desde janeiro de 2015.

Já os estrangeiros gastaram aqui U$$ 443 milhões, configurando um déficit de U$$ 851 milhões na na balança do turismo do país. A receita do período de janeiro a setembro deste ano é de US$ 4,667 bilhões, tendo um déficit, neste período de US$ 5,814 bilhões.

De acordo com Tulio Maciel,  chefe do Departamento Econômico do BC, a despesas estão em patamar historicamente baixo e a tendência é que elas cresçam de fato e aumentem ainda mais em outubro, já que, até o dia 21 deste mês, estavam calculados U$$ 1,045 bilhão nos gastos dos brasileiros.

Dados que nos fazem compreender um pouco mais o período que atravessa o nosso turismo. Seguimos acompanhando.

 

 

 

 

 

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e da MATCHER Travel Business.Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *