Aproveitando o calendário

Temos no Brasil, além da diversidade natural, um adendo que agrega ao Turismo épocas preciosas de viagens domésticas: o calendário sazonal. Entramos no mês de junho e, inevitavelmente, os turistas e nós que trabalhamos no setor, logo o associamos às tradicionais festas juninas. E com efeito: o legado cultural conduzido nesse mês é responsável por considerável movimentação no Turismo em diversas regiões do país.

E muitos eventos cooperam e atuam como estímulo para viagens domésticas nesse período: além de estar na metade exata do ano (para muitos, época de planejamento e de pausa para descanso – já que está entre as férias de verão), coincide também com as férias escolares e feriados religiosos.

O mês de junho é o carro-chefe da movimentação turística em algumas cidades e tem razão de ser, mesmo sendo uma festa homogênea por ter a mesma raiz, cada região de tradição junina apresenta uma experiência única para os turistas visitantes.

Seja em Caruaru, Campina Grande, Salvador, São Luís (para citar apenas alguns!) ou em cidades pequenas do interior, há nos festejos juninos o encanto e um encontro cultural enriquecedor e abrangente em experiência: na culinária, músicas, danças e ornamentos. E nós, como brasileiríssimos que somos, temos que valorizar nosso legado cultural. E como profissionais do Turismo que somos, temos que promover e desenvolver o Turismo em nosso calendário nacional.

Veja roteiros de festejos juninos aqui, ou busque informações em seu estado. O mês de Junho é celebrado em todo território nacional.  

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e da MATCHER Travel Business.Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

4 thoughts on “Aproveitando o calendário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *