Não se acomode com o que te incomoda!

Você costuma ouvir essas frases no seu ambiente de trabalho?

  • Aqui sempre foi assim.
  • Mudar para quê?
  • Meus clientes só querem preço.
  • Em time que está ganhando não se mexe.
  • Vou fazer do meu jeito.
  • Já tentamos uma vez e não deu certo.
  • Treinar? Para que treinar? Já sei tudo.

Se soou familiar, da próxima vez questione: “Se queremos resultados diferentes, melhores e maiores, como continuar fazendo sempre a mesma coisa?”

Os principais motivos que contribuem para a inércia são:

  1. Medo do novo (enfrentar o desconhecido gera ansiedade).
  2. Mudar dá trabalho
  3. Apego ao modelo antigo
  4. Acomodação a horizontes limitados
  5. Falta de paixão pelo que faz
  6. Impaciência e imediatismo

Geralmente, o que mais impulsiona a mudança no ser humano é o sofrimento. Portanto, no ambiente corporativo, é a perda de talentos, inovação da concorrência, baixa rentabilidade, perda de market share, etc.

Sabemos que adquirir um novo comportamento requer esforço, mesmo quando temos consciência que a mudança é necessária. Mas a hora é essa, pois não há mais espaço no mercado para essa inércia. Atitudes assim são prejudiciais não só para o profissional (pois deixa muitos com potencial estacionados no tempo), mas para toda a empresa.

Em um ano de incertezas, aproveite para sair (definitivamente) da zona de conforto:

  1. Fazer mais com menos é possível sim. Acredite, estude, ouse!
  2. Pare de reclamar dos intermediários, e utilize-os a seu favor, sem criar relação de dependência. Tome ‘as rédeas’ da sua comercialização.
  3. Faça um diagnóstico profundo e transparente das operações do seu hotel. Esteja aberto para ouvir as coisas boas e as ruins.
  4. Se você já deu todas as chances e aquele funcionário não alcança a performance esperada, demita.
  5. Ouça sua equipe. Faça uma pesquisa de clima e tome as medidas necessárias para melhorar o ambiente de trabalho imediatamente.
  6. Coloque metas para TUDO.
  7. Aprenda a dizer ‘não’.
  8. Pare de adiar as decisões difíceis.
  9. Planeje, mas não fique esperando o momento ideal para agir. Comece AGORA!
  10. Por fim, ‘não se acomode com o que te incomoda’.

Published by

Gabriela Otto

Gabriela é formada em Comunicação Social pela PUC/RS, Pós em Marketing pela ESPM, MBA Executivo pela FAAP/SP, Leader Coach (Personal e Professional) pela Sociedade Bras. de Coaching, além de inúmeros cursos de qualificação profissional, incluindo 2 certificações internacionais como Leadership Development Trainer e Business Impact Leadership Facilitator.

3 thoughts on “Não se acomode com o que te incomoda!

  1. Realmente Gabriela. Vejo muito o medo das mudanças em muitas pessoas que nos contatam na minha agência de inbound marketing, a Biziil (http://www.biziil.com). Nós propomos métodos diferentes de promover negócios. Métodos que não necessitam de grandes investimentos. No entanto, muita gente ainda fica ressabiada achando que é melhor não mudar o que já estão fazendo. Só que isso é muito mais prejudicial do que eles imaginam, pois fazer mais do mesmo não trás resultados diferentes. Mas ainda sim existem outros clientes, como o caso de um que gastava mais de 10 mil reais no Adwords e, com um trabalho de SEO, eles começaram a reduzir esse gasto e aumentaram seu faturamento em 17% desde janeiro de 2015. É só questão de pensar diferente e agir. Parabéns pelo texto.

  2. Rafael, bem lembrado, SEO é um exemplo claro dessa inércia. E o mesmo acontece em várias outras áreas.
    É preciso virar a chave, parar de pensar só no custo de fazer, mas também no custo de não fazer…
    Abs,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *