O que aprendi com a Copa: 9 “povo brasileiro”

Desde que tive a oportunidade de trabalhar com a promoção internacional do Brasil durante 8 anos, tenho grande curiosidade e estudo muito sobre a imagem de nosso país, entender como ela pode ser melhorada e trabalhada de forma estratégica. Quando preparamos o Plano Aquarela em 2003, o Plano Aquarela 2020, assim como nas pesquisas que realizamos com os estrangeiros no Brasil até 2010, toda a estratégia de posicionamento do país era fundamentada em ressaltar nossos grandes ativos reconhecidos pelo mundo, e nos diferenciar por nossos valores e atributos únicos.

Pois agora, em boa hora sempre, se descobre novamente o que essas pesquisas já nos mostravam. O melhor do Brasil é o brasileiro. Matérias na imprensa nacional e internacional mostraram que a forma de receber e o jeito de viver dos brasileiros é o que mais encanta os visitantes do exterior. Depois disso, nosso setor, o turismo. Sim! Foi a qualidade e a diversidade das atrações turísticas que mais encantou os gringos. E claro, algumas coisas os surpreenderam positivamente, como a segurança, a qualidade do transporte aéreo e a qualidade do setor hoteleiro. Novamente o turismo!

Aprendi com a Copa 2014 que o melhor do Brasil são os brasileiros, e que o turismo é o setor mais beneficiado com os megaeventos esportivos, eventos associativos e culturais. Imagina nos Jogos Rio 2016.

Published by

Jeanine Pires

Professora e empresária, tem 19 anos de experiência em turismo e eventos. Diretora da Pires & Associados e da MATCHER Travel Business.Suas principais atividades são a realização de Planos de Marketing de Destinos Turísticos e palestras no Brasil e no exterior. Presidiu a EMBRATUR de 2006 a 2010, onde também foi Diretora de Turismo de Negócios e Eventos. Liderou o trabalho de promoção do Brasil como destino turístico no exterior, os programas de captação de eventos internacionais e a agenda de promoção do Brasil de 2003 a 2010. Participou da elaboração do Plano Aquarela - Marketing Turístico Internacional do Brasil em 2005 e também coordenou sua versão para 2020. Nos Convention & Visitors Bureaux de Maceió e Recife como diretora executiva, desenvolveu os programas de marketing de lazer e eventos para aquelas cidades entre 1997 a 2002. Esse blog reflete opiniões pessoais e não tem qualquer vínculo institucional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *