Greve em Paris: A situação e a opinião do turista

Amanhã é dia de greve geral em Paris e na França novamente.

Como na semana passada, haverá manifestação nas ruas das grandes cidades, segundo previsões serão 180.

greve em paris: o comércio

Em Paris o trajeto irá da Praça da Bastilha até Praça d’Italie, na zona leste da cidade.

Apesar do desespero dos comerciantes da região, com os quais condescendo sinceramente, podemos ficar felizes que, mais uma vez, o cortejo não passará em artérias turísticas da cidade. Nas demais áreas da cidade os comércios seguirão abertos.

greve em paris: transporte terrestre

No que diz respeito à situação do transporte, que esteve nestes últimos seis dias funcionando parcialmente, se apresenta para essa terça-feira dia 17/12 da seguinte maneira:

  • 1 TGV ( trem grande velocidade) sobre 3,
  • Trens Intermunicipais 1 trem sobre 6,
  • Transilien (trens para periferia de Paris)1 trem sobre 4,  
  • TER (trens nacionais) 4/10,
  • e dentro de Paris 13 linhas de metrô param completamente.

GREVE EM PARIS: transporte Aéreo

Para quem prevê voar nos céus europeus amanhã é fortemente recomendado verificação do status do vôo antes da partida de seu hotel ou alojamento.

Geralmente os vôos de longa-distância são mantidos, mas isso é somente uma previsão otimista, levando-se em conta que parte dos controladores aéreos apóia a greve.  

  • Air France manterá a maioria de maioria de seus voos, sem excluir possibilidades de atrasos.
  • RyanAir avisa que alguns de seus voos foram cancelados, assim como a companhia Iberia.
  • Até o momento nada consta no site da EasyJet, que no entanto coloca à disposição um dispositivo de busca para seus voos.

Greve em Paris: como fazem os VISITANTES

Já para quem estará acomodado em Paris, de maneira geral a situação se apresenta neste segundo dia de greve geral como na terça-feira passada.

Neste período os visitantes brasileiros vêm dando um jeitinho, sobretudo andando, mas também se deslocando com ajuda de bicicletas, patinetes, receptivos, táxis e serviços de Uber. Meios de locomoção que constituem de fato excelentes opções para conhecer a cidade.

Quem conhece sabe: andar em Paris é tudo de bom e tomar um taxi depois de um dia de caminhada cansativo é um verdadeiro alívio ! Com ou sem greve, esse cenário é muito típico.

greve em paris: o que diz o turista

Curiosa quanto à posição do visitante meio às desavenças entre os franceses e o governo Macron, eu aproveitei a presença de um colega profissional do turismo aqui em Paris para perguntar como passou suas férias na capital francesa.  

Sabrina e Silas comemorando a união.

O Silas é analista de produtos internacionais na CVC Corp. Ele e a sua esposa Sabrina vieram comemorar seu aniversário de casamento em Paris entre os dias 9 aos 14 de dezembro.

O jovem casal se hospedou no hotel Fertel Etoile, contaram com receptivo local para seus traslados e dentre as atividades realizadas estão a visita panorâmica da cidade,a visita de Versalhes e jantar num romântico cruzeiro pelo Sena.  

Le Sarah Bernhardt

Eu os encontrei dia 13/12 às 11 horas para tomarmos um café no bistrô Sarah Bernhardt, ao lado da estação de metrô Le Châtelet. Chegaram somente 20 minutos atrasados, nada se considerarmos as circunstâncias.

Silas e Sabrina vieram de metrô a partir da estação Argentine, ao lado do Arco do Triunfo.

Chocolate quente no Sarah Bernhardt

Enquanto tomavam seus chocolates, contaram que o percurso estava lotado, mas sem maiores problemas naquele momento.  Disseram haver notado claramente que para os parisienses em deslocamento as coisas não pareciam simples, a fila no ponto de ônibus à nossa frente confirmava seus dizeres. Mas e para eles? Como estavam vivenciando aquele momento?

Saiba como foram esses dias de comemoração e greve em Paris para o Silas e a Sabrina assistindo o vídeo:  

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour.

51 thoughts on “Greve em Paris: A situação e a opinião do turista

  1. Muito Obrigada, estava desesperada, indo amanhã para Paris, com meus dois filhos de 8 e 10 anos e meu marido, foi uma alivio as notícias que vc nos deu agora.

  2. Olá Silvana, tudo bem?
    Sou a Roberta de São Paulo e estou com planos de ir à Paris com os meus 3 filhos e marido partindo de Barcelona na primeira semana de janeiro.
    Confesso que estamos bem preocupados com a greve e prestes a cancelar a nossa viagem.
    Estamos acompanhando diariamente a situação e não vejo perspectiva de melhora.
    O que você acha? Mudamos o roteiro?
    Obrigada pelas informações.
    Roberta

    1. Oi Roberta.
      Se seu hotel estiver em zona relativamente central venha tranquilamente. Paris tem 105km2, é muito boa para caminhadas.
      As crianças vão precisar de cachecol, luvas, gorros e tênis quentes ( com sola espessa melhor) . Nas terças-feiras você não pode contar com monumentos, mas nos outros dias sim.
      Os comércios, as feiras de Natal( até ( de janeiro no jardim de Tuileries), atividades turísticas, tudo funcionando normal!

  3. Olá,
    Estou indo para Paris dia 26/12 com minha família, o que inclui uma criança de 6 anos.
    Estamos muito preocupados e pensando em cancelar a viagem… só avaliando como ficam as reservas. Ficaremos hospedados em La Defense.
    O que você acha, devemos mudar o roteiro. Ficaremos até o dia 09/01.
    Obrigada

    1. Oi Adriana
      Como vai? É um pouco difícil prever o que vêm para o futuro, mas hoje e de maneira geral, quero dizer todos os dias desde o inicio do movimento (com exceção das terças-feiras) a linha 1 que sai da Défense está funcionando sem problemas. Por enquanto o prognóstico de transporte é bem positivo para esse setor. Dentre todas as linhas de metrô, a 1 é a melhor. Hoje mesmo tenho encontro comercial com alguém que vem por ela e me garantiu que vêm sem problemas! Idem para um encontro que tive a semana passada. Se tiver oportunidade leve seu filho ao aquário de Paris e ao Museu de Historia Natural para ver as ossadas de dinossauros. Eram os lugares preferidos de meu filho nesta idade.

  4. Oi, Silvia! Tudo bem?
    Pretendo passar quatro dias na próxima semana, de 27 a 30/12 em Paris, meu aniversário.
    Saberia falar quais linhas de metrô estão funcionando ou a tendência é fecharem cada vez mais?
    Vi em algum lugar que a airfrance vai operar normalmente mas não descartam possíveis atrasos…

    1. Oi Milton
      Obrigada por sua visita ao blog.
      Como vai? É um pouco difícil prever o que vêm para o futuro, mas hoje e de maneira geral, quero dizer todos os dias desde o inicio do movimento (com exceção das terças-feiras) a linha 1 que sai da Défense, que atravessa a cidade de Leste a Oeste está funcionando sem problemas. Por enquanto o prognóstico é bem positivo para esse setor. Já as linhas que cortam a cidade de Norte a Sul estão mais comprometidas. Tudo funcionado com aproximadamente ¼ dos trens, que tiveram seus vagões dobrados quando possível, lotados, mas funcionando. Somente nas terças-feiras tudo para.

      1. Olá Silvia, tudo bem?
        Muito bom ter notícias atualizadas de Paris, nesta situação de greve.
        Chego em Paris dia 27.12 e seguirei para Estrasburgo. Você tem informação se o TGV Paris/Estrasburgo parou em razão da greve?
        Para o deslocamento CDG/Gare D’lest você recomendar pegar um táxi?
        Um grande abraço
        Gilsa

        1. OI Gilsa, como vai?
          Obrigada por sua visita ao blog. Neste momento o prognóstico para os trens de maneira geral são: aproximadamente 50% dos passageiros terão suas das viagens confirmadas, 18% partida confirmada em outros trens e 32% terão que pedir reembolso ou fazer a troca para outra data pessoalmente. Fiz uma busca, até este momento nada consta no site da empresa sobre cancelamento do seu trem. Para o deslocamento CDG/Gare D’lest sim recomendo pegar um táxi, Uber ou traslado.
          Considere também Flixbus

      2. Estou chegando em Paris daqui a duas horas na região 11 e tenho dois dias na Disney26,27 mae 25 no Versalhes sabe se algum desses que falou que está funcionando vai para lá?
        Ou de alguma empresa que faz esse translado?

        1. Oi Marcos
          Tudo bem?
          Busque o Magic Bus da Disney para seu transporte para la ou uma empresa de traslados como brasileirosemparis.com
          Na recepção de seu hotel também saberão indicar.
          Boas festas

  5. Olá Silvia! Obrigada pelas informações. A greve tb atinge o RER que sai da Gare du Nord para o CDG? Obrigada!

    1. Oi Suzana
      Como vai? Sim a greve tem afetado essa linha também. De fato a Gare du Nord é a pior estação de trem de Paris. Enquanto a linha 1, que cobre a região dos Champs Elysées funciona relativamente bem, a linha 4 e o RER que cortam a cidade de Norte a Sul estão meio complicados. Mas mesmo sem greve, eu nunca recomento pegar trem de periferia com malas, passaporte e cartões de crédito. Existe um shuttle Air France que sai do aeroporto e leva você até a Opera, traslados com receptivos, uber e táxis.

  6. Boa tarde Silvia!Sou daqui do Brasil! Eu e meu esposo vamos fazer a viagem tão esperada à 9 anos no próximo dia 22/12/2019. Estou desesperada com as notícias sobre Paris…=/ Me deu até um certo tipo de alergia na pele =/ Vamos nos hospedar próximo à torre, e tenho pago vários pontos turísticos já..Torre..Versailes…. Teatro…Louvre…MeuDEUS será que perdi isso tudo ? Será que nem consigo chegar aí ?=/

    1. Andreiva
      Como vai?
      Não você não deve perder suas atrações, a não ser aquelas compradas para as terças-feiras. Veja bem, para parisienses a coisa está bem complexa, eles têm horários a cumprir e obrigações quotidianas. Para turistas é um pouco diferente. Os comércios estão abertos, taxis, uber, receptivos funcionando. Os museus e atrações estão fechando completa ou parcialmente somente um dia por semana. Seu hotel também é bem localizado. Torre Eiffel, Trocadero, Rio Sena, Champs Elysées, você poderá conhecer até mesmo a pé. Traga um bom tênis, compre uma boina, echarpe e luvas e aproveite!

  7. Silvia, desculpa o desespero =/ Mas eh a viagem da minha vida =/ fui atrás do que irei visitar dia 24.12 e conforme cronograma seria Versailles. Pessima ideia de terça feira? A agencia ainda deu as instrucoes: Peguem a linha verde clara na estação cambrone de direção Charles de gaulle etoile, na bir hakeim, troquem para a linha do RER C de direção versailles château- Rive Gauche e desçam nesta estação. O que eu faço? Nem me arrisco a ir pra lá visto que é negra a situação dos trens? Muito obrigada!

    1. Oi Andreiva,
      Entendo sua preocupação. Tente se acalmar. A localização do seu hotel é boa, como disse, vocês poderão caminhar para muitos lugares, Paris é pequena. O transporte também funciona parcialmente, algumas linhas estão tranquilas, como a linha 1.
      Fala-se de uma trégua na greve de transportes durante as festas, mas efetivamente, sua visita a Versalhes numa terça-feira pode estar comprometida. Tanto os transportes quanto o Castelo têm fechado. Hoje, quarta-feira o Castelo de Versalhes abriu com atraso, mas abriu.
      Se o bilhete não é datado você pode mudar a data da visita. Se é datado, fale com a empresa onde adquiriu para mudança ou reembolso. Eu sei que é chato, mas fora isso, tudo deve realmente correr de maneira relativamente normal. Vocês andarão às margens do Rio Sena, quem sabe farão um cruzeiro ( recomendo), o barco Batobus por exemplo vai parando nos pontos mais importantes, verão o Champs Elysées Iluminado, irão patinar ao pé da Torre no Mercadinho de Natal…Paris é linda nesta época do Ano. Andar é de qualquer maneira a melhor opção para conhecer a cidade. Alguns imprevistos fazem mesmo parte do ato de viajar, mas no final, tudo vai dar certo.

  8. As manifestações acontecem toda terça-feira? tenho trem de Paris para Londres dia 24 de dezembro, morrendo de medo de cancelar :/

  9. Silvia, boa tarde! Muito obrigada por nos deixar informados! Saio de Marselha com destino a Paris dia 10/01/2020 (com bilhetes já adquiridos). Você acredita que posso ter problemas com esse trem especificamente? Como não temos a real dimensão dos problemas, já vi que da Gare de Lyon é possível (embora longe), chegar à pé ao hotel (próximo à estação Gare Saint Lazare). Minha preocupação é mesmo o deslocamento de Marselha para Paris. Muito obrigada.

  10. Bom dia, Silvia! Td bem?
    Bateu o desespero! Comprei passagem para Colmar na terça dia 24/12/19 (não só para mim, mas para toda minha família). Como faço para confirmar esse trem?
    Obrigada! Bjos

    1. Bom dia Ana
      Normalmente você deve receber um aviso da empresa SNCF, mas recomendo que se dirija até a estação. Alguns trens são anunciados como cancelados e têm partido mesmo assim. Considere também a compra de passagens alternativas com Flixbus.

  11. Silvia boa tarde!tudo bem?
    Chegou dua 02/01 em Paris e No dia 07/01 vou pegar um trem para Bruxelas ,você acha melhor mudar o dia ?
    Obrigado!

    1. Oi Renato
      Obrigada por sua visita ao blog.
      Se conseguir mudar seu bilhete, faça-o. As disponibilidades aéreas são escassas, senão encontrar, tenha em mente a empresa de ônibus Flixbus ou Ouibus ( menos confiável pois pertence a SNCF, empresa de trens em greve), ambas bem baratas.

  12. Oi Silvia! Muito obrigado por nos manter informados! Eu estou na Suíça e com passage e Hotel marcados pr dia 22/12 , chego na Gare de Lyon e meu Hotel fica na 13 rue de Chateau d’Eau 800 da Est de trem Gare de I’Est. Gostaria de saber se da Gare de Lyon , chego de TGV até o Hotel é pegar um Metro ou Táxi. Obrigado desde já.

    1. OI Marcia
      Acho melhor tomar um táxi. Em qualquer lugar da cidade, não deixe nenhum bem de valor em suas malas ou no quarto do hotel sem que esteja em cofre. Você vai descobrir que seu hotel é bem localizado, mas nos primeiros minutos vai ficar surpresa pois o bairro é bastante étnico. Não se assuste, isso não faz dele um lugar perigoso, as precauções devem ser as mesmas em todo lugar.

  13. Tenho um pacote comprado já, para março… o problema é que de Paris eu preciso pegar um trem para Amsterdam. Se até lá essa greve não acabar, eu vou precisar ir de avião, pois de Amsterdam tenho passagens compradas para a Dinamarca. Ou no pior das hipóteses terei que cancelar a viagem toda!! Estou preocupada.

    1. Oi Nathalia
      Como vai? Tudo bem?
      Eu não acredito que essa situação com os trens dure até março. Ainda, se o movimento do transporte público durar as companhias aéreas não seguirão o movimento até lá. Obter reembolso e voar pode ser uma boa opção.
      E, como mencionei em outros comentários, as passagens de ônibus com Ouibus e Flixbus são baratas, você pode adquirir antecipadamente e utilizar em caso de emergência.
      Esperando que as dicas possam ser úteis, fico à disposição e te desejo boas festas

      1. Oi boa tarde, tudo bem?

        Estou um pouco preocupada pois vamos viajar dia 19/01/2020, não sei se vão estar em greve até lá, mas o hotel que pegamos é o íbis budget porte d orleans, ele é um pouco afastado do centro mas nos informaram do metrô que é bem próximo, você sabe se ele está funcionando normalmente?
        E também queremos saber do trem que vai para Disney, ele está funcionando?

        Desde já agradeço muito pela atenção!

        1. Oi Thais
          Obrigada pela visita ao blog.
          Efetivamente a localização do seu hotel vai dificultar sua estada. As distâncias a pé ficam complicadas. Informe-se bem sobre as linhas de ônibus, metrôs e trens RER em função, consultando o site da RATP
          Um Uber X do seu hotel até a Praça da Concordia, sábado as 21h18 custa 23,25 e o Pool 12,78 €. Se conseguir mudar, talvez economize em Uber.
          Para Disney busque Magic Bus Disney Paris em sua agência ou on-line, ou ainda um traslado com guia-motorista falando português para facilitar sua ida.

  14. Ola Silvia!!! Estou indo pra Paris dia 27.12, como esta as visitas na torre por exemplo no dia 30.12? Ja comprei o ingresso e nao sei se cancelo…
    E sobre trem para Luxemburgo dia 01.01, como esta a situacao?
    Obrigada

    1. OI Karina
      Sua visita para a Torre é numa segunda-feira, tudo para somente nas terças-feiras.
      Os trens são confirmados somente na ultima hora. Faça uma busca com Flixbus para ver se tem uma segunda opção. As passagens são baratinhas, vale a pena ter uma segunda opção.
      Boa viagem e felizes festas!

  15. Olá Silvia, muito obrigada pelas informações!
    Tenho passagem comprada para Paris em 24/12 (Orly), ficarei em um hotel próximo ao hospital Saint Louis, e dia 25 ingressos compradas para a Disneyland Paris. Vi que são destinos bem opostos e tenho receio quanto à greve. Tem alguma rota que vc me sugere ?

    1. Oi Stephanie
      Tenho sugerido o Magic Bus da Disney ou ainda traslados. Consulte também o site da RATP, pois diariamente avisam as linhas que estão funcionando.
      Obrigada pela visita ao blog e felizes festas!

  16. Oi Silvia, tudo bem?
    Estou com viagem marcada para chegar em Paris, com meu marido e duas filhas, no dia 30/12 e já tenho todos os ingressos comprados para visitar os pontos turísticos e depois ir para o ClubMed. O que me preocupa é como ir e voltar da Disney (02.01) e Versailhes (04.01) e depois, o trem para a estação Cluses 74 (dia 05.01) pela SNFC. Vc acha que ainda estarão em greve? Já verifiquei empresas de turismo para voltar da Disney mas elesretornam antes de os parques fecharem. Estou bem preocupada com toda esta situação. Qual seria a sua dica? Muito obrigada.

    1. Oi Maria Renata
      Para a Disney vocês podem pegar o Magic Bus da Disney, mas se a hora do retorno não convém talvez um translado de ida e volta com guia motorista falando português seja mais conveniente.
      Idem para Versalhes.
      Você encontra esses e outros serviços de transporte à vista ou financiados em sua agências de viagens no Brasil ou empresas locais como no site brasileirosemparis.com
      Bons preparativos e boa viagem

  17. Oi Silvia, estou gostando muito das suas dicas. Poderia nos ajudar? Vamos chegar, infelizmente, na terça-feira dia 31, em Orly as 10 horas da manhã. E nosso local de estadia fica próximo ao metro linha 13 estação Guy Môquet. Como podemos fazer? Muito grata!

    Marisa

    1. Oi Marisa
      Como vai?
      Marisa, eu nunca aconselho as pessoas a tomarem transporte em comum no dia da chegada. Malas, dinheiro, cartão…
      Numa terça-feira de qualquer jeito não lhe resta outra escolha que um táxi ou obter um traslado. Atenção, uma vez no aeroporto não compre traslado de ninguém. Ou você compra o traslado com antecedência no Brasil, em agência ou de uma empresa séria on-line ( como brasileirosemparis.com ) ou táxi diretamente na fila dos mesmos onde indicados pelas placas. O táxi custa 50 ou 55 euros + taxa para as malas. O traslado é quase o dobro, mas em compensação alguém te espera e vai dando dicas em português de como se locomover, o que visitar e ajudando com suas duvidas.
      Esperando haver ajudado um pouquinho, te desejo boas férias e feliz ano novo.

      1. Obrigada Silvia! Ajudou me muito. Mais uma informação, essa regiao do metrô Guy Moquet fica próximo a pé de algum ponto turistico?
        Obrigada!

        1. Oi Pedro
          Obrigada você por visitar o blog e deixar seu gentil comentário.
          Você está a 2 km da Estação Saint-Lazare, um pouco menos do Moulin Rouge e bem pertinho de Montmartre.
          Desça a ladeira até a região da Opera e bairros adjacentes.
          Use Uber para voltar para o apto se necessário.
          Feliz Ano Novo e boas férias!

  18. Olá Silvia. Graças a Deus tem seu blog. Estarei chegando de Bruxelas, com minha filha de 15 anos, no dia 08/Janeiro. Estava tranquilo até então, mas os dias vão passando e a greve persistindo. Ficarei num Hotel perto do metrô Grands Boulevard. Depois irei no dia 12 para Moutier Salins Brides/Valmorel . Os trens já estão comprados. Deve me preocupar até lá? Como faço para ir a estação de Gard du Nord a região de Opera ou estação Grands Boulevard ao chegar no dia 08? E como está o metro desta região para a Torre Eifel é o Louvre.Devo cancelar o passeio ao Palácio de Versailes? Desculpe pelo excesso de perguntas. Grato pela atenção. Luciano

    1. Oi Luciano,
      Obrigada por sua visita ao blog e por deixar seus comentários.
      Pense em taxi ou Uber para os deslocamentos entre as estações de trem e seu hotel. Você estará muito bem localizado, não vai custar caro. Uma vez na cidade seu hotel está à distância de caminhada de muitos lugares mesmo. Já para os trens que saem de Paris, ontem foi anunciado que aproximadamente 80% serão garantidos durante as festas de fim de ano. Você deve consultar o site da empresa constantemente ou aguardar recepção de uma mensagem. Tenho sugerido o Flixbus ou Blablabla bus ( Ouibus) para compensar os trajetos de trens anulados. Pense em comprar com antecedência.
      Para Versalhes, tenho sugerido aquisição de transporte motorizado. Tanto para ir Versalhes que para ir para a Torre, você ainda pode olhar o site da RATP para verificar quais linhas funcionam a cada dia e as horas de partida dos trens, tudo muda à cada dia. Mas reitero, seu hotel é bem localizado. Para ir à Torre, pense em andar até o Rio Sena e pegar o Batobus ou ir até andando. Devem ser uns 3 ou 4 km, mas coberto de monumentos pelo caminho. Os parisienses fazem o trajeto na beira do Sena como caminhada nas horas vagas.
      Esperando tê-lo ajudado, te desejo boas festas e boa viagem.

  19. Muito legal seu blob,

    Queria uma ajuda sua, eu comprei bilhete do trem tgv – PARIS GARE LYON > BOURG ST MAURICE. Partida 5/01/2020

    Esse transporte também esta afetado pela greve ?

    Mt Obrigado
    Thiago@lenival.com.br

    1. Oi Thiago
      Infelizmente é avisado se o trem é mantido ou não somente com um dia de antecedência. Mas a situação vem melhorando a cada dia, com mais trens confirmados que cancelados.
      Pense também em Flixbus e Blablabus com alternativas.

  20. Pretendendo visitar a Disneyland Paris dia 14 de janeiro, que é uma terça feira. Irei com transfer com motorista brasileiro. Teria problema por ser terça feira, ou a Disney não será afetada pela data ser terça?

  21. Olá, tudo bem?
    Obrigada pela sua postagem!
    Estou em Paris e pensei em ir a Versalhes amanhã (dia 30/12), ja que dia 31 parece que vai estar fechado.
    Você saberia me indicar qual o melhor meio de transporte para ir a Versalhes?
    Estou com muita dificuldade nas pesquisas sobre transporte público.
    Desde já, agradeço.

    1. Viviane
      Tudo bem?
      Perdão, hoje é dia 30, você deve ter se organizado.
      Mas para os demais leitores que desejam ir para Versalhes, estou sugerindo neste momento transporte privativo ou semi-privativo. Pode ser encontrado em agência de viagens no Brasil ou uma vez em Paris sugiro contato através do site com a brasileirosemparis.com. Durante a greve realizam viagens para Versalhes com ou sem ingressos.
      Obrigada pela sua visita ao blog e feliz ano novo!

Comments are closed.