Rolê pela França ou Encontro com a Paz

Em Rolê pela França ou Encontro com a Paz seguimos, finalmente, falando de turismo

Afinal, as fronteiras estão abertas. Já podemos começar a imaginar a retomada. Viva o turismo! 

A máxima popularizada por uma grande operadora nacional de que vender uma viagem é sinônimo de realizar sonhos revela uma verdade incontestável.

E como o ser humano nunca teve tanto tempo para sonhar, como agentes de viagens é melhor estarmos preparados para responder à novos pedidos.

Para você que se prepara para realizar sonhos daqueles que querem vir à França, tenho uma série de sugestões.

Preparando para a retomada te convido para dar um rolê pela França e descobrir destinos para todos os gostos e bolsos. Vamos lá?

Rolê pela França: Espiritualidade

Vamos começar nosso “rolê” pelo país de Santa Teresa e Alan Kardec com um tema que tocou muitas pessoas neste ano difícil que passou: Espiritualidade

Seja crente ou ateu, a maioria de nós em algum momento buscou ou buscará o sentido da vida. Além disso, com a explosão da tecnologia invadindo nossas vidas, as pessoas têm buscado não somente conhecer novos destinos mas também buscam, às vezes, a si mesmas e outras vezes somente paz.

O fato é que cada vez mais pessoas procuram uma ruptura do ritmo acelerado da vida moderna, através de diferentes formas de espiritualidade como meditação ou ioga por exemplo.

La Salette

Outrora a confissão e a oração eram os principais propósitos dos locais religiosos, mas com o tempo, as mudanças sociais lhes confiaram outras missões.

Desde sempre, viajar por motivos espirituais movimenta pessoas no mundo inteiro e na França isso não é diferente: em tempos normais, o destino costuma receber cerca de 90 milhões de visitantes e estima-se que 20 milhões têm por motivação a visita das cidades santuários, dos seus templos de diferentes cultos ou a descoberta de seus caminhos sagrados. A França reúne 50 mil monumentos religiosos, sendo 10 mil classificados como monumentos históricos.

A dica de hoje do nosso rolê pela França tem como objetivo te ajudar na organização de uma jornada espiritual, de alguns dias a várias semanas, para pessoas sozinhas ou em grupos.

Conheça a Associação das Cidades Santuários da França

Para facilitar a vida dos turistas e também dos profissionais desejosos em conhecer mais esses destinos, 20 cidades santuários se reuniram em uma associação, a Associação das Cidades Santuários da França e juntas disponibilizaram um site bem legal e instrutivo.

Vinte destinos de turismo e espiritualidade

Le Puy-en-Velay

De Norte a Sul da França, as cidades santuários reúnem cenários turísticos incríveis com atividades culturais, gastronômicas e paisagens naturais de tirar o fôlegoAlençonArsBrive e a Gruta de Saint AntoineChartresCotignacLa SaletteLalouvescLe Mont Saint-MichelLe Puy-en-VelaySaintes-Maries-de-la-merLisieuxLourdesNeversParay-le-MonialRocamadourSainte-Anne-d´Auray, Saint-Maximin e Sainte-BaumeSouvigny, Thierenbach e Vézelay.

Esses vinte destinos têm em comum alguns pontos muito importantes:

  • Oito deles são classificados pela UNESCO;
  • Muitos deles fazem parte dos caminhos que levam a Santiago de Compostela;
  • Ou são extremamente importantes locais de devoção à Virgem Maria;
  • Todos são inseridos em cenários naturais incríveis, com meio ambiente preservado;
  • São locais que oferecem a descoberta da mais preservada cultura, gastronomia e arquitetura francesa;
  • Constituem lugares espetaculares que o turista pode explorar de corpo e alma. 

A cidade de Brive e a Gruta de Saint-Antoine acabam de se juntar a Associação e em breve terão mais conteúdos integrados ao site da Associação.

Veja algumas fotos desses lugares maravilhosos.

Propostas

São apenas algumas das propostas que, com certeza, corresponderão aos sonhos daqueles que desejam descobrir o que a França tem de melhor e, quem sabe, redescobrir a si mesmo ou até a sua fé.

Published by

Silvia Helena

Após breves passagens pela Faculdade Metodista de São Bernardo e Belas Artes de São Paulo, aos 18 anos fui estudar no Canadá, onde vivi durante 23 anos. Lá me formei em História da Arte pela Universidade de Montréal, estudei turismo no Collège Lasalle de Montréal e no Institut de Tourisme et Hôtellerie du Québec. Comecei minha carreira na área trabalhando em Cuba. Durante os anos vividos no Canadá, entre outras coisas, fui guia de circuitos pela costa leste e abri minha primeira agência de receptivo para brasileiros. Há dez anos um vento forte bateu nas velas da minha vida me conduzindo até França. Atualmente escrevo de Paris, onde vivo e trabalho dirigindo a empresa de receptivo, a Holatour.

2 thoughts on “Rolê pela França ou Encontro com a Paz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *